Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Dilma revê: A conta de luz virá salgada!


Brasileiro tem memória curta, mas nem tanto. Vocês lembram do estardalhaço que foi feito pela presidente Dilma no início de 2013, reduzindo a tarifa de energia elétrica ao nível do consumidor em 20%? Lembram, não?  Pois, aquela medida era um grande engodo, uma mentira plantada para angariar popularidade da presidente Dilma. Agora, a máscara caiu, chegou a hora de consumidor pagar as contas.

Já no decorrer do ano de 2013, descobriu-se que a medida continha erros autoriais que dava prejuízo permanente para o setor elétrico, independente do acionamento das usinas térmicas ou não. Quem levou a culpa foi o São Pedro. Regime de chuvas pagou o pato. Por falta de planejamento e investimento, o sistema elétrico teve que acionar as usinas termoelétricas movidos a gás e a diesel. Por ironia do destino foram acionados usinas térmicas que foram planejados e construídos a toque de caixa pelo FHC, diante do racionamento da energia elétrica em 2001. 

O setor elétrico, em razão da política de "engessamento" das tarifas públicas e em especial ao do setor em razão das medidas tomadas em 2013, está em situação econômica financeira deplorável. Isto foi objeto de várias matérias neste blog, mas como sempre, a imprensa deu pouco destaque ao problema que foi criado, com medida puramente eleitoreira da presidente Dilma. A imprensa tem medo da Dilma. A imprensa só divulga depois que o leite está derramado. É o caso do assunto, agora. 

Não vou entrar em detalhes de números até porque, estes são sonegados pelo governo. Não há transparência nas contas do subsídio que o setor elétrico recebeu e recebe desde a medida do "desconto de conta de luz" em 20% em 2013. Quem sou eu para contestar os números apresentados pela imprensa. Mas tem muito esqueleto escondido no armário, além daqueles apresentados pela imprensa. Eu mesmo constatei.

O governo Dilma mente tempo todo. A imprensa apresenta os passivos do setor elétrico em razão da medida de redução tarifária de 2013, como sendo apenas do Tesouro e do fundo do setor elétrico. A imprensa não divulga o passivo do setor elétrico para com a CEF e com o BNDES. Ainda há novos rombos que agravarão o setor elétrico como todo, como o custo da Usina Belo Monte, que nem a Eletrobras com participação de 49%, sabe como isto vai terminar. Portanto, o rombo do setor elétrico é muito maior do que divulgado pela imprensa.

Pois, chegou a hora de consumidor pagar a conta. Diante da necessidade de Fazenda fazer os ajustes nas contas públicas, Dilma e equipe econômica resolveram transferir o ônus do erro passado para os consumidores de energia elétrica. A decisão é correta, assim como foi incorreta a decisão da redução tarifária de 20% em 2013. No entanto, a realidade tarifária está vindo no meio da prevista "estagflação". Assim, a medida anunciada pela equipe econômica da Dilma está vindo em má hora, o efeito será dobrado no bolso do consumidor. 

Aproveitando o assunto de energia elétrica, tem mais uma notícia ruim. Por falta de planejamento, não há projetos de novas usinas de geração de energia, tanto hidroelétricas ou usinas alternativas de grande capacidade para entrar em operação nos próximos anos. O Brasil, só não entrou em "racionamento" de energia elétrica porque o País teve crescimento pífio nestes últimos 4 anos. Isto é ironia do destino. Tanto Dilma falou que não haveria racionamento de energia que Deus deu uma mãozinha fazendo o País ter crescimento pífio na primeiro mandato dela. 

Aos que estão lendo este blog, já vou avisando que a tarifa extra de "bandeira vermelha" de R$ 3 para cada 100 Kwh, não faz parte das medidas do realismo tarifário, mas uma medida permanente que dependerá apenas dos níveis de reservatórios, conforme determina a medida. A bandeirada poderá ser acionada conforme regime de chuva que São Pedro mandar.  

Resumindo. A realismo tarifária no setor de energia elétrica, no meio de "estagflação" fará o consumidor de energia elétrica sentir o efeito em dobro. 

Apertem o cinto que a conta de luz virá salgada!

