Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

O PT comanda do Palácio da Papuda!

Folha, ontem.  O deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP) afirmou nesta quinta-feira (16) que a reeleição da presidente Dilma Rousseff em 2014 é "fundamental" para os petistas condenados no processo do mensalão.   "Para nós, da Ação Penal 470 [mensalão], eu, José Dirceu, José Genoino e o companheiro Delúbio Soares, é fundamental ganhar a eleição porque queremos mostrar que toda essa armação em torno da nossa ação penal é política", disse o petista durante ato de desagravo organizado por aliados em Osasco (SP), seu reduto eleitoral. 

Comentário.

Confesso que, com tristeza, leio noticiários sobre os apenados do processo mensalão.  Os apenados eram figuras de vanguarda do PT, até eleições do Lula em outubro de 2002.  Eles, os apenados cometeram graves crimes de roubo do dinheiro público, segundo eles próprios, dinheiro caixa 2, para financiar campanhas eleitorais dos seus companheiros.  Além de terem cometidos outros delitos conexos.

Independente das fontes serem públicas ou privadas, isto é apenas questão menor, houve desvio de dinheiro da Visanet, sem a devida contraprestação de serviços pela quadrilha comandada pelo publicitário Marcos Valério.  Querem argumentar que o dinheiro da Visanet é privado.  Para mim, não importa se é público ou privado, na prática, houve roubo.  Além de tudo o STF já deu veredicto final.

Houve também, em conluio, com o Banco Rural, transferência de dólar cabo no sentido inverso, justificado com simulação de empréstimos fajutos que nunca existiram.   Para conveniência e segurança da quadrilha, o Banco Rural foi liquidado pelo Banco Central.  Em processo de liquidação, só mesmo o Banco Central tem acesso aos documentos que comprometam ainda mais a situação da quadrilha.

O fato é que a justiça brasileira, seguindo todos ritos, inclusive os polêmicos embargos infringentes, os considerou como apenados.  As leis brasileiras definem bem a situação dos apenados.  Os apenados perdem os direitos políticos.  Entendo que a perda do direito político é perda de manifestar-se politicamente, também.  Os apenados são cidadãos nocivos à sociedade, por isso a imposição da pena.  Os apenados são cidadãos que não lhes tem assegurados os direitos plenos, assim trata as leis e a Carta Magna.

Pois bem.  Os apenados do mensalão, tem privilégios nunca dantes vistos, que salta aos olhos de qualquer reles cidadão.  Eles, os apenados, tem privilégios de receberem visitas diferenciados dos outros presos.  Eles, segundo notícias, tem permissão para uso de celulares.  Eles dizem o que bem entendem.  Dão entrevistas e se manifestam politicamente.  Querem, os donos do PT, transformar a condenação de delitos comuns de roubo, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, em condenação política (sic).  Isto não pega.

Sim.  Os apenados contam com a proteção e regalias que lhes são oferecidos através do PT.  E contam com a proteção da madrinha da quadrilha, a presidente da República.  A própria declaração do deputado apenado João Paulo Cunho, demonstra claramente a opção preferencial da Dilma.  A Dilma no exercício do cargo de presidência da República, no seu programa oficial de rádio, deu recado ao apenado José Genuíno, mandando palavras de conforto.  

Se é uma questão pessoal, poderia até tê-lo feito, através de bilhete, sem timbre do Palácio do Planalto, através de emissário particular.  Mas, não o fez.  Fez questão de transmitir via rádio para 200 milhões de brasileiros saberem que os apenados do mensalão tem proteção dela, presidente da República.  Poderia ser um gafe, mas não é.  É um movimento orquestrado do PT.  As duas declarações, a da Dilma e João Paulo Cunha se encaixam tão bem como peças de mosaico.  

Como já me manifestei anteriormente, repito, o Palácio da Papuda faz parte do centro do poder da República Federativa do Brasil, juntamente com o Palácio do Planalto e Congresso Nacional.  Quero ver, alguém contestar a minha afirmativa.  Não, não há argumentos que refutem os meus argumentos tão cristalinos.  O PT comanda do Palácio da Papuda.  Na minha opinião, os apenados do mensalão, bem que poderiam estar cumprindo pena na Penitenciária de Pedrinhas.  Por que, não?

Ossami Sakamori
@SakaSakamori



4 comentários:

  1. Saka, só existe o PT (partido dos trambiqueiros) pq temos um povo PT (povo trouxa). E tb é muita ingenuidade acreditar na "justiça brasileira"... Se a justiça faz parte do "poder corrupto", jamais vai punir ninguém... Ou nosso povo acorda e faz uma ação efetiva pra fechar esses 3 poderes inidôneos ou nosso país vai ficar um caos cada vez pior Ass. Old Monster.

    ResponderExcluir
  2. Condenado contestando quem o condenou.. só na República Bolivariana das Bananias mesmo...

    ResponderExcluir
  3. SAKA O MAIS DIFICIL NISSO TD É CHEGAR AO POVÃO, Q NÃO SABE NADA DO Q ACONTECE E TEM UM LIDER DE NOVE DEDOS Q COMANDA TODA FALCATRUA

    ResponderExcluir
  4. A ousadia dessa quadrilha humilha quem é honesto. a declaraçâo do cunha é como se eles foram a vitima. é chocante demais ver o pais nesta situaçâo. a única mudança seria o povo. porém sâo comprados pela quadrilha através dessa bolsa, e votos garantidos. só um milagre tira o Brasil das mâos desses petralhas

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.