Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Dilma e Lula já estão volumes mortos.


Segundo notícias na imprensa, os presidentes Lula e Dilma almoçaram no Palácio da Alvorada, ontem, dia 14. Coincidência ou não, ontem, era comemorado na França, o dia da "tomada de Bastilha", início da revolução francesa que transformou aquele país em República. 

O almoço deve ter sido indigesto. Pela manhã, a Polícia Federal fez busca e apreensão nos escritórios e residência do  novo aliado de ambos o senador Fernando Collor, com muita exposição em mídia. O prato principal  do almoço deve ter sido o "volume morto"  da presidente Dilma. 



O fato é que, mais do que sobre o "volume morto", os presidentes Lula e Dilma, devem ter tratado sobre as possíveis ações do MPF e da Polícia Federal nos envolvimento de ambos na ladroagem da Petrobras, sob investigação pelo juiz Sérgio Moro em Curitiba e ministro do STF Teori Zavaski em Brasília, que envolvem ambos. 

Os presidentes Lula e Dilma estão metidos até o pescoço na ladroagem da Petrobras, seja de forma direta ou indireta. Explico. Dilma foi ministra de Minas e Energia, ministério ao qual está subordinado a Petrobras. Dilma foi também presidente do Conselho de Administração da Petrobras na condição de chefe da Casa Civil do governo Lula, período em que ocorreram a maior ladroagem da história do País. 



Diante da inércia da Dilma, "volume morto", o Congresso Nacional vem impondo sucessivas derrotas às iniciativas da Dilma na aprovação de medidas do governo. O assunto está merecendo atenção porque as derrotas vem enfraquecendo o cacife político de ambos. Os rastros de dinheiro sujo da ladroagem está chegando cada vez mais próximos das portas do Instituto Lula e do Palácio do Planalto. Lula e Dilma não conseguem mais dormir em paz porque o cerco está fechando em torno deles. 

O País não pode ficar no "volume morto" por muito tempo, sob pena de colocar em risco a governabilidade do País. Creio que há motivos mais do que justos para forçar a renúncia da presidente Dilma, pela "ingovernabilidade", além de outros já mencionados neste blog. Se o regime do governo brasileiro fosse parlamentar, o gabinete da Dilma já teria caído há muito tempo. 



No regime presidencialista, o Congresso Nacional pode votar o impeachment, independente dos processos judiciais cabíveis, quando não há mais apoio da população para o presidente ou a presidente manter-se no poder. Seja por via votação do impedimento ou seja por acordo, a Dilma deve deixar a presidência nos próximos meses. 

Do mês de agosto, não pode passar!


Ossami Sakamori













8 comentários:

  1. Pela lógica matemática,o radiocínio do prof.Sakamori seria isso,mas pela pilantragem dessa dupla de corruptos da mais alta periculosidade parece difícil isso ocorrer pacificamente,pois aparelharam o extinto Estado Brasileiro,que foi transformado numa filial sino-soviética (vide Brics) tendo vendido a antiga soberania brasileira,para benefício pessoal daqueles ratos e ninguém consegue eliminá-los.Parece que nem o demônio os quer,com medo de que tomem seu lugar no inferno...

    ResponderExcluir
  2. Essa dupla (ridícula) está se achando o último biscoito do pacote e tem certeza da impunidade e acha que reinarão PER SEMPER na república da banânia