Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sexta-feira, 25 de maio de 2012

DILMA, PENSE BEM ANTES DE SANCIONAR OU VETAR O NOVO CÓDIGO FLORESTAL

Segundo a imprensa, hoje, às 14 horas, a presidente Dilma vai sancionar ou vetar o novo Código Florestal.  O novo Código Florestal está uivado de polêmicas, de um lado os ambientalistas e de outro lado os ruralistas (sic).  Ambos lados querem dividir o país em dois pólos opostos, os que são contra o Brasil e os que são a favor do Brasil.  A coisa não funciona bem assim, senão vejamos.

No meio do tiroteio, que vem de ambos lados, não sobrou espaço para pessoas que estão isentos de radicalismo.  Infelizmente, a imprensa não foi capaz de conduzir o debate da sociedade dentro do equilíbrio de idéias e ações.  Ao que parece, os ambientalistas estão fazendo maiores barulhos, engajam artistas e gente do povo que nem tem consciência do que está a discutir.  Os ambientalistas, são representados pelos neoambientalista Fernando Sarney, pela motoserra Marina Silva e pela ONG com sede na Holanda com nome de Greenpeace.  Do outro lado o ruralista Ronaldo Caiado, médico de profissão e Cátia Abreu presidente da CNA, pecuarista.  Ambas figuras do setor rural que pouco tem a ver com os interesse dos mais de 5 milhões de pequenos agricultores familiares.

Dá-se a impressão de que querem rasgar o mapa do Brasil em 2 pedaços, 71% dos 8,5 milhões de Km2 para os ambientalistas e o restante 29% do território para os ruralistas.  Mais ou menos  o mesmo movimento que ocorre na política brasileira, a separação do Brasil em 55% petistas e 45% pessedebistas.  Creio que o povo não autorizou nenhum desses grupos, tanto sobre o meio ambiente quanto na política, rasgar o mapa do Brasil em 2 pedaços.  O povo quer o Brasil mais do que unido, quer que o país seja de todos nós, com interesse comum, justamente contra os interesses de ambos lados que querem ou exercer as vaidades ou mesmo querem usufruir de interesses privados, cada um puxando a sardinha para o seu lado.  E nós povo, o que ganhamos? No meu entender, só perdemos, nesta briga!

Já recolhi impressão de muitas pessoas, de ambientalistas aos ruralistas.  Simplesmente não há consenso sobre o tema.  De um lado, defendento tese de que o Brasil deve ser o pulmão do mundo e se responsabilizar pelo meio ambiente do planeta e doutro lado defende tese de que o Brasil deve ser o celeiro do mundo e se responsabilizar pela alimentação do planeta.  Abmos tem razão. Se não há consenso que use então pelo menos o bom senso, para decidir-se respeitando o interesse do povo brasileiro e direito de 5 milhões de famílias da agricultura familiar.

Presidente Dilma, ao sancionar ou vetar o Código Florestal, que a Senhora pense primeiro no interesse do povo brasileiro e nos 5 milhões de famílias que produzem alimentos, antes de querer focar interesse em agradar aos participantes da Conferência sobre o Meio Ambiente Rio + 20.  Por favor!

Ossami Sakamori, 67, engenheiro civil, foi prof.da UFPR.
Twitter: @sakamori10

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.