Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sábado, 11 de novembro de 2017

Inflação voltará!

Crédito da imagem: Exame

Segundo o IBGE, a inflação no País no mês de outubro foi de 0,42%. O índice é maior do que 0,26% registrado em outubro do ano passado. Com isso, o acumulado dos últimos 12 meses ficou em 2,70%, abaixo do "piso" (sic) da meta do Banco Central de 3%. O governo Temer comemora, mas não vejo motivo para tanto. A volta da inflação pode atrapalhar o sonho de País que está em vias de sair da pior depressão dos últimos 100 anos. 

O custo para alcançar o baixo índice de inflação, tão comemorada pelo ministro da Fazenda Henrique Meirelles, é muito alto para o País. O número de desempregados e desalentados (os sub-empregados e biscateiros) está próximo de 40 milhões de trabalhadores. O número de pessoas adultas inadimplentes no comércio está ao redor de 60 milhões. Para uma população de 207 milhões de pessoas, incluindo menores de idade para o trabalho, os indicadores econômicos/sociais são aterrorizantes. 

Os indicadores econômicos faz parte do resultado de uma "matriz econômica" equivocada dos sucessivos governos desde 2003, incluindo o governo Temer. A matriz econômica do governo Temer nada diferencia dos governos anteriores. O principal formulador da política econômica do governo Temer Henrique Meirelles é o mesmo que presidiu o Banco Central por 8 longos anos no governo Lula. Em política econômica, governo Temer é a mesma dos governos Lula/Dilma. Nada me convence que é diferente. 

Com um pequeno aumento da demanda no consumo e o efeito do aumento de combustíveis para próximos meses, a fantasma da inflação volta rondar o Palácio do Planalto. Não tem como sair do círculo vicioso, sem a mudança na "matriz econômica" preconizada por mim no Brasil liberal já! . A última esperança é que o novo presidente da República trilhe um novo caminho, saindo da mesmice "neoliberal" dos últimos 15 anos!

Ossami Sakamori

5 comentários:

  1. Uma pena Sakamori.

    O governo só dá ouvidos para aqueles que o rodeia, que ficam em volta de sua mesa, sempre achando certo o que ele faz.

    Não tem ouvidos para ouvir o clamor e as sugestões que vem de fora ou das ruas.

    É assim...

    ResponderExcluir
  2. Controle da inflação depende do ambiente para investimentos no aumento da oferta de bens e serviços para assegurar o equilíbrio com a demanda, caso essa aumente com o crescimento do emprego e renda...

    ResponderExcluir
  3. Como gostaria de morar na cidade onde moram esses cabra que divulgam esses índices.
    Acho que na minha cidade os donos de supermercados, farmácias, comércio em geral não assistem os jornais avisando que a inflação está nesse patamar.
    Agora, quem reajusta meu salário em janeiro por esse índice mandrake está morrendo de rir

    ResponderExcluir
  4. Não é de hoje que os governos mentem e enganam a população. A sinceridade é uma palavra proibida em Brasília.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.