Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sábado, 2 de agosto de 2014

Brasil amanhã será Argentina de hoje?

Tricotando: Cristina, me ensina como dar calote da dívida externa?

O ministro Mantega comentou na TV, hoje, que apesar de Argentina não ter efetuado o pagamento da parcela da dívida não está cometendo o "calote".  Nada mais é mentira a afirmação do ministro, a sua afirmação é tentar mitigar um baita do problema de "inadimplência".  Não importa o nome, é apenas questão semântica.  Que a Argentina não pagou a parcela da dívida vencida, não pagou!

De repente, me passou pela cabeça, uma situação que me preocupa.  O povo está admitindo a eventualidade da vitória da Dilma nas próximas eleições.  Estão falando muito que se a Dilma ganhar, o povo vai sair para rua protestar.  Não, não adianta, se eleita, a Dilma será constitucionalmente detentor do mandato presidencial. 

Passou-me, num relampejo, a possibilidade da Dilma ganhar eleições.  Deus me livre, esta incompetente exercer mais 4 anos de mandato presidencial.  Se em 3 anos e 7 meses, conseguiu quebrar o País, com "erro sistêmico" na formulação da política econômica, o que será do País com continuidade da politica econômica (sic)? 

Passou pela cabeça a situação da Argentina.  Passou pela cabeça a situação que passou a Grécia, Portugal e Espanha.  Imaginava a população daqueles países de que a situação econômica do país estava em equilíbrio.  Estes países viveram momentos como os que o Brasil está a experimentar.  Países das maravilhas, pensaram os gregos, portugueses e espanhóis.  Deram no que deram.  Deram calote no mercado internacional como está a fazer a Argentina.

Devido a política econômica equivocada, sobretudo com o dólar desvalorizado, propositadamente, sistematicamente, para produzir a "sensação de poder de compra", o Brasil passou de país exportador para o país importador. Exportamos grãos e minérios, mas importamos todo o resto. Importamos até grãos como trigo e feijão preto.  O Brasil mal consegue pagar as importações com as exportações.

Nos demais itens da balança de conta corrente, o Brasil é deficitário.  Explico. Pagamos mais do que recebemos, em juros da dívida externa, em royalties, em tecnologia, além de outros itens como seguros e resseguros.  O Brasil é altamente deficitário nestes quesitos, cerca de US$ 100 bilhões por ano.  

Outro item que ninguém dá destaque é a entrada de dólares dos agiotas internacionais para financiar a dívida pública federal interna.  O Brasil precisa de dólares para financiar a rolagem da sua dívida interna, cujo valor bruto ultrapassa R$ 3 trilhões e valor líquido, somente, do Tesouro é estimado R$ 2,2 trilhões.  O especulador internacional vem atrás do maior juros reais entre 40 países mais ricos do mundo.   Isto, por enquanto, até o encanto se esvair.  

Para equilibrar a balança de pagamentos, que a somatória de tudo que entra e de tudo que sai, o Brasil necessita não só do dinheiro dos agiotas internacionais, mas sobretudo de investimentos estrangeiros diretos (IED).  O dólar que entra de investimentos estrangeiros, somados à entrada de dólares dos agiotas internacionais, o Brasil cobre o déficit da balança de conta corrente, cerca de US$ 100 bilhões.

Se Dilma ganhar, os investimentos estrangeiros diretos, não mais virão. Não mais entrarão no País, os investimentos estrangeiros diretos (IED) e haverá muita dificuldade em captar dólares para financiar os títulos da dívida pública interna.  O País, vai começar queimar as reservas cambiais, hoje estimado em US$ 379 bilhões.  O Brasil é obrigado a manter reserva cambial alta, para garantir a credibilidade no exterior.  No quadro desenhado de "pessimismo econômico" esta reserva queima em período relativamente curto.  

Sem reserva cambial e País em estagnação, fica fácil o Brasil virar uma Grécia de ontem, um Portugal de ontem, uma Espanha de ontem, ou uma Argentina de hoje.  Esta situação o Brasil já viveu no governo José Sarney, com as aventuras muito semelhante à da Dilma Rousseff. Caloteiro já fomos no passado recente"  O mercado financeiro teme pela repetição do calote, por isso o recado do Banco Santander.  Isto não é "pessimismo econômico".  Isto é um quadro factível, se acontecer a reeleição da Dilma, nas eleições de outubro.  Vocês estão loucos em reeleger a arrogante e incompetente Dilma, estão? 

Bando de urubu que sobrevoava Buenos Aires estão a sobrevoar o Palácio do Planalto!

Brasil amanhã é Argentina de hoje?

PS (03/08, 6h): Segundo Estadão, os exportadores brasileiros estão com medo de vender para Argentina e não receber.  O que, consequentemente, repercute no já combalida balança comercial brasileira.  A crise Argentina, tem tudo a ver com agravamento do "pessimismo econômico" brasileiro.  

