Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sábado, 3 de janeiro de 2015

PT é uma quadrilha de ladrões, sim!


Infelizmente, tenho que negar a afirmação da fala do ex-ministro chefe da Secretaria Geral da Presidência da República Gilberto Carvalho. Ele afirmou na transmissão de cargo para o Miguel Rossetto de que os petistas não são ladrões e que os que cometeram erros foram devidamente punidos. 

Gilberto Carvalho, você pode ser exceção à regra dentro do quadro do PT. Você deve sido tudo o que você tem falado para o público e para a imprensa. Você deve pertencer como maioria da classe média que tem um sítio com quitinete e um apartamento com financiamento do BB em 19 anos. Gilberto, você não deve servir como "padrão" do PT até porque foi afastado do cargo de expressão no segundo mandado da Dilma. 

Como prêmio de consolação ganhou o cargo de presidência do Conselho de Administração do Serviço Social da Indústria - SESI. Gilberto, pelos menos, nos próximos 4 anos você tem emprego garantido ao contrário de muitos brasileiros  de sua idade e formação, com salário mensal de R$ 36 mil, acrescidos de mordomias e benefícios que o cargo requer. Gilberto, o salário de R$ 36 mil não é qualquer um que ganha, ligeiramente superior aos dos ministros do STF! 

Gilberto, discordo de você, sobre o uso do "aparelho" do Estado nos últimos 12 anos para promover políticas sociais por seu partido, o PT. Gilberto, o Estado não é "aparelho" que pertence a um grupo de político ou a uma facção criminosa. O Estado brasileiro é de todos os brasileiros, de todos os 201 milhões de pessoas, composto por todas classes sociais, por todas cores da pele e de todas regiões do Brasil, inclusive os petistas.

Nota: No regime militar de 1964, os "aparelhos" eram as quadrilhas de terroristas, num destes fazia parte a Dilma. Igualmente o Alto Comando do Exército era conhecido como "sistema".

Gilberto, a presidente Dilma foi eleito não pela "quadrilha" de pobres, como você falou ontem. Não aprovo esta forma de discurso que é padrão do seu partido, o de divisão do País em classes sociais e de cores da pele. Esse bordão do PT de separação do País em pobres e ricos, brancos e negros e sulinos e nordestinos, não pega mais. Essa divisão de classes sociais e de cores da pele é invenção do partido que você pertence, o PT.

O Brasil, até aparecer o governo do PT, não era pregado esta divisão de classes. Gilberto, você próprio é exemplo de ascensão social, de sindicalista virou presidente do Conselho de Administração do SESI ganhando R$ 36 mil. Olhe no espelho, Gilberto Carvalho. Olhe, donde você veio e para onde vai, apenas porque você faz parte do "aparelho" do Estado petista como você disse.

E quanto aos colegas do PT que permanecem no poder, entre os quais a sua presidente Dilma, eles são "ladrões", sim. Gilberto, convenhamos, excluir a "facção criminosa" que comanda o "aparelho" do Estado dos malfeitos na administração, até agora desvendado, na Petrobras chega a ser ridículo. O grupo que você pertence não é "aparelho" dos tempos da ditadura militar, mas apenas "facção criminosa" no poder. 

Gilberto, somente na Petrobras, você sabe melhor do que eu, houve "ladroagem" de R$ 10 bilhões repartidos entre os membros da facção criminosa, entre os quais as figuras que você admira, presidente Lula e presidente Dilma. Ao defender a probidade dos ilustres presidentes você é no mínimo cúmplice de todos atos praticados por ambos. Felizmente, você diz que está fora dos malfeitos, mas os seus admirados presidentes estão mais sujos do que o "pau do galinheiro", Gilberto.

Gilberto, obrigado por ter me dado a motivação para minha manifestação de indignação contra a "facção criminosa" que apossou-se do Brasil nestes últimos 12 anos.



Gilberto, o PT é uma quadrilha de ladrões, sim!


Ossami Sakamori







10 comentários:

  1. Concordo totalmente.

    ResponderExcluir
  2. Espetacular texto Sakamori, postei parte dele la no meu blog, mas deixei parte para que os leitores dirijam-se a sua pagina, ok? Vamos continuar batendo na cambada? Abracos.

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto, principalmente pela sua genialidade em surrar quadrilhas. Grande Saka, quando alguém defende alguma coisa, algum interesse tem. Se o Gilberto de Carvalho não fizesse parte da facção criminosa, lógicamente não teria sido beneficiado com esse belíssimo cargo, que me deu até água na boca. É vergonhoso um governo que divide a Nação, só governa para Petistas, promove a discriminação Racial, não pune Bandidos, solta todo mundo, se for Petista então, já sai empregado, transforma o Exército em um mundo sem lei, mas ficam morrendo de medo de tudo e solicitam ao Sistema como dizem vcs, 2500 homens para protege-los na posse que compraram a presença de 30000 pessoas e só apareceram 2000,, de não serem bem recebidos, e não foram. Os brasileiros, vc tem razão Saka, não gostam de comunistas, eles não gostam de BANDIDOS RICOS, e nem de quem divide o BRASIL. Se vcs fazem parte de uma quadrilha de asnos que roubam e querem dividir o povo pela cor da pele e pelas regiões, podem desistir nos fazemos parte da QUADRILHA DE BRASILEIROS que pagamos impostos, moramos de norte a sul e temos todas as cores da pele e somos mais forte que qualquer quadrilha petista,porque AMAMOS O BRASIL

