Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Dilma, de novo JBS/Friboi ?


O FI-FGTS aprovou preliminarmente o financiamento para Ampla Infraestrutura e Construções do grupo do JBS/Friboi volume de R$ 2 bilhões do recurso do FGTS. O nome da empresa é diverso do também empresa JBS que atua no ramo de frigoríficos, mas faz parte do mesmo grupo econômico.  

A empresa JBS/Friboi já foi alvo de várias matérias neste blog, inclusive somado ao comentário do Romeu Tuma Júnior de que a empresa seria a maior "lavanderia" da América Latina.  

O grupo JBS/Friboi deve de empréstimo subsidiado do governo cerca de R$ 30 bilhões, entre o BNDES, CEF e BB. Soma-se ao volume de financiamentos subsidiados o volume de empréstimo feito pelo BNDES ao Celulose Eldorado em Mato Grosso do Sul. Este blog, não levantou o volume de empréstimo global do grupo que inclui Ampla/JBS/Eldorado.  

Como também ficou comprovado a afirmação de que o grupo JBS seria o financiador da campanha da Dilma 2014. Até último relatório financeiro da Dilma 2014, o grupo JBS estava contribuindo com cerca de 50% de todo recurso da campanha presidencial da Dilma Rousseff.

O que estranho não é propriamente sobre o financiamento a juros subsidiados de bancos oficiais ao grupo empresarial se não fosse a concentração de recursos para um único grupo econômico. Lembrando que a concentração de financiamento para um outro grupo econômico a OGX, deu no que deu, o BNDES levou calote de R$ 10,6 bilhões, que tenta receber dos avalistas dos empréstimos.


O fato deste tipo de operações representar a prática de "velha política", não isenta a outra candidata que se porta como portadora da "nova política" de beneficiar outros grupos econômicos. Lembrando que a Marina Silva é apoiado financeiramente pela controladora do Banco Itaú e do dono da Natura Cosméticos, ambos devedores ao fisco respectivamente em R$ 18 bilhões e R$ 1 bilhão. 

O fato é que a "nova política" não existe. Não existe essa de tentar colocar o PT e PSDB no mesmo balaio de maracutaias. Marina Silva, não representa a "nova política". Marina Silva faz parte do mesmo esquema de concessões de benefícios para os amigos do Palácio do Planalto, só muda os beneficiários. Os instrumentos serão os mesmos, os bancos públicos e a Receita Federal. PSB da Marina Silva faz parte sim, também, da "velha política" de "toma lá, dá cá". 


JBS/Friboi, definitivamente, é financiadora da Dima 2014.

Ossami Sakamori

2 comentários:

  1. Por essas e outras que digo: O Brasil vive uma ditadura de esquerda e Lula/Dilma mandam e desmandam livremente sem dar satisfação à sociedade brasileira. Com mais um mandato para Dilma e chegaremos ao mesmo estado que se encontra a Venezuela e agora a Argentina em greve geral. O pior disso tudo é que o PT está raspando o tacho. Aonde encontra dinheiro eles levam embora. Quem assumir a Presidência, se não for eles, terá enorme dificuldade em "arrumar a casa" e "capitalizar" o Brasil.

    ResponderExcluir
  2. O brasil só tem uma solução, devolver pra Portugal e pedir desculpas pelo estrago feito nestes últimos quinhentos anos. Assim mesmo corremos o risco de Portugal não aceitar a devolução, achando que não tem mais jeito.!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.