Ossami Sakamori


7 comentários:

  1. Primeiro, dívida interna, cujo valor bruto está bem perto do R$ 4 trilhões.
    Segundo, ninguém está louco em reeleger a arrogante e incompetente vaca bulgara menos os petistas e politicos. Simplesmente as urnas já foram preparadas para lhe dar a vitória!
    Que podemos fazer? Por mim escolho uma guerra civil mesmo que nela morra!
    Chega de PT, PDdoB e de lula!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr. anônimo,

      Apenas para corrigir, o valor bruto da dívida interna federal está ligeiramente acima de R$ 3 trilhões, diante do PIB de R$ 4,8 trilhões.

      No entanto, cabe esclarecer que o Tesouro não consegue sequer pagar os juros da dívida interna que ultrapassa os R$ 330 bilhões. Comparado com a receita bruta federal de R$ 1,2 trilhão, é muito. 25% de tudo que o governo federal arrecada é o tamanho, apenas, dos juros que o Tesouro deveria pagar.

      Isto tudo, mostra que basta "má vontade" dos investidores e agiotas estrangeiros para colocar o Brasil no "calote".

      Obrigado por ter comentado aqui.

      Excluir
    2. Senhor Ossami Sakamori

      Tem razão.

      Mas dá para acreditar em quaisquer números que o governo petista lança cá para fora mesmo sendo do Banco Central, ou Secretaria do Tesouro Nacional ou qualquer outro orgão publico?

      Vivemos em uma mentira constante com constantes manipulações de números seja para o que for por parte da bulgara e se desgoverno. Tudo tem de ser céu de brigadeiro!

      È o país da mentira!

      Excluir
  2. VENENO DE COBRA SE CURA COM ANTÍDOTO
    http://chn.ge/1xRnlSv

    Cidadãos Brasileiros, Poderes Instituídos, OAB Nacional, ABI – Associação Brasileira de Imprensa

    Nós, o Povo Brasileiro, no exercício pleno que nos confere a Constituição da República Federativa do Brasil,

    Considerando o caos que se encontra a Nação Brasileira e à luz do mais lídimo direito de preservação do Estado Democrático, das Liberdades, Princípios e Garantias Constitucionais,

    EXIGIMOS que se instale DESDE JÁ uma ASSEMBLEIA NACIONAL CONSTITUINTE, composta por REPRESENTANTES ELEITOS EXCLUSIVAMENTE PARA ESSE FIM, independente de Partidos Políticos, em eleição com VOTO IMPRESSO e sob a SUSPEIÇÃO DO ATUAL PRESIDENTE DO TSE, a fim de se realizar, portanto com isenção e imparcialidade, a REFORMA POLÍTICA do País e de todas as suas Instituições Públicas, AMPLA, GERAL E PLENA, incluindo obviamente os Três Poderes e não só, respeitando-se as Cláusulas Pétreas da Constituição de 1988 em vigor.

    Terminados os trabalhos e promulgada a NOVA CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA, a Assembleia Nacional Constituinte deverá ser dissolvida.

    Na sequência, todo o Ordenamento Jurídico pátrio deverá ser trazido para o Século XXI, revisto e atualizado.

    A Constituição Cidadã de Ulysses Guimarães foi um avanço. Contudo, clama a Nação Brasileira, clama nas ruas, nos lares, clama nas comunidades, por avanços ainda maiores, no sentido de se aperfeiçoar a própria DEMOCRACIA. Está claro para o Povo Brasileiro que o Partido dos Trabalhadores PT não tem competência alguma para reinventar a Liberdade, a Democracia, o Direito, devendo-se acentuar o Princípio da Tripartição de Poderes, preservando-se rigorosamente a sua independência e harmonia entre si – Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário.

    O tirocínio nos leva a pensadores da magnitude de Platão, Aristóteles, Locke, Montesquieu, entre outros consagrados, com a inserção do artigo 16 da Declaração Francesa dos Direitos do Homem e do Cidadão, nos idos de 1789. Não aceitaremos baixar o nível, como se fez inclusive com a Reforma Ortográfica, no empobrecimento e vulgaridade da língua portuguesa, que terá de ser revista a seu tempo.

    Um país com JUSTIÇA SOCIAL e DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL é perfeitamente possível. EDUCAÇÃO de primeiro mundo para todos. SAÚDE de primeiro mundo para todos. TRANSPORTE de primeiro mundo para todos etc. Dinheiro não falta!

    Lembrando o Primeiro Ministro Winston Churchill, “a Democracia é o pior regime de governo do mundo, exceto todos os demais”. Há de se considerar inclusive a DEMOCRACIA PARLAMENTAR, pois nesta um governo ruim não se estabelece, evitando-se a comoção nacional como agora se vive.

    Não se pode pretender, por qualquer que seja o motivo, fortalecer o Poder Executivo enfraquecendo-se os Poderes Legislativo e Judiciário. Melhorá-los todos, sim! É urgentemente necessário! Subjugar dois deles em favor de um, não!

