Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sábado, 5 de maio de 2012

FGTS ROUBADO EM R$ 24 BILHÕES PELO LULA E DILMA!

Para leitores deste blog entenderem melhor sobre o que aconteceu, resumidamente, aqui apresento alguns números globais do FGTS do trabalhador.  O FGTS é patrimônio do trabalhador, ou seja, é uma espécie de poupança que as empresas depositam sobre percentual do salário, em nome individual de cada um dos trabalhadores.

Atualmente, a Caixa Econômica Federal, administra cerca de 600 milhões de contas, sendo 100 milhões, aproximadamente, de contas ativas. O patrimônio do trabalhador está, grosso modo, em R$ 250 bilhões.  O FGTS é atualmente remunerado à taxa de 3% ao ano + TR.  Como o TR, tende a ficar em 0%, a remuneração da FGTS vem perdendo seu patrimônio em termos reais.  

O número curioso é que a CEF empresta ao tomador de casa popular, à taxa de 7,9% ao ano, divulgado ontem. A CEF tem lucro líquido de 4,9% sobre os empréstimos lastreados no FGTS.  Além disso, a CEF cobra pela administração desta conta, em valores líquidos 1%, ou seja R$ 2,5 bilhões.  Comenta-se que a remuneração liquida pudesse ser de no máximo R$ 500 milhões ao ano.  

Bem, vamos ao fatos do título desta matéria.  O governo Lula e agora governo Dilma, conseguiram que os administradores do FGTS sacassem a parte do "subsídio" do programa Minha Casa Minha Vida, do FGTS, em fundo perdido.  Este termo fundo perdido, se aplica aos recursos que saem mas não voltam.  Eu estava a pensar que o "subsídio" do programa Minha Casa Minha Vida, viesse do Tesouro, o que seria natural.  Qualquer subsídio teria que ser arcado pelo conjunto da sociedade.  Não foi e não está sendo feito assim.  O "subsídio" está sendo sacado do patrimônio do trabalhador, ou seja cada trabalhador individualmente está subsidiando o programa Minha Casa Minha Vida.

Pasmem, senhores leitores, o montante destes saques, já chegam a R$ 24 bilhões até hoje, segundo o senador Paulo Paim (PT-RS) do próprio partido de ambos presidentes da República.  Tudo isto, foi dito, na audiência pública sobre o futuro do FGTS, feito em 25 de abril próximo passado, no Senado Federal.  Nem mesmo a senadora Marta Suplicy (PT-SP) presente na audiência pública não contestou esta afirmativa.  São decisões do governo, que passa batido. Nem imprensa chamou atenção sobre isto.  Pasmem ainda, que o senador Paulo Paim tomou conhecimento deste fato, naquele dia, 25 de abril de 2012. Fonte: TVSenado.

Isto é que se chama oferecer benefícios com chapéu alheio.  Tanto presidente Lula como presidente Dilma, bradam e conjugam o verbo fazer, sempre, na primeira pessoa do singular.  Para ser justo, deveria no mínimo, fazer referência de que o "subsídio" do programa Minha Casa Minha Vida está sendo dado pelo conjunto de trabalhadores.  Dinheiro do governo, não é!  Nem do contribuinte! Quem está subsidiando o programa Minha Casa Minha Vida são os trabalhadores! 

Cadê os sindicalistas do CUT e da Força Sindical?  Agora que estão do lado do Lula e Dilma, fazem de conta que o assunto não diz respeito a eles.  Os tempos mudaram. Acordem, trabalhadores!  


Ossami Sakamori, 67, engenheiro civil, foi prof. UFPR. Twitter: @sakamori10

10 comentários:

  1. De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto.
    Rui Barbosa

    ResponderExcluir
  2. Fora Ptralhada!


    Revolução Civil, Já!

    ResponderExcluir
  3. é de causar náuseas a qualquer um...quando vamos colocar um ponto final ''nesse tipo'' de politica no Brasil?

    otimo artigo Ossami, compartilhando!
    abraços

    ResponderExcluir
  4. HUM, belo artigo este, meus parabéns!

    Passem depois em meu principal "fotolog", relacionado ao material artístico que produzo: http://flogvip.net/alberteeinsteinecia.

    Bom, abraços e até mais então!

    ResponderExcluir
  5. Muito estranho isso.Ainda mais vindo do pt partido que prima pela honestidade e transparencia na gestão do dinheiro publico. Isso é intriga da oposição assim como o mensalão, dinheiro na cueca, o carequinha, delubio e cia bela, o primeiro irmão ( ô da dois pau pa eu ), e outras mentiras como as dos ministros ladrões.Não definitivamente não é verdade, sr Ossami.

    ResponderExcluir
  6. Amigo Saka
    Seu blog faz parte da minha leitura diária, é uma excelente fonte de consulta.
    Quanto aos que porventura questionem a informação para tentar defender o governo petista que tanto tem prejudicado o trabalhador para beneficiar a elite, eu publiquei seu post no meu blog e acrescentei dados do IPEA, com link, que mostra um estudo de 2010 com o valor do subsídio pago pelos contribuintes brasileiros às grandes empresas que totalizou quase R$ 21 bilhões naquele ano, valor 38% maior que os R$ 13 bilhões destinados ao Bolsa-Família.
    Tudo foi abafado e ignorado pela midia, por isso o parabenizo pela postagem com dados atualizados.

    ResponderExcluir
  7. Manda ver daí irmão!
    que eu vou só assando em frente, mais uma vez, Parabéns! ótima matéria.

    ResponderExcluir
  8. OLÁ.
    PEÇO LICENÇA PARA PUBLICAR SUA MATÉRIA NO MEU BLOG.
    ABS.
    www.betocritica.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Exelente matéria em favor do trabalhador brasileiro.

    ResponderExcluir
  10. Ilustre Prof. Ossami, se possível fosse, publicar a fonte da matéria, gostaria de dar sustentação legal ao assunto, abrigado.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.