Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Economia piora no mês de julho!


As notícias que circulam na imprensa brasileira não são nada animadoras. Os indicadores econômicos do primeiro semestre e especificamente do mês de junho último tem sido piores possíveis, batendo recorde após recorde em termos negativos. Os índices disponíveis superam todos números negativos obtidos pelo próprio governo PT nos últimos 12 anos. 

Inflação do semestre de 2015 em 8,89% ao ano, taxa de juros básicos Selic de 13,75%, desaceleração da economia em 1,5% até final do semestre, índice de pessoas desocupados em 8% ou equivalente a 8 milhões de trabalhadores. Esses são apenas alguns números que demonstra o desempenho da economia nos 6 primeiros meses do segundo mandato da presidente Dilma.

Os efeitos dos ajustes feitos e os dos que virão a ser implementados ainda não fazem efeitos. O principal fator que deve mexer negativamente na economia, ainda está em tramitação no Congresso Nacional, portanto ainda não fez sentir na economia. Falo do aumento de alíquota nas desonerações da folha de pagamento.

O desaquecimento da economia pelos motivos já expostos, ainda está longe de terminar.  As atividades dos setores industriais, comerciais e de serviços estão em vertiginosa queda. Único setor que tem reagido à queda de atividade é o setor agrícola. No entanto, os fatores externos tem levado a queda dos preços de commodities no mercado internacional, o que inibe de certa forma o desempenho esperado. Estamos ainda a assistir o efeito China, da queda de confiança dos investidores chineses à própria política econômica. 

Os indicadores do mês de julho, comparado com os indicadores do mês de julho de 2014, é certo que será o pior mês de julho da administração petista. O PT não poderá mais usar comparação com os dos governos anteriores, seja do FHC, Itamar Franco ou Fernando Collor. Os indicadores negativos da administração petista só não será superados aos do governo Sarney. 

Ainda há um "esqueleto" para resolver, tais como o preço de combustíveis engessado pelo governo. Fala-se no mercado que a Petrobras irá reajustar os combustíveis entre 6% a 9% no próximo mês de setembro. Os desempregos continuarão em ascensão até que termine os efeitos da Operação Lava Jato na Petrobras. Na minha opinião, o Brasil fechou para balanço neste ano de 2015. A retração da economia deverá bater nos 2,5% do PIB, ao completar o ano de 2015, conforme minha previsão. Não tem como, este quadro da economia deteriorada devemos debitar à presidente Dilma.



A prévia da inflação já está a demonstrar número de julho ao redor de 9,5%, anualizado. A taxa de juros básicos Selic deve ser ajustado para 14% ao ano, na próxima reunião do COPOM. É melhor colocar a barba de molho. O quadro negativo da economia só vai mudar com a renúncia ou impeachment da Dilma.


Ossami Sakamori





6 comentários:

  1. Já estou , assim como o povo , saturada de ler e ouvir notícias ruins ou trágicas. Gostaria e muito de ouvir e ler o seguinte : " Edição Extraordinária : Extra, extra , Dilma está fora do governo !"

    ResponderExcluir
  2. Estamos lascados! O BNDES lembra-me uma puta boazona: dá para todos etambém escuteira, ajudando tudo e todos.

    "BNDES fecha parceria com novo banco dos Brics


    BRASÍLIA (Reuters) - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou nesta quinta-feira que assinou acordo para cooperação com o Novo Banco de Desenvolvimento (NBD), dos Brics, juntamente com as instituições de fomento de Rússia, Índia, China e África do Sul.

    Com a investida, os bancos de desenvolvimento dos países que fazem parte do grupo Brics se dispõem a explorar possibilidades de cooperação na mobilização de recursos para financiamento, cofinanciamento e estruturação de garantias em projetos de infraestrutura e de desenvolvimento sustentável, disse o BNDES em comunicado.

    (...)

    O documento foi assinado na cidade russa de Ufá, durante a 7ª reunião de cúpula dos Brics. Segundo o BNDES, o acordo "abre caminho para que potências emergentes estreitem relações econômicas em projetos de interesse mútuo dentro e fora dos países do bloco".

    (...)"

    http://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN0PJ24D20150709

    ResponderExcluir
  3. "Desemprego e número de desocupados batem recorde no trimestre encerrado em maio, diz IBGE


    Por Rodrigo Viga Gaier e Marcela Ayres

    RIO DE JANEIRO/BRASÍLIa (Reuters) - A taxa de desemprego do Brasil subiu a 8,1 por cento no trimestre encerrado em maio, a mais alta da séria histórica iniciada em 2012, influenciada pela procura por vagas e redução de postos em meio ao cenário de inflação elevada e economia cambaleante, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad)

    (...)"

    http://br.reuters.com/article/topNews/idBRKCN0PJ1WR20150709

    ResponderExcluir
  4. Ñ tenho mais de onde cortar para continuar sem dever. Antes eu era uma empregadora, hoje faço parte dos que infelizmente levou lnfelicidade a lares para poder sobreviver na mentira dessa velha louca. Ñ importa mais nada....nos somos amorfos e tolos. O Governo rouba e nos pagamos porque ñ existe puniçāo para ladrāo, só premios. Isso é o Brasil

    ResponderExcluir
  5. retrocedemos centenas de anos, o Brasil virou uma monarquia novamente. O povo trabalha para produzir riqueza para a rainha louca e seu séquito .

    ResponderExcluir
  6. O PT veio para acabar com o brasil e com o sonho dos brasileiros.
    Compram quem ofereça oposição (e matam,se preciso).

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.