    ResponderExcluir
  4. Pena que o inferno está cheio de gente bem intencionada e honesta,mas os malfeitores não vão para lá,porque são sócios beneméritos dessa região onde o demônio também faz morada.
    A casa da mão joana continua aberta...
    Quem poderia nos salvar,ou foi comprado pela quadrilha ou foi enfraquecido por ela.
    Pouco se fala do Foro de São Paulo e Unasul,onde decidiram o destino do Brasil que está na fase final de preparação para instalação do comunismo sino-soviético.
    Enquanto ficamos debatendo sobre as águas,tentando não nos afogar,o oceano de podridão nos entregou (povo)de bandeja para a miséria programada.
    Quem não é amigo da rainha (e do rei) está com os dias contados.
    COMECEM A ESTOCAR PAPEL HIGIÊNICO.

    ResponderExcluir
  5. "Tadinho dele"! todos nós sabemos que no PT só tem ladrão, porém,ele não."Não me engana que eu não gosto, Gilberto!"Com essa nefasta declaração ele mostrou,claramente,que também faz parte da gangue petralha e que não está fora da ladroagem .
    Não perdi a esperança de ver a maldita quadrilha fora do poder.
    #DilmaNãoMeRepresenta #ENuncaMeRepresentará!

    ResponderExcluir
  6. sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

    Gilberto Carvalho sai dizendo não é ladrão e vai ganhar R$ 60 mil mensais no SESI. Ou R$ 3,1 milhões nos próximos quatro anos.
    Gilberto Carvalho, o "não ladrão" do PT "não quadrilha", vai substituir Jair Menegelli no Conselho do SESI ganhando R$ 60 mil por mês. O antigo chefe faturou, em 11 anos, R$ 8,5 milhões. É um belo descanso do guerreiro para o homem que abafou e enterrou o assassinato de Celso Daniel, entre outras "bondades".

    Na troca de comando da Secretaria Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, que transmitia o cargo para Miguel Rossetto, roubou a cena de seu sucessor. Num discurso que ele mesmo classificou como “sincericídio”, Gilberto disse que os petistas não são ladrões. Segundo ele, o governo petista mudou a cara do país combatendo a desigualdade. E dando uma resposta atrasada ao candidato tucano derrotado à Presidência, Gilberto disse que tem orgulho de pertencer à quadrilha a que Aécio Neves se referiu como sendo o governo Dilma.

    — E aquele que disse que perdeu a eleição para uma quadrilha, eu quero responder que é essa a nossa quadrilha Para eles, pobre é quadrilha. É essa quadrilha dos pobres, que foi injustamente vencida na história e que agora é tratada com um mínimo de dignidade, quero dizer com muito orgulho que pertenço a essa quadrilha e nós vamos continuar mudanças nesse país — discursou Gilberto, dizendo que deixa o governo com uma kitnet rural e um apartamento financiado pelo Banco do Brasil.

    Ele desafiou que seja feito acompanhamento da evolução patrimonial de quem acusa os petistas. Gilberto disse que não vai levar “desaforo para casa”. Mais tarde, em entrevista, ele esclareceu que estava, de fato, respondendo ao senador Aécio.

    O ex-ministro, que está no Palácio do Planalto desde a chegada do PT à Presidência, em 2003, aproveitou para defender os companheiros que foram condenados no processo do Mensalão. Ele reconheceu, no entanto, que alguns erraram, mas que todos pagaram o preço por isso. Gilberto citou o Luiz Gushiken, que foi ministro da Secretaria de Comunicação Social, e que, segundo ele, morreu sem o “devido reconhecimento”.

    — A imensa maioria dos nossos companheiros, ministros e assessores trabalha aqui por amor, trabalha aqui para servir. Nós não somos ladrões. Não vamos levar desaforo para casa. Temos dignidade. É verdade que há entre nós aqueles que tombaram e aqueles que caíram nos erros. Diferentemente de antes, cada um de nossos companheiros que cometeu um erro foi punido, pagou um preço doloroso para nós, mas pagou o preço e isso eu espero que sirva de fato para um novo padrão republicano — disse.

    Gilberto chegou a pedir desculpas à presidente Dilma Rousseff pelas dores de cabeça que suas declarações à imprensa já causaram. Antes de ser ministro de Dilma, Gilberto foi chefe de gabinete dos dois governos de Lula. ( O Globo)
    Postado por O EDITOR às 18:41:00
    http://coturnonoturno.blogspot.com.br/2015/01/gilberto-carvalho-sai-dizendo-nao-e.html

    ResponderExcluir
  7. Esses discursos, como o do Gilberto, já não têm mais aderência. Mais de 50% do eleitorado não acredita mais no PT. A menos que ate 2018 o PT faça um milagre economico o brasileiro fará outras opções.

    ResponderExcluir
  8. O pior é que o PT já blindou as urnas eletronicas,garantindo sua perpetuação no reinado (descobriram a fórmula da vida eterna).

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.