Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Marina Silva, fato novo!

O falecimento prematuro do Eduardo Campos, candidato à presidência da República, me tirou do rumo.  Não vou aqui discutir, novamente, se o acidente aéreo que tirou a vida do Eduardo Campos foi simples fatalidade ou não. A matéria anterior traz mais de 60 comentário dos leitores.  Em querendo, poderão acessar à matéria para entender minha posição.

 
Antes de qualquer coisa, achei maior falta de educação para com os familiares do Eduardo Campos, a Marina Silva instar a Executiva do PSB para definir sobre a sucessão da candidatura, antes mesmo da realização do sepultamento, que foi feito ontem, no final da tarde.  O objetivo parece ter sido, fotografar ao lado do caixão e da família do Eduardo Campos como o candidato do PSB como sucessor deste.
 
Independente da falta de tato da Marina, vamos fazer aqui a análise estritamente política do novo quadro que se apresenta.  
 
A candidata Marina Silva, foi petista sempre. Sempre foi quadro importante do Partido dos Trabalhadores.  Elegeu-se senadora pelo PT do estado de Acre. Foi ministra do Meio Ambiente do governo Lula pelo PT. Marina Silva tem sangue do PT. O marido ou ex-marido, ainda pertence ao quadro do PT, segundo informações.  Filiou-se ao PV para lançar-se candidata à presidência em 2010, por falta de espaço no PT. Desligou-se do PV, por perder controle sobre o pequeno partido.  Tentou fundar um novo partido, a Rede Sustentabilidade.  Não conseguiu e foi abrigar sob as asas do Eduardo Campos que a acolheu, provisoriamente, no PSB, convidando-a para participar como candidata a vice-presidente na sua chapa.  

Isto é breve resumo da vida política da Marina Silva.  Pelo histórico, a nova candidata à presidência, temos noção exata de que ela é pessoa de difícil trato.  Denota o espírito egoísta e de poucos amigos.  Ela não se cria em nenhum partido.  Marina não sabe dialogar, pelo que parece.  Ela é intransigente nas suas ideias.  Marina não compartilha ideias com os seus companheiros.  Marina Silva é absolutista.  Caso eleito, não governará o Brasil, sem o apoio do Congresso Nacional e ela é incompetente para negociações.

Diante do quadro que se apresenta podemos concluir que a Marina Silva corre na mesma faixa de eleitorado da Dilma Rousseff.  Ela é petista de alma.  A diferença dela com a Dilma, sua concorrente no mesmo espectro eleitoral, é que Marina Silva, tem carisma pessoal, sobretudo no meio da juventude.  Isto atrapalha diretamente o projeto eleitoral da Dilma.  Dilma tem chance muito grande de não ir para o segundo turno das eleições. Isto é realidade que as pesquisas eleitorais vão mostrar no decorrer da campanha.
 
 
Quanto ao Aécio Neves, o candidato da oposição, em termo de ideologia, não perde com o falecimento do Eduardo Campos.  Pelo contrário, vai ganhar, os antes eleitores do Eduardo Campos.  De qualquer forma, o candidato Aécio Neves já não tinha votos dos eleitores da esquerda.  Marina Silva, não tira voto do Aécio Neves.  Resta saber se o candidato Aécio Neves consegue abocanhar votos em quantidade maior que a Dilma Rousseff.  Na minha opinião, a disputa do segundo lugar, será entre Dilma e Aécio, com certeza.

No caso de ascensão da Marina Silva para primeira colocação, fica na dúvida a continuidade do apoio do PMDB à candidata Dilma Rousseff.  Diante da iminente tendência da radicalização da esquerda, é possível que o PMDB que foi sempre o fiel da balança da política brasileira, desde regime militar de 64, volte a sua bateria de apoio ao candidato Aécio Neves.  Com certeza, o PMDB nunca apoiará a candidata Marina Silva. Isto é um outro fato concreto.

Diante do novo quadro, o PT pode partir para troca do candidato à presidência da Dilma para Lula.  Da parte do PT, único nome que pode contrapor à Marina Silva seria o Lula, o chefe mentor da Marina na política.  A troca de candidatos, segundo a legislação poderá ocorrer até dia 20 de setembro, salvo caso de morte.  Isto é um novo ingrediente para ser considerado.

Cabe aos leitores deste, fazer opção desde já para um dos candidatos, quer seja de esquerda ou de direita.  Não temos mais tempo de escolha, diante do quadro que se apresenta. 

Hoje, em respeito aos meus leitores, estou definido minha posição para apoiamento da candidatura do Aécio Neves para presidência da República.  Chega de atirar no escuro. Está na hora de nos definirmos o nome do candidato, seja Aécio Neves ou Pastor Everaldo, mas que seja opção democrática.  Não quero, nem para mim e nem para os meus descendentes, o País comunista ou bolivariano.  
 
 

Quero meu país de volta!  Não desisto do Brasil. Nem Marina, nem Dilma.  Meu voto é do Aécio Neves!

Ossami Sakamori

 
 

7 comentários:

  1. Pois é, Sakamori, não temos opções.

    Acho que você também entende que Aécio não é a melhor opção, mas, diga: temos outra opção?

    O Brasil sofre há muito tempo de falta de opções decentes:

    Alguém com histórico e pensamentos adequados ao que os brasileiros querem para o país.

    E não essa turma de políticos descompromissados com o país, mas intensamente preocupados consigo mesmos e com seus partidos apenas.

    Votar em quem?

    ResponderExcluir
  2. Pois é Sakamori, acho também que o único candidato que pode tirar a Dilma do Planalto é o Aécio Neves, dos 3 ele é o melhor! Estamos com ele também! parabéns pelo texto! sou sua seguidora no twitter e no blog!

    ResponderExcluir
  3. Mau ou meno vamu fechá com aelcio neves. Aquele "vidente" do Paraná jáfalou que o AÉLSON VAI GANHAR, ele disse que a Marina ia tirar muitos votos da dilma havana, agora vai depender das articulação do AÉCIO NEVES. Se ele for esperto, ele pode tirar bom proveito dessa enrascada, mas que a "magrela" vai detonar a dilma, isso vai.

    ResponderExcluir
  4. Votar na marina silva será trocar seis por meia dúzia, e manter os petralhas essas hervas daninhas no poder. Votando no Aécio, não mais correremos o risco de transformar este país numa filial de cuba, nem desviar nossos recursos para países comunistas falidos enquanto o povo brasileiros passa por necessidades, e nos livrarmos definitivamente dessa quadrilha que está saqueando o brasil.

    ResponderExcluir
  5. AÉCIO NEVES - futuro presidente do Brasil! Todos juntos com o neto de Tancredo Neves. Vamos nessa!

    ResponderExcluir
  6. VOTO 20.

    EVERALDO PRESIDENTE!

    ResponderExcluir
  7. Para derrubar o pt, precisamos nos unir em torno do nome que tem mais possibilidades de derrubar a dilma. Aecio, com certeza. Concordo com Sakamori.
    Nao tenho duvidas que e o caminho menos incerto de colocar o pais de volta nos eixos.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.