    EM RESUMO:

    Sim à Democracia Representativa
    Sim ao Voto impresso
    Sim a um Congresso Honesto e Renovado
    Sim a uma Constituinte para a Reforma Política do país, ampla, geral e plena, obviamente incluindo os Três Poderes
    Sim à atualização do Ordenamento Jurídico do Estado brasileiro
    Sim ao Estado Democrático de Direito
    Sim à Justiça Social e ao Desenvolvimento Sustentável
    Sim à Educação, Saúde, Segurança e Transporte de qualidade
    Sim ao Honesto povo brasileiro
    Sim à Cidadania
    Sim à Felicidade

    ASSEMBLEIA NACIONAL CONSTITUINTE JÁ!

    Exige e assina o POVO BRASILEIRO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns.
      Penso que deveríamos pedir o IMPEACHMENT dos prevaricadores que governam o Brasil (tipo ocorrido com o Collor).
      Alguém sabe como fazer,já que as forças vivas estão mortinhas e parecem macomunadas com o estado geral da atual politica?

      Excluir
  3. "A implosão da mentira

    Affonso Romano de Sant'Anna


    Este poema, que foi enviado ao Releituras pelo autor, foi publicado em diversos jornais em 1980.

    Fragmento 1


    Mentiram-me. Mentiram-me ontem

    e hoje mentem novamente. Mentem

    de corpo e alma, completamente.

    E mentem de maneira tão pungente

    que acho que mentem sinceramente.


    Mentem, sobretudo, impune/mente.

    Não mentem tristes. Alegremente

    mentem. Mentem tão nacional/mente

    que acham que mentindo história afora

    vão enganar a morte eterna/mente.


    Mentem. Mentem e calam. Mas suas frases

    falam. E desfilam de tal modo nuas

    que mesmo um cego pode ver

    a verdade em trapos pelas ruas.


    Sei que a verdade é difícil

    e para alguns é cara e escura.

    Mas não se chega à verdade

    pela mentira, nem à democracia

    pela ditadura.


    Fragmento 2


    Evidente/mente a crer

    nos que me mentem

    uma flor nasceu em Hiroshima

    e em Auschwitz havia um circo

    permanente.


    Mentem. Mentem caricatural-

    mente.

    Mentem como a careca

    mente ao pente,

    mentem como a dentadura

    mente ao dente,

    mentem como a carroça

    à besta em frente,

    mentem como a doença

    ao doente,

    mentem clara/mente

    como o espelho transparente.

    Mentem deslavadamente,

    como nenhuma lavadeira mente

    ao ver a nódoa sobre o linho. Mentem

    com a cara limpa e nas mãos

    o sangue quente. Mentem

    ardente/mente como um doente

    em seus instantes de febre. Mentem

    fabulosa/mente como o caçador que quer passar

    gato por lebre. E nessa trilha de mentiras

    a caça é que caça o caçador

    com a armadilha.

    E assim cada qual

    mente industrial?mente,

    mente partidária?mente,

    mente incivil?mente,

    mente tropical?mente,

    mente incontinente?mente,

    mente hereditária?mente,

    mente, mente, mente.

    E de tanto mentir tão brava/mente

    constroem um país

    de mentira

    —diária/mente.


    Fragmento 3


    Mentem no passado. E no presente

    passam a mentira a limpo. E no futuro

    mentem novamente.

    Mentem fazendo o sol girar

    em torno à terra medieval/mente.

    Por isto, desta vez, não é Galileu

    quem mente.

    mas o tribunal que o julga

    herege/mente.

    Mentem como se Colombo partindo

    do Ocidente para o Oriente

    pudesse descobrir de mentira

    um continente.


    Mentem desde Cabral, em calmaria,

    viajando pelo avesso, iludindo a corrente

    em curso, transformando a história do país

    num acidente de percurso.


    (...)"

    http://www.releituras.com/arsant_implosao.asp

    ResponderExcluir
  4. Temos bancos agiotas legais controlados pela Oligarquia Financeira Transnacional.

    Maravilha este governo!

    "Lucro somado de 4 bancos brasileiros é maior que o PIB de 83 países

    Maioria das nações com PIB abaixo desses ganhos fica na África e Ásia. Na soma, foi considerado o lucro do BB, Itaú, Bradesco e Santander.

    A soma do lucro registrado por quatro bancos brasileiros em 2013, que chegou a cerca de US$ 20,5 bilhões, é maior que o Produto Interno Bruto (PIB) estimado de 83 países no mesmo ano, segundo levantamento feito com base em dados do Fundo Monetário Internacional (FMI). Os lucros foram divulgados em reais e convertidos em dólar, considerando a cotação desta quinta-feira (13).

    Os ganhos do Itaú Unibanco, do Bradesco, do Santander e do Banco do Brasil, juntos, são maiores que a soma de todas as riquezas produzidas no ano, por exemplo, de Honduras, na América Central.

    (...)

    http://www.nosdiasdenoe.com/2014/08/lucro-somado-de-4-bancos-brasileiros-e.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+NosDiasDeNoe+%28Nos+dias+de+No%C3%A9%29

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.