Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Dilma presenteia aumentos para a população!


Presente, de início do ano, da presidente Dilma para o povo brasileiro, aumento de tarifas administradas para tentar sair do congelamento pós eleições. Com eleições ganha, o povo que se lasque. Isto é só o começo das agruras do ano de 2015. Vejam o que acontece com os aumentos.

O aumento de tarifa de energia elétrica por conta das bandeiras, vermelhas para o mês de janeiro, de R$ 3 para cada 100 Kwh consumida, significa acréscimo médio de 7,5% para o consumidor médio. A Dilma tenta justificar o aumento, após desastrada redução de tarifa de contas de luz em 2013, culpando a condição do reservatório da usinas hidroelétricas.


Os aumentos de tarifa dos metropolitanos e de ônibus em São Paulo de R$ 3 para R$ 3,50 e aumento de tarifa de ônibus no Rio de Janeiro de R$ 3 para R$ 3,40, significa um aumento médio de 15% que deverá ser considerado na composição de inflação do mês de janeiro.

O aumento das tarifas no primeiro mês do ano de 2015, resulta do congelamento dos aumentos das tarifas desde 2013, em função das manifestações de ruas no mês de junho daquele ano. O congelamento das tarifas foi também em função das eleições do ano de 2014, tudo com intenção de transmitir a "sensação de bem estar" e a "sensação do poder de compra" da população.

O já anunciado corte nos benefícios sociais, como seguro desemprego, conta feita pelo governo de R$ 18 bilhões, faz parte do esforço fiscal de equilíbrio orçamentário. A medida tomada, ainda a ser votada no Congresso Nacional, tem repercussão positiva dentro da política econômica. Funciona como se fosse o descongelamento dos benefícios aos trabalhadores e aos beneficiários do sistema previdenciário.

Estas medidas, no meu entender positivo e necessário, porém exporá as mazelas do governo Dilma do primeiro mandato. Como isto vai impactar no índice inflacionário e no crescimento ou desaquecimento da economia ainda é cedo para fazer avaliações. Na economia, o impacto acontecem no decorrer dos 6 meses seguintes ao das medidas tomadas.

Está previsto ainda para o mês de janeiro, o aumento da taxa Selic para 12% ao ano, no mínimo, num esforço de conter a inflação. A medida equivocada de tentar segurar a inflação apenas com o aumento real das taxas de juros pagos pelo Tesouro, tem o efeito paradoxo. Ao mesmo tempo que contrai a circulação da moeda no consumo há consequência inevitável de aumento de juros na ponta do consumidor.


Hoje, terá a posse oficial do novo ministro da Fazenda Joaquim Levy que deverá trazer mais novidades na área econômica. O assunto será objeto de uma matéria específica que farei após análise do discurso do novo ministro.


Dima faz tudo ao contrário do que foi prometido na campanha presidencial de outubro de 2014, presenteia aumentos para a população.


Ossami Sakamori



7 comentários:

  1. Fazer tudo diferente do que prometeu já é marca registrada da incompetente Dilma. Esses " presentinhos de grego" são só o começo de mais arrocho que virá daqui para frente.
    Quando os "petrouxas" que votaram nela dar-se-ão conta de que todos nós pagaremos caro para cobrir os desmandos e roubos dela e do PT???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você. A conta será alta!

      Excluir
  2. O CIRCOBRASIL,quando não tem espetáculo,apresenta qualquer um,desde que seja para enganar o povão que,por enquanto,tem CIRCO,mas,brevemente não terá PÃO.
    Viva o Circo.
    Viva a platéia,que é obrigada a chamar ladrões de excelência...

    ResponderExcluir
  3. Nossa aqui na minha cidade Tres Lagoas MS, já é bandeira vermelha há muito tempo devido também a Termo Elétrica juntamente com o Complexo de Urubupungá que aumentaram o preço mas não conseguiram produzir o necessário, que COR será a bandeira ? continuará VERMELHA mas terá uma FOICE E UM MARTELO ? Se para ganhar eleições quem está no poder mente descaradamente e ainda recebe o apoio do STF e do Legislativo, sempre estará em vantagem e nunca sairá do poder. E o povo sempre sendo enganado e pagando pela sua asnice petista

    ResponderExcluir
  4. Os preços de tudo neste país tá no sinal verde, não para, tá sempre em disparada. Nós, estamos no sinal amarelo, atônitos com tanto descalabro. E o governo Dilma tá no sinal vermelho, estagnado, parado.

    ResponderExcluir
  5. Estava escrito que seria assim.
    Só o povo não acreditou.
    E tomou...

    ResponderExcluir
  6. QUEM PUDER IR EMBORA DO PAÍS,AINDA É TEMPO...
    O DEMÔNIO SE APOSSOU E NÃO VAI LARGAR O PAÍS...
    O BRASIL NÃO EXISTE MAIS...

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.