Ossami Sakamori


12 comentários:

  1. Ontem a noite o Globo News fez uma projeção de 26 bilhões de déficit do setor que serão compensados nas contas de energia

    ResponderExcluir
  2. O governo Dilma foi enganação, já sabíamos que a dívida do setor elétrico antes das eleições chegava à 60 bilhões de reais, mas o povo não deu atenção, achavam que o mar era de rosas e agora vão descobrir que tinha muito espinho.

    ResponderExcluir
  3. Bom Dia, caro Prof.! Poderia tirar uma dúvida? Soube através de uma prima que cada casa deveria ter um aparelho que iria indicando o consumo da energia elétrica p/ que consumidor soubesse quando estaria atingindo o limite p/ bandeira vermelha. Segundo ela, está previsto a instalação por norma do governo mas não foi distribuído nas residências, será?? É o justo, pois o consumidor só vai ficar sabendo que chegou na bandeira vermelha DEPOIS de entregue a conta? No caso de instalação de aparelhos de medição, certamente governo superfaturaria e com licitação suspeita... imagine o tanto de residências por todo o Brasil!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara Aurora,

      A bandeira, não vem no medidor de luz. Ela vem na conta de luz, conforme região onde você mora. Na região sudeste e sul, tenho de cabeça, que a bandeira para mês de janeiro é vermelha.

      A tarifa na bandeira vermelha é de R$ 3 para cada 100 kwh consumida. Não é percentual.

      Essa tarifa não tem nada a ver com o tarifaço que virá no próximo aumento de energia. Depende de cada companhia de distribuição. Vc pode se informar na Companhia o próximo aumento. A Companhia, porém, não sabe ainda quanto vai cobrar. Depende da autorização do ANEEL.

      Obrigado sua participação!

      Excluir
  4. Os petralhas acabaram com o país.
    Todo dia tem uma bomba.
    O processo de destruição de Cuba começou assim,quando Fidel tomou o poder.
    Assim continuou na Venezuela e assim será nesta terra de ninguém,chamada pátria amada...

    ResponderExcluir
  5. Grata, Prof.! Eu estava mesmo considerando estranho isso do aparelho que a prima comentou. Vou aproveitar e repassar suas explicações p/ ela, que já estava pensando em ir numa agência próx. da CPFL requisitar seu aparelhinho, kkkk... Um ótimo dia!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse regime bolivariano,lulupetista,conhecidamente mentiroso,veio para detonar o que restou do antigo Brasil.
      É incompetência atrás de incompetência,regada à corrupção e roubo,mascarado com legitimidade de leis,emendas,remendos etc.,para massacrar o povo leniente e apedêuta e,tem gente que,anestesiado,anseia pela proximidade do carnaval e das olimpíadas (piadas) de 2016.
      Você merecem o país que têm.

      Excluir
  6. Caramba, eu tava com meu ar condicionado ligado direto!!

    ResponderExcluir
  7. Bem,eu já paguei a conta com a Bandeira Vermelha da pouca vergonha, moro aqui na divisa com o Est. de SP, no Complexo de Urubupungá, duas grandes usinas, Jupiá e Ilha Solteira, junto com a Termoelétrica da Petrobras, no inferno de 40 graus. A vergonha nacional, como diz um dos Anônimos, onde só se pensa na mentira do divertimento, agora Carnaval, e depois a Piada Olímpica, e nos que sustentamos tudo, estamos cada vez mais pobres e sem a quem recorrer nesse País de vagabundos. Duvido que algum Ministro pague Luz, ainda mais com a própria bandeira de ladrões do PT

    ResponderExcluir
  8. Boa noite Mestre.Mentiras Mentiras Mentiras.Don Juan de saia Ops de calças mesmo. .Já comprei 30 velas. Só para lhe lemorar ,hoje é o primeiro 13 do ano . Vamos petralhar?Abraços .

    ResponderExcluir
  9. E se o povo se negasse a pagar os impostos? O que aconteceria? A farra continuaria?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí iria agilizar as ¨competentes¨autoridades fiscais.
      Aí iriam ënquadrar¨o povo,aliás,como já o fazem...
      Desde o tempo do Brasil-Colônia é assim e,agora com a Colônia-Brasil,nova estrela sino-russo-bolivariana,não será diferente.

      Excluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.