Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sábado, 18 de janeiro de 2014

Bolsa Miséria é criadouro de vagabundos!

Folha, ontem.  Um contingente de 61,3 milhões de brasileiros de 14 anos ou mais não trabalha nem procura ocupação -e, portanto, não entra nas estatísticas do desemprego.  Trata-se de 38,5% da população considerada em idade de trabalhar pelo IBGE, ou o equivalente à soma do total de habitantes dos Estados de São Paulo e do Rio. 

Folha, ontem.  Mesmo tirando da conta os menores de 18 e os maiores de 60 anos, são 29,8 milhões de pessoas fora da força de trabalho, seja porque desistiram de procurar emprego, seja porque nem tentaram, seja porque são amparados por benefícios sociais.

Comentário.

Da notícia acima, podemos tirar conclusão, embora simplista, de que 22 milhões dos 61,3 milhões são beneficiários dos diversos programas sociais do governo.  Ainda segundo a Folha, o grau de instrução da maioria dos que não trabalham nem procuram emprego, previsivelmente, é baixo: 55,4% não chegaram a concluir o ensino fundamental

Desculpem-me os pobres e analfabetos funcionais, que nem vão ler um artigo como este, por falta absoluta de condição de leitura e muito menos nem de entendimento em profundidade do que estou a dizer aqui.  Só terão condição de interpretar o sentido literal das palavras do título, infelizmente, mas vou comentar aqui, com toda franqueza, assim mesmo.

Indo direto na ferida.  O bolsa miséria, sem conexão com o programa de saída da condição de miserabilidade é como escravidão  no sentido literal da palavra.  Negar a educação fundamental para os analfabetos funcionais, estimado em 55 milhões de brasileiros e qualificação de mão de obra para serviços básicos, os mais elementares possíveis, no meu entender, é criar escravidão de 22 milhões de pessoas.  Escravidão absoluta para mais de 10% da população.  

Bolsa miséria, da maneira que é praticado, sem programa de saída é um criadouro de "vagabundos" e "parasitas" da sociedade.  O Brasil carece de recursos nos serviços básicos da população, como educação fundamental, saúde pública universal e segurança pública. Sim, não estamos planejando para o futuro, estamos preparando o Brasileiro para o abismo cultural.  Estamos investindo em criar vagabundos!

Sim, os países que desponta como tecnologicamente na vanguarda, são os países que investiram pesadamente em educação de base, como Japão, China e Coreia do Sul e Taiwan.  Sim, estes países são considerados tigres asiáticos, por ter conseguido grau de desenvolvimento em tão pouco espaço de tempo.  O Brasil, ao contrário desses países, caminha na direção oposta, o de manter a população ignorantes e atrasado tecnologicamente.

Os políticos tem medo de dizer a verdade, a mídia tem medo de dizer a verdade.  Apresentam números, mas não comentam.  A mídia, tem estrutura financeira para manter os jornalistas analistas e ela tem no seu quadro.  Mas a mídia brasileira é cooptado ao governo no poder, seja qual for o partido que esteja no poder.  Divulga, mas não dá ênfase, não comenta, não analisa.  A função sobrou para um analista mequetrefe como este que escreve.  Infelizmente.  Perdoem-me a rudeza das palavras, mas só assim para chamar atenção para o fato tão grave.

Então, tá! Digo o que a mídia tem medo de dizer:

Bolsa Miséria é criadouro de vagabundos!  

Ossami Sakamori
@SakaSakamori


6 comentários:

  1. Caro senhor, não poderia ter escrito melhor!!!! O governo que ai está, que tanto criticou os outros governos, está agindo conforme e até pior, daquilo que tanto combateu!! Combateu por que queria chegar ao poder, e lá instalado está transformando o Brasil para pior!!!!! Que desencanto!!!!!

    ResponderExcluir
  2. péssima visão!
    Vagabundos e parasitas são os que tem interesse na ignorância do povo!
    Eles são, como o Sr. mesmo disse, escravos das circunstâncias.imho!

    ResponderExcluir
  3. Lamentavelmente nos iremos continuar a nos indignar,nao sei por quanto tempo, mas iremos. O Brasil esta doente porque os membros que deveriam cuida-lo, o estão molestando, ferindo sem piedade, e nos, estamos assistindo abismados e ao mesmo tempo temerosos com o futuro da nação. Os mesmos, que antes sofreram, agora com o Poder, estão pouco se importando com o resultado de seus abomináveis atos, que são a falta de patriotismo, a falta de respeito ao ser humano e a falta de vergonha na cara. So há uma saída, na minha opinião, tentarmos com a ajuda dos poucos confiáveis, colocar toda a corja fora de ação!

    ResponderExcluir
  4. No Brasil o faturamento da mídia privada fica estrategicamente a mercê dos governantes. Qual jornalista falará a verdade sobre eles?
    Deveria ser proibido qualquer setor governamental (bancos, petrolíferas, correios e etc) veicular qualquer tipo propaganda na mídia privada.

    ResponderExcluir
  5. Como diz a musica da banda estado Civil "posso me candidatar na esquerda e fazer um governo de direita". Algo muito natural no governo de hoje.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.