Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quarta-feira, 22 de julho de 2015

José Dirceu, Lula e Oi Telecomunicações investigados em Portugal.

Na foto acima, um está preso e outro não. 

Segundo o jornal Público de Portugal, o Ministério Público daquele país está investigando o envolvimento político no negócio de venda à Telefónica das ações da Portugal Telecom na Vivo e cruzamentos das posições acionárias com a Oi Telecomunicações, na qual teve intervenção do José Dirceu, principal nome da operação Mensalão e agora atingido pela Operação Lava Jato.

Ainda segundo o jornal Público, as suspeitas de benefícios financeiros, no valor de várias dezenas de milhões de euros, concedidos a governantes, acionistas e quadros  de topos da hierarquia das operadores. Isto tudo podem estar na origem das investigações do Ministério Público de Portugal, que correm em segredo de justiça.

A venda de 50% de participações na Vivo, detidas pela Portugal Telecom e também e o cruzamento de ações da Portugal Telecom na Oi Telecomunicações e vice-versa. O jornal Público levanta a suspeita de que tenha rodado benefícios já citados em cifras de 200 milhões de euros, equivalente a cerca de R$ 700 milhões. O Ministério Público português investiga possível envolvimento do Lula da Silva e José Dirceu. 

Segundo o jornal Público, "Há precisamente cinco anos, primeiro ministro Sócrates e Lula da Silva falaram várias vezes ao telefone. As conversas decorreram entre o final de Junho e o final de Julho e destinaram-se a encontrar uma solução para vencer o impasse provocado pelo veto de Sócrates à venda à Telefónica, das ações da Portugal Telecom na brasileira Vivo".

Começou então, segundo o jornal Público, uma corrida contra o tempo para contornar o bloqueio político do primeiro ministro Sócrates, o que exigiu o trabalho de bastidores. A solução foi rapidamente encontrada em Brasília, que foi sugerido que Portugal Telecom avaliasse a parceria com a Oi, que necessitava de consolidar uma estrutura de acionistas alavancada pelo BNDES.

Uma das figuras que apareceu para promover os contatos, segundo o jornal Público, para promover contatos entre portugueses e brasileiros foi o José Dirceu, que foi detido em 2012, acusado de ser o chefe do Mensalão. José Dirceu atuava nas negociações com as empresas de consultoria designadas de Oliveira e Silva (sobrenome do José Dirceu), JD Consultores e JC&S.



Nota: José Sócrates, ex-primeiro ministro de Portugal está na prisão. Lula da Silva e José Dirceu estão livres e soltos. Os diretores da Oi Telecomunicações estão soltos. Um dos controladores da Oi Telecomunicações, a empresa Andrade Gutierrez está envolvido em Operação Lava Jato.

PS (23/07 6:30) : Para não haver dúvida.

1. Portugal Telecom, foi a concessionária de serviço de telecomunicações de Portugal, até a recente venda de ativos para grupo francês. Hoje tem cerca de 25% de ações da Oi Telecomunicações no Brasil. Individualmente é o maior acionista da Companhia.

2. Oi Telecomunicações é concessionária de serviço de telecomunicações do Brasil, fusão da Telemar e da Brasil Telecom, que por sua vez eram fatias da Telebras. Os maiores acionistas hoje é da Portugal Telecom, BNDES, Fundos de Pensão, Carlos Jereissati do grupo La Fonte e Sérgio Andrade do grupo Andrade Gutierrez

3. O Ministério Público de Portugal apura a suposta contribuição de cerca de R$ 700 milhões (valor de hoje) do Portugal Telecom para a campanha presidencial do Lula em 2006. Conforme a matéria do jornal português, investiga envolvimento pessoal do Lula da Silva, José Dirceu e José Sócrates na operação. É vedada pelas leis portuguesas fazer contribuição às campanhas eleitorais de países além fronteira. 

4. O Ministério Público de Portugal apura também o tráfico de influência do primeiro ministro José Sócrates e do presidente Lula para que houvesse fusão (cruzamento de ações) entre as duas concessionárias. Como não está contabilizado na campanha presidencial do Lula e Silva de 2006 a doação de R$ 700 milhões, é de presumir que o dinheiro tenha tomado destino diverso. O que se apura se este dinheiro não foi parar nas mãos de ambos presidentes e operadores da suposta doação entre os quais José Dirceu.

5. Esta investigação nada tem a ver com a investigação sobre envolvimento do Lula da Silva com o atual primeiro ministro Pedro Passos Coelho nos negócios da Odebrecht Portugal. Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa. Vide matéria anterior deste blog.

#SetembroNegro

Ossami Sakamori
@SakaSakamori




13 comentários:

  1. A blindagem desses espertalhões tem a espessura (largura) da muralha da China.E,por falar em China,a especialidade deles é fazer negócio da China com benefício somente para eles.Enquanto ficamos na retórica,que é só o que podemos fazer,eles vão costurando o cobertor do capeta.Pobre povo roubado,o nosso.

    ResponderExcluir
  2. É A FARRA DO BOI DO DINHEIRO PÚBLICO. UM VERDADEIRO QUARTEL ONDE AS FIGURAS TORNAM-SE ARTICULADORAS SE DÃO BEM, O INCRÍVEL É QUE SÃO SEMPRE AS MESMAS, LIVRES OU PRESAS MILIONÁRIAS COM NOSSO DINHEIRO E TODOS NÓS NA MAIS SÉRIA RECESSÃO, O BRASIL SUCATEADO E A CPI DO BNDS PERTO DE SER LEMBRANÇA DO PASSADO, PQ ESTÃO SE ARTICULANDO PARA DESARTICULAR.
    EXCELENTE MATÉRIA MESTRE SAKA, QUE COMPROVA QUE VIVEMOS A MAIOR CRISE DE CORRUPÇÃO QUE ESTE JAMAIS IMAGINOU QUE TERIA.UM DIA.
    Cida LemosPE

    ResponderExcluir
  3. Foi postado hoje, esclarecimento adicional, para que os leitores possam entender o envolvimento do Lula da Sila e José Dirceu no episódio.
    O jornal português Público, não cita o nome de outros envolvidos como Marcos Valério e Antonio Palocci.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O jornal português Público está vinculado ao Partido Comunista Português.

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Não consigo visualizar alguma esperança pra esta nação antes da prisão deste cidadão de nove dedos, a imediata retirada do poder da presidanta e a extinção total do PT e de todos os partidos filiados ao FORO DE SÃO PAULO. Acho que só assim para as coisas começarem a se encaminhar para o bem. Parabéns pelo texto Sakamori, muito bom.

    ResponderExcluir
  6. Infelizmente,parece que estamos fadados a ser escravos desse sistema podre que se instalou no país e que não pretende deixar,pois os malditos de sempre se blindaram e se puseram acima da lei (que lei
    ?)...

    ResponderExcluir
  7. O QUE É QUE É ISSO? Este post de hoje esclarece ainda onde foi parar o dinheiro dA FUNCEF E DEMAIS FUNDOS ALÉM CERTEZA DE QUE ELES TENTARAM BRECAR A CAI DO BNDS PQ A MESMA INDO RM FRENTE, TODOS IRÃO PARA CURITIBA OU PARA A PAPUDAL
    E AGORA BRASIL, O QUE FAREMOS?
    Cida LemosPE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É,senhora Cida Lemos,
      Parece que o dinheiro desviado dos fundos de pensão foram parar bem longe dos associados,que dependem deles para ter sua aposentadoria.E ainda mentem,via rede esgoto de televisão,dizendo que o Brasil está no rumo certo.Imagine se o país estivesse no rumo errado?

      Excluir
    2. É bem por aí, e querem Peter guelá de nós associados um aporte para pagarmos os milhões roubados....EU NÃO PAGO PQ NÃO SOU LADRA NEM VOU COMPACTUAR COM ESTE ROUBO QUE SABEMOS DE ONDE VEM, BOA NOITE.

      Excluir
  8. Por que esse povo que nos roubou e nos saqueou a vida inteira é chamado de atrapalhado para ñ usar outro adjetivo ? E por que ainda ñ fomos alforriados desse tipo de algoz ? Está no sangue ? É genético ser imbecil e idolatrar bandidos ? Que vergonha ser decendente da imoralidade e comandada por aproveitadores.

    ResponderExcluir
  9. Por que esse povo que nos roubou e nos saqueou a vida inteira é chamado de atrapalhado para ñ usar outro adjetivo ? E por que ainda ñ fomos alforriados desse tipo de algoz ? Está no sangue ? É genético ser imbecil e idolatrar bandidos ? Que vergonha ser decendente da imoralidade e comandada por aproveitadores.

    ResponderExcluir
  10. No país onde ladrão é chamado de excelência,esperar-se o que ?

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.