Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

domingo, 13 de maio de 2012

DILMA PREPARA NOVAS MEDIDAS

A afirmativa do título é do ministro da Fazenda Guido Mantega. O Brasil está entrando num período de Stop, do termo Stop & Go comumente utilizado no mercado financeiro.  Explicando, como o próprio termo diz, Stop é uma parada e Go é em movimento.  O Stop não quer dizer, necessariamente, recessão.  O termo recessão se aplica quando o crescimento do PIB é negativo em 2 trimestres consecutivos.  

Alguns alguns sinais que nós colocam em alerta.  O crescimento negativo do setor industrial é um dos sinais importantes.  O início deste ano, em relação ao ano passado mostra sinal de arrefecimento.  Isto é preocupante porque, fatalmente, isto leva ao aumento de desemprego.  Sendo que o governo Dilma acabou de anunciar o menor índice de desemprego dos últimos governos, seria fatal para ela.  O setor industrial é como locomotiva do trem, nem sempre, os vagões que vem atrás sente o efeito imediato do que acontece na frente.  

Dois setores da economia, respondem imediatamente o efeito do Stop, o da construção civil e o do automotivo.  Sobretudo na entrada do 2º trimestre deste ano, a demanda pelos imóveis residenciais caíram significativamente, segundo dados dos Sindicatos da Indústria de Construção, a demanda teria caído em 25%.  Na minha percepção, muito mais do que isto.  Curiosamente, na última quinta-feria, fui ao lançamento de um prédio residencial e pude constatar que tinha mais corretores do que potenciais clientes, na proporção de 20 corretores para 5 clientes. Isto é sinal de Stop.

A imprensa noticiou nessa semana, a situação do páteo das montadoras de automóveis.  Visualmente, até arrepiante, ver páteo abarrotado de veículos prontos.  Segundo Associação do setor automotivo, as montadoras tem em média estoque para entrega de 43 dias.  Isto significa que ao preservar esta situação, as montadoras darão férias coletivas como fazem tradicionalmente, quando esta situação ocorre.  E os consumidores já estão notando o efeito com as mega promoções. Isto é sinal de Stop.

Associado ao estado de Stop das indústrias, tem um fato novo vindo do cenário externo.  A lenta, mas gradual recuperação do dólar, devido ao crescimento da economia dos EEUU, somado ao fato, a não solução do problema na zona do Euro, ainda com o probelma da Grécia e a Espanha na fila.  Situações já previsíveis para quem tem um pouco de familiaridade sobre o mercado financeiro global.  Já pude sentir esta tendência em agosto de 2011, quando da briga do Obama com o Congresso americano.  O fato é que os EEUU vai fechar o ano com o crescimento, no mínimo, de 2,5%.  Isto é bom para economia global.  Ainda, os EEUU representa 1/5 do PIB mundial.  E o que tem o Brasil a ver com isso?  Tem sim, e tem muito.  Primeiro fator é a apreciação do Dólar ou seja a depreciação do Real.  Nos últimos 2 meses, houve apreciação do Dólar em cerca de 10%, batendo a cada do R$1,96 na última sexta.  Isto é expressivo, para país que importa desde máquinas às confecções.  Bom para exportador e vai também de encontro com o objetivo de colocar dólar no patamar de R$2,40, defendido por este bloguista. 


Explicando novamente, eu já tinha dito em matérias anteriores que o Dólar foi depreciado artificialmente pelo Lula para segurar a inflação.  Com a depreciação do Real o efeito inflação foi favorecido. Agora, sobrou pepino para Dilma, descascar. 


Eis o dilema.  A Dilma precisa urgentemente de aquecer a economia, ou seja adotar o Go. Não esperava Dilma que houvesse apreciação do Dólar, movimento vindo de fora, para atrapalhar o este seu plano Go.  


Pela trajetória política da Dilma, nem precisa pensar muito para saber que ela vai anunciar as medidas Go, ou seja de expansão da economia,  custe o que custar.  Não vai permitir que, justamente, no seu governo, o índice de desemprego aumente.  Tentar segurar o Dólar vendendo posição da Reserva, ela não vai fazer.  Consequentemente, vai deixar inflação ir para o limite superior da meta, ou seja para 6,5% ao ano, se ela conseguir. Não tem muita mágica a fazer.


Pensando como ela pensa, em ser a Evita à brasileira, vai tomar as seguintes medidas:  1. Manter e ampliar o CréditoFácil;  2. Manter e ampliar o CréditoBarato; 3. Diminuir o compulsório dos bancos, colocando mais dinheiro em circulação; 4. Abandonar o DólarBarato: 5. Segurar o preço da gasolina, apesar do aumento do Dólar; 6. Mexer no IPI dos automóveis ou algo nesta direção para desovar os estoques.

É triste ver que Dilma, como seu antecessor Lula, submetem o planejamento estratégico do país ao calendário eleitoral.  São planos estratégicos para ganhar eleições e se perpetuar no poder.  Em marcha, o plano do Zé Dirceu de ficar no poder por 20 anos!  Puxa, ainda faltam 10 anos e 7 meses!  Será que vou estar vivo até lá?  


Ossami Sakamori, 67, engenheiro civil, foi prof. da UFPR. Twitter: @sakamori10

4 comentários:

  1. Concordo; penso que é bem verdadeiro o que li, e só me acrescentou; uma aula que gostei Obrigada, vou segui-lo. Mery/Rio de Janeiro...*abraços.
    No twitter "Meryanyg

    ResponderExcluir
  2. Ah Saka, tu ainda tens muito gás. Tu vais longe.

    ResponderExcluir
  3. Quero só vre segurar o preço da gasolina e do mercado com o aumento do Dóllar, a sr Dilma precisa mostrar que temos condições financeiros sem depender de FMI então usando o Dóllar como escape ela passa a valorizar a moeda americana que para mim não passa de um teômetro financeiro, que a qualquer hora vai ser substituido por outra moeda e não é história de carochinha não , pois, o Clube de Roma esta se mobilizando para que isso acontecça, Hoje é mais conhecido como Organização da Nova Era, que se prepare o continente Europeu, pois o que os EUA são hj algum País de lá e quem vai tomar esse posto de chefão do mundo . mas o que o Brasil realmente precisa e de Governantes sériios senão o Titanic brasileiro vai afundar , e, logo e não vai demorar muito.

    ResponderExcluir
  4. CARO SAKAMORI

    NUNCA ANTES NO MUNDO O PODER DE UM PAÍS VIVEU DE DECISÕES IMEDIATISTAS, SEM PLANEJAMENTO FUTURO, APENAS COM O ÚNICO OBJETIVO DE SE MANTER NO TRONO MAIS ALTO.
    ESTÃO SENDO DADAS TODAS AS DOCES BALINHAS PARA UM POVO QUE SE IMPRESSIONA COM MARKETING. EX: COMPRO OMO PORQUE A PROPAGANDA DIZ QUE É O MELHOR.
    AS BALAS EMBRULHADAS COM EMBALAGENS LUMINOSAS TEM APARÊNCIA DOCE E GOSTOSA. TODOS VÃO EXPERIMENTÁ-LAS E AÍ SENTIRÃO O GOSTO AMARGO DA PROPAGANDA ENGANOSA.

    Marisa Cruz

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.