Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sábado, 25 de novembro de 2017

Brasil precisa urgente do Sírio Libanês

Crédito de imagem: Estadão

Ontem, dia 24, o presidente Michel Temer foi submetido a uma angioplastia de três artérias coronárias, com implante de stent para melhorar o fluxo sanguíneo para coração. Segundo o médico do Hospital Sírio Libanês, o procedimento foi um sucesso e o presidente está bem. A cirurgia estava programada, mas acontece no meio de imbróglio político, após dois pedidos de afastamento do cargo de presidente da República para ser processado pelo STF. Tal qual presidente da República, o Brasil está muito doente.

Nota: A intervenção cirúrgica foi paga pelo contribuinte.

O País está precisando urgente de uma cirurgia de artérias coronárias para melhorar o fluxo sanguíneo do seu corpo. O País está quase parando. O fluxo de dinheiro que oxigena a economia brasileira está estagnada desde 2015. O Brasil experimenta neste momento, saindo da pior depressão dos últimos 100 anos. O País necessitando de "desobstrução" do fluxo de dinheiro para ativar a economia.

Na economia acontece coisa semelhante ao corpo humano. Não havendo fluxo constante de dinheiro para irrigar o mercado de consumo, não haverá crescimento econômico sustentável. Certamente, o aumento de fluxo de dinheiro não poderá ser via crédito bancário. O aumento de fluxo de dinheiro deverá ocorrer com o aumento do número de empregados e consequente aumento da massa salarial.

Enquanto o Brasil está doente, com suas coronárias entupidas, dificilmente, os investidores do setor produtivo vão investir em suas fábricas, criando assim novos empregos. Somente com criação de novos empregos, o País sairá deste marasmo, quase parando. 

Brasil precisa urgentemente de colocar o stent para melhorar o fluxo de dinheiro no mercado de consumo. A oportunidade de mudança deste quadro de marasmo parece vir somente com a eleição de um novo presidente da República, no ano que vem. 

Brasil precisa urgente do Sírio Libanês!

Ossami Sakamori

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.