Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

domingo, 1 de dezembro de 2013

Senadores e Senadoras, OS OBESOS PEDEM SOCORRO!

Senhores senadores e senhoras senadoras,

Peço atenção ao texto abaixo reproduzido, que retrata a luta dos obesos e das obesas, há longos 2 anos, contra a interferência intempestiva da Anvisa, retirando medicamentos que lhes são essenciais para o tratamento de portadores de obesidade.  

A matéria é de uma colaboradora deste blog, que subscreve no rodapé desta.   

São dois anos de agonia, dois anos de luta, dois anos de esperança. São dois anos de desrespeito ao direito de tratamento covardemente tirado do portador de obesidade por um órgão governamental que deveria cuidar do cidadão, em vez de legislar pelos interesses de alguns.

Em 18 de setembro de 2013, finalmente veio a primeira vitória, conquistada de maneira árdua, insistente, suada, junto à Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF). Felizmente, o eleitor ainda pode contar com o bom-senso e o apoio de parlamentares que primam pelos direitos e necessidades das pessoas quer os elegem.

Na CCJC (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania) não foi diferente. A luta se repetiu, os apelos insistentes aos deputados federais que compõem a CCJC, mensagens pelo Twitter, Facebook, e-mails... valeu tudo, sempre com o objetivo de atingir a sensibilidade do parlamentar responsável pela grande tarefa de aprovar ou não o Projeto de Lei 2431/11, de autoria do deputado Felipe Bornier (PSD/RJ), que nos garante o direito de podermos ter prescritos e adquiridos com segurança os medicamentos que colocam ordem em nossos organismos, refreando a ansiedade, corrigindo o metabolismo e controlando o ganho excessivo de peso, ao mesmo tempo em que, ao assim agir, garantem corpos e mentes mais saudáveis e vidas mais felizes.

A luta na CCJC foi tão árdua e sofrida quanto a conquista de um importante título pelo time predileto. Tivemos a inusitada aparição do deputado Marcelo Almeida (PMDB/PR), antes desconhecido nas discussões do PL 2431/11,  que a princípio pediu vistas, atrasando a votação em duas semanas. Finalmente, quando pudemos assistir às transmissões da votação do “nosso PL”, como é chamado pela galera do Facebook, no dia 19 de novembro, fomos obrigados a ouvir discursos vagos e destituídos de amparo científico e de respeito às necessidades do próximo, como a sugestão da “receita de um chinês, de comer melancia de manhã, à tarde e à noite, que emagrece”, proferida pelo deputado Onofre Santo Agostini PSD/SC, ou o comentário no mínimo de mau gosto feito pelo  deputado Espiridião Amin (PP/SC), ao defender o papel da Anvisa enquanto órgão fiscalizador e, em tom de chacota, dizer que, ao se propor  a defesa de produção dos inibidores de apetite, qualquer deputado pode, também, defender a produção de algum cosmético, como o shampoo, por exemplo. Se para esse senhor a saúde de milhões de pessoas é comparável a mera vaidade ou a algum outro assunto sem importância, só nos resta lamentar.

Apesar de todos esses pesares, pudemos sair da CCJC com o alívio da vitória em mais uma etapa, mesmo com a ameaça do deputado Marcelo Almeida de coletar assinaturas junto aos parlamentares, com o intuito de enviar o PL para discussão no Plenário da Câmara Federal, atrapalhando a nossa alegria e colocando como remotas as possibilidades da volta do nosso direito a tratamento digno, legal e de qualidade. Ah, como sofremos com os assédios de traficantes de remédios, com suas pílulas de farinha e a preços exorbitantes! 

Felizmente, Marcelo Almeida voltou atrás, reavaliando sua posição. Soou como música aos nossos ouvidos quando o parlamentar anunciou, em meio a discussões para votação de um outro projeto, no dia 26 de novembro, que desistira da coleta de assinaturas e que deixaria “nosso PL” seguir seu caminho... Só nos resta agradecer. Foi só alegria, comemoração e alívio novamente. Se estivéssemos juntos, reunidos numa arena, ou num plenário, com certeza diríamos em uníssono coro: “Obrigada deputado Marcelo Almeida, pela reconsideração, que de tão bem-vinda, se transforma em apoio. Valeu. Muito obrigada”.

E assim seguimos, ansiosos pelo bom-senso e sensibilidade agora dos senadores, enquanto acompanhamos, com toda atenção, o “conta-gotas” da passagem das 5 sessões de prazo, para o “nosso PL” finalmente seja apreciado pelo Senado.

Obrigada, mais uma vez, aos deputados da CSSF e da CCJC, que nos entenderam, apoiaram e nos deram a vitória e continuam nos apoiando. De novo, obrigada deputado Marcelo Almeida, pela reconsideração e, finalmente, obrigada deputado Felipe Bornier, pela idéia e redação desse projeto, tornando-se o querido e amigo “anjinho dos gordinhos”.

Toninha Rodrigues, jornalista

Ossami Sakamori, apoiador

Markito de Souza, apoiador


28 comentários:

  1. Assim esperamos que os remédios contra o avanço da obesidade nos sejam garantidos novamente, com acompanhamento médico e qualidade e legalidade na aquisição.

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada Toninha Rodrigues e Ossami Sakamori, por traduzir aqui o verdadeiro pensamento de milhões de pessoas que hoje sofrem com a obesidade, esperando ansiosamente que em 2014 possamos voltar a ter nossas vidas com direito a tratarmos da nossa doença. Estes dois anos tem sido muito difíceis, nos levando a todos os tipos de provas....
    Por favor Senadores, sejam solidários conosco, só estamos pedindo pelo direito de tratamento com acompanhamento médico novamente, como sempre foi feito antes desse proibição insana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo amiga Lamia. Torcendo para essas votações ocorrerem ainda este ano!

      Excluir
  3. boa noite Precisamos de apoio Não podemos +sem tratamento anti obesidade É premente que o governo federal através do senado desfaça o equívoco e libere medicações anorexígenas que foram proibidas por dinheiro de registros nunca tendo ocorrido um óbito. Tiraram-nos a vida e o direito ao tratamento. Sim ao PLS dos moderadores de apetite ainda em 2013. Ajude-nos e liberem logo as medicações pois estamos expostos a 26 comorbidades de CID E-66.. Estamos no twitter há um ano dia e noite pedindo. Agradeço ao apoio dos nobres Sakamori e Markito SK

    ResponderExcluir
  4. são dois anos de luta e sofrimento para os obesos.. tenho fé que o Senado repare esse equivoco da anvisa,devolvendo aos doentes da obesidade a oportunidade de uma vida digna e respeitada..obrigada pelo espaço cedido que é de uma grande importancia e parabéns a jornalista que escreveu o texto...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou obesa e sempre utilizei medicamentos. Nesses ultimos dois anos devido a proibição engordei muito. Parei de trabalhar porque sinto muita dor nas pernas e costa.
      Aguardo ansiosamente a volta dos inibidores de apetite. uma cirurgia esta com fila de espera de até 10 anos. Não sei o que será de mim se eu ficar mais tempo sem os meu remédios.
      Lucinha
      São Paulo- SP Santana

      Excluir
    2. O que mesmo o Esperidião Amin entenderia sobre shampoo? Só se for a casa noturna com o mesmo nome.....

      Excluir
  5. Boa noite! Ótimo texto! Obrigada p/ apoio e dedicação de vcs todos são tantos que não caberia neste blog. Eu acredito muito em nós, em nossa luta, mas sempre unidas. Não saiam do foco meninas, são anos de sofrimento e de luta. Minha fé é grande que nossos Senadores irão apoiar nossa causa, mas é necessário estarmos , agora, mais empenhadas do que nunca! "O pior naufrágio é daquele que não saiu do porto"

    ResponderExcluir
  6. Faz 2 anos que venho sofrendo com a obesidade,fazia tratamento a 10 anos e sempre me ajudou com meu tratamento,hoje tenho pressão altíssima ,desgaste nos joelhos e não consigo ter um filho decorrente a obesidade.
    Sei que muitos Senadores já nos Apoia e muitos ainda vai nos Apoiar,pois a causa é justa ,imploramos saúde!!!
    Quero Agradecer por todos Amigos ,Deputados e Senadores que estão nesta LUTA.
    AGRADECER A JORNALISTA INCRÍVEL :Toninha Rodrigues
    e Ossami Sakamori por esse lindo Trabalho em seu Blog.

    ResponderExcluir
  7. Sakamori traduz aqui o pensamento de milhares de pessoas que necessitam deste tratamento. Obesidade é doença e precisa de ser vista como tal! Senhores Senadores, os doentes pedem somente o que têm direito!

    ResponderExcluir
  8. Nos ajudem, por favor.Somos milhões de obesos sem medicação graças a um equívoco antes cometido! Não podemos deixar isso continuar...eu estou implorando mesmo!! Não tenho mais nem orgulho nesa vida! Devolvam minha vida!

    ResponderExcluir
  9. E a luta continua, estamos pedindo aos senadores sua provação, muitas vezes implorando algo que é de nosso direito que foi nos tirado covardemente pela Anvisa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E hoje passei minha tarde toda em um hospital , por complicações da obesidade é isso que ganhei da ANVISA!

      Excluir
  10. Amigos senadores, nos ajudem por favor somos milhões sem tratamento eficaz contra a obesidade! Somos muitos adquirindo doenças que antes não tinhamos! Peço Vossa ajuda como brasileirose parlamentares que são!

    ResponderExcluir
  11. Muitos obesos ainda não sabem usar um computador, por isso em nome deles peço a ajuda de todos os senadores, que são pais, filhos, maridos, esposas, sobrinhos, tios, tias ou meramente amigos de algum obeso ou "gordinho" feliz...saiba que ele não é feliz...é somente uma máscara para esconder o seu verdadeiro sentimento! SOS OBESOS!

    ResponderExcluir
  12. somos um exemplo de grupo merecemos tdo respeito e credibilidade pois sabemos tdos sofrimentos e perdas q a obesidade tras cm enfermeira vi óbitos e vidas sendo destruidas fisica e socialmente,cm paciente preciso me cuidar e não tem medicação minha vida e de famiiares tbm sofrimentos por consequencia da OBESIDADE DOENÇA Q TRAS INUMERAS OUTRAS E TRATADA CM COISA VULGAR PL ANVISA ATE MSM PL MIDIA.PRECISAMOS DE CUIDADOS MEDICO NÃO Q LEIGOS CUIDEM,NÃO DE OFF LABEL NÃO AO MERCADO NEGRO Q TEM ENGANADO MTS DESESPERARADOS EM BUSCA DE SOLUÇAO E ENCONTRADO SABE LA O Q?NAS CAPSULAS.POR ISSO SENADORES(AS)NOS AJUDE A ACABAR COM TDO ESSE SOFRIMENTO MSM ANTES DO RESCESSO.A CAUSA É MAIS Q JUSTA.MTO OBGDA.

    ResponderExcluir
  13. Com a suspensão das anfetaminas, minha saúde piorou bastante, minha autoestima esta mais baixo que um buraco no chão.
    É muito triste ver que pessoas morrem com drogas ilícitas que são vendidas sem o menor pudor e controle, venda de cigarro causando morte lenta (câncer), carros potentes que levam nossos jovens.
    Quantas pessoas já morram com o uso adequado das anfetaminas???? Aquela que passa mal, tem a chance de parar o uso e pronto.
    Comparando com o descrito acima, acredito que de 100 usuárias, nenhuma morreu ou teve que se internar por causa de dependência.
    Por favor liberem nossos remédios, só quem é gordo sabe o quanto é difícil...

    ResponderExcluir
  14. Acredito que em breve este equivoco da ANVISA em quebrar o tripé do tratamento da obesidade será resolvido, pois sucesso só conseguimos de mudarmos o estilo de vida com reeducação alimentar + exercícios e medicamentos!!!!Politica_estilo

    ResponderExcluir
  15. Muito bom este texto, uma luta árdua, um grupo (Facebook) muito unido que desde que conheci me trouxe de volta a esperança e a fé que esta proibição não seria em definitivo. Muito Obrigado ao Grupo União pela volta dos inibidores de apetite e Anorexígenos sim que apesar de ser mais novo luta pelas mesmas causas! Obrigado por me proporcionar esta extrema alegria cheia de esperança! Obrigado aos Deputados da CSSF e da CCJC por entender a nossa causa e nos apoiarem! Enfim agora está nas mãos de vocês Senadores pelo qual ao peço imenso apoio e que entendam a nossa situação apoiando mais um vez a causa de milhões de obesos sem tratamento neste país! Ajude-nos e serão recompensados! Deus vos abençoe! Matheus Daniel!

    ResponderExcluir
  16. Pedimos , imploramos por nossa medicaçao que sempre trouxe somente beneficios para os obesos e hoje estamos cada dia mais doentes e maiores . Contamos com o apoio em favor a nossa saude e que os senhores senadores e senadoras liberem os anorexigenos com a maxima urgencia . Grata
    Lisandra Klug

    ResponderExcluir
  17. Gostei muito do texto, antes de conhecer o grupo (Facebook) União pela volta dos inibidores de apetite e anorexigenos, não tinha esperança q esses remédios pudessem voltar e eu era uma pessoa triste e desanimada, o grupo me fez muito bem. Agradeço aos Deputados da CSSF e da CCJC por compreender nossa causa e nos apoiar e agora esta nas mãos dos srs senadores pelo qual peço a mesma atenção que ja tivemos anteriormente porque estamos sem tratamento ha mais de 2 anos. Ajude-nos e serão recompensados! Deusvos abençoe! Sonia Calixto

    ResponderExcluir
  18. As anfetaminas nunca me fizeram mal, mt pelo contrário me proporcionaram auto estima e mt saúde, depois da suspensão engordei 30kilos ai vieram as dores nas pernas pois o sobrepeso está demais, fora o desanimo a depressão pois ñ th mais vida th vergonha de sair de casa acompanhar mh família em festas familiares pois todos criticam mh aparência e isso acaba comigo, ñ consigo emprego pois infelizmente as empresas buscam padrão de blza dentre elas "MAGRAS" e ñ o profissionalismo enfim isso sim é fazer mal a mh saúde a falta da "Anfepramona" que nunnnnnnnnnnca me fez nenhum mal e sim me proporcionou mt saúde auto estima felicidades é isso senhor Senadores tenham misericórdia e devolvam a nossa auto estima.

    ResponderExcluir
  19. preciso destes remédios, tenho dores constante pois estou c/ a coluna estourada e não posso fazer exercícios,para emagrecer e poder fazer a cirurgia,além de ter que controlar minhas taxas, estou hipertensa, preciso muito do seu apoio, me ajuda por favor.Já fiz tratamento com esse medicamentos tinha uma saúde controlada, neste dois anos só sofrimento, não quero ser mais um a vim a óbito por um erro da que ANVISA "Agência Nacional de Vigilância Sanitária"de vetar a produção e comercialização e venda dos anorexígenos: sibutramina, anfepramona, femproporex e mazindol", sendo que eu usava este medicamento e tinha minha saúde perfeita, não há julgo ! Não sei baseado em que ele proibiu , mais sei o quanto estou sofrendo, hoje tomo Muitos remédios p/ para amenizar a dor e muito sofrimento.Tem coisa que o dinheiro ñ paga e a saúde e uma delas. Obesos sem trat há 2 anos! Obrigada. PL2431

    ResponderExcluir
  20. Gostaria de deixar bem claro, eu usei estes medicamentos por muitos anos e tinha um vida tranquila, sem dor, sem depressão,sem pressão alta, etc. neste 2 anos não vivo , fico dentro de casa, sem força para nada, são 40k a mais.

    ResponderExcluir
  21. Sera que ainda demora muito para ir para o Senado? Depois do Senado quanto tempo sera que leva para ser tudo resolvido? A impressão que tenho e que esta novamente parado, puxa vida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece que o Dep Dr Rosinha apresentou "Recurso contra a apreciação conclusiva das Comissões sobre o PL 2431/2011".
      Quando sera que isso vai acabar????
      .

      Excluir
  22. Tem que liberar sim mais rápido possível. É absurda a retirada desses medicamentos sem a inclusão de alternativas. Tem lobby para aprovação destes medicamentos, mas o lobby para promover as cirurgias bariátricas e muito maior e agressivo.
    Tem que saber que nem todo mundo quer e pode cortar os intestinos e estomago.

    ResponderExcluir
  23. Quando tomava a anfepramona eu era feliz, magra, tinha disposição e hoje sou uma pessoa obesa, hipertensa, diabética e com depressão. Por favor , preciso do medicamento anfepramona.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.