Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Política econômica da Dilma tem a cara do Ceveró!


O que vou dizer aqui, os neo-liberais, tanto o da direita como o da esquerda não vão gostar . Aliás, vão cair de pau sobre o que vou dizer nesta matéria. Mas, vou em frente, assim mesmo. Vocês, leitores, merecem conhecer a verdade. 

Para começar vou dizer que a desgraça brasileira do baixo crescimento é por conta desta visão equivocada da política econômica dos sucessivos governos, sobretudo os dos últimos 12 anos.

A política econômica é constituída de conjunto de medidas que englobam as contas fiscais, plano de investimentos de longo prazo e controle monetário da moeda. Não tem como executar a política monetária olhando apenas nas contas fiscais ou apenas no controle da inflação e câmbio. Não há política econômica séria que não contemple o plano de desenvolvimento sustentável do País.

O certo é que as linhas gerais da política econômica deveriam ser traçada pelo Ministério de Planejamento à frente, e em conjunto com o Ministério da Fazenda e Banco Central, que seriam os executores da política econômica elaborado em conjunto. A função do Ministério do Planejamento do Brasil está distorcida. O Planejamento no Brasil não planeja e tem função de executar o PAC - Programa de Aceleração de Crescimento.

No Brasil, faz de conta que a função da elaboração da política econômica é do Ministério da Fazenda. O povo, os agentes econômicos do governo e fora dele, espera do Ministério da Fazenda a definição da política econômica que não é de competência exclusiva dela. A própria presidente Dilma, informalmente, dá este encargo ao ministro da Fazenda, o que é um equívoco.

Outro equívoco é querer transformar o Banco Central num órgão independente, sem conexão com a política econômica do governo. Isto é um grave equívoco! Não há, na prática, Banco Central independente. Isto foi tema da campanha presidencial como se fosse pilar da política econômica. 

Equivoco pior é sobre o câmbio flutuante. Câmbio flutuante é apenas tese. Não há câmbio totalmente flutuante na bolha financeira mundial. Câmbio não é preto e nem branco. Digamos que a política cambial tem cor cinza. O próprio Banco Central do Brasil não pratica o câmbio totalmente flutuante. O Banco Central atua no mercado de câmbio emitindo títulos atrelados à variação cambial denominado swap cambial tradicional. Há outros mecanismos de "intervenção" branca ou "controle" branco. 

Vocês acham que a FED executa a política econômica à revelia do Obama? Vocês acham que o pacote de estímulo da Zona de Euro posto em prática pelo BCE não teve aprovação da toda poderosa chanceler Angela Merkel? Ou vocês acham que o Banco do Japão, o banco central, faz a sua política monetária independente do premier Shinzo Abe?
O Brasil quer seguir teoria equivocada, chegando a cometer "erro sistêmico" na política econômica que está inviabilizando o País.

O Brasil não aprende! O PT não aprende! A Dilma não aprende! Ficam nesta discussão besta de Banco Central independente e fingindo que é o Ministério da Fazenda que elabora a política econômica do governo. Enquanto isto, cada ministro da área econômica faz questão de mostrar que manda no seu pedaço até porque a presidente não entende bulhufas da economia. Dilma é uma economista sub-inteligente, que não conseguiu sequer terminar a tese de pós-graduação na Unicamp.

Não querendo diminuir a capacidade do Ceveró, até porque ele é bom em ladroagem, mas a cara do Brasil é como a cara dele. O ministro da Fazenda Joaquim Levy olha para frente e o presidente do Banco Central olha para baixo. E o ministro Nelson Barbosa do Planejamento está de olho nos dois: Levy e Barbosa. E Dilma presidente não sabe o que faz com os três, pois não tem o conhecimento e coragem que tem o Obama, o Shinzo Abe e a Angela Merkel, para poder enquadrar os três no mesmo rumo. 


A política econômica da Dilma tem mesmo cara do Ceveró!

Ossami Sakamori









10 comentários:

  1. O panejamento no Brasil tem função de executar o PAC. Aquele que está no terceiro e nem executou a metade do primeiro? O negócio está feio professor.

    ResponderExcluir
  2. Dilma não entende de economia mas dá pitaco e é egocêntrica. Não confia em seus Ministros. Por isso essa bagunça. Se um Min dá entrevista e Dilma não gosta, manda o coitado se retratar imediatamente. Até Levy se desculpou pelo que disse na conferência em Davos. Porque ela mesmo não foi em Davos falar? Mas e a coragem! preferiu se encontrar com o cocaleiro Evo Morales. Levy é a bucha de canhão da Dilma. Em meados de 2014, Dilma e Mantega já tinham traçado os cortes nos direitos trabalhistas. Levy anunciou porque Dilma não teve a coragem de fazê-lo. Por isso nenhum petista quis essa vaga de Ministro.

    ResponderExcluir
  3. Se a "pseudo política" econômica da Dilma tem acara do Cerveró,por certo,é um horror sem fim!
    Ele vem provando que não entende "nada de nada" e,como sempre,fez mais uma péssima escolha de ministros. Não demorará muito e eles estarão se desentendendo para piorar mais ainda a situação do país que já se encontra desacreditado também internacionalmente.

    ResponderExcluir
  4. Se puserem o governo dilma para administrar o Deserto do Saara, em quatro anos faltará areia!

    ResponderExcluir
  5. Será que a Dilma está cumprindo, agora, seu estágio obrigatório quando fez sua graduação em economia?

    ResponderExcluir
  6. Será que um bom óculos não faria o Cerveró parar de ter uma visão camaleonica ? Sabemos que tudo está desandando, porque de onde deveria partir o exemplo, parte o aumento doas gastos, e isso nos Tres Poderes. Então, aumentam de quem não precisa e tiram de quem não pode. Sempre fizeram isso. Vamos ver até onde conseguem esfolear o povo cordeiro....Eu não sabia que Camaleão era tão fominha

    ResponderExcluir
  7. "CINEGRAFISTA AMADOR DESMONTA FALÁCIA DO 'SECALHÃO TUCANO' APONTADO PELO PT E REVELA VERDADEIRO OÁSIS NA SERRA DA CANTAREIRA COM BARRAGEM ATOLADA DE ÁGUA

    Circula pelas redes sociais este vídeo acima postado no Canal MCC Guarulhos (Movimento Contra a Corrupção) no Youtube, mostrando que uma represa do sistema Cantareira, em São Paulo, está abarrotada de água.

    O cinegrafista amador circula de carro ao longo da Barragem Paulo de Paiva Castro, que integra o Sistema Produtor Cantareira que fornece água para São Paulo. A barragem fica no sopé da Serra da Cantareira, ocupando em certo trecho os dois lados da rodovia como se pode observar no vídeo.
    Informa também que a Guarda Florestal permanece vigiando a área e não permite fotografias e nem filmagens da barragem, motivo pelo qual o cinegrafista foi obrigado a filmar tudo de dentro de seu veículo em movimento.

    (...)"

    Ver video:

    https://www.youtube.com/watch?v=U8LX046Iwv0

    http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2015/01/cinegrafista-amador-desmonta-falacia-do.html

    ResponderExcluir
  8. Esse artigo está genial! Claro como água! Gratíssima por dividir seu brilhante conhecimento conosco.

    ResponderExcluir
  9. O governo nas suas três esferas não faz uso correto do planejamento. Se equivocam e feio! Quando sabemos que o mais necessitado, se não planejar o seu pão do de cada dia, vai passar fome.! Planejar é prevenir acontecimentos catastróficos, como os que estão aí na nossa cara!

    ResponderExcluir
  10. Dilma, coitada, que não sabe se expressar bem ao vivo, nem concatenar suas ideias de forma correta, e se, quando discursa fica brigando com o teleprompter, como poderá ter seu ministério operando de forma adequada e eficiente?

    Os ministros recém empossados ficarão fingindo trabalhar de forma correta até ficarem cansados das idas e vindas e desencontros deste governo e jogarem suas toalhas.

    Tanto pior para o Brasil...

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.