Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 29 de maio de 2012

CACHAÇA NÃO É MAIS BRASILEIRA!

O grupo britânico de bebidas Diageo, dono de marcas como Smirnoff e Johnnie Walker, anunciou a compra da cachaça brasileira Ypióca por R$ 900 milhões. A companhia detém 8% do mercado total de cachaças no Brasil, atrás das marcas Pitu (12%) e 51 (24%), que juntas com a VB formam metade da categoria. Já no segmento premium de cachaças, a participação da Ypióca chega a 62%. Fonte: Folha.

Tanto fez a presidente Dilma, na sua visita oficial ao presidente Obama, para restringir o uso do termo "cachaça" pelo Brasil, e marketeou como sendo o maior trunfo da sua viagem, e o país acaba de vender uma das marcas mais conhecidas de cachaça no Brasil e no exterior.  Dizem no mercado que a cachaça 51 está sendo muito assediada para ser vendida a estrangeiros, também.  

Com tristeza que noticio o fato.  O Brasil não só está desindustrializando, mas também, desnacionalizando.  Mais recentemente ficou evidente de que o grupo Pão de Açúcar foi vendido, de fato, para o grupo Casino francês.  Daqui a pouco vão vender a Vale, as usinas de álcool, as rodovias, as ferrovias, aeroportos,etc.  O nosso símbolo, "cachaça", genuinamente brasileira, já está foi para o pau.

Ossami Sakamori, 67, engenheiro civil, foi prof.da UFPR.
Twitter:  @sakamori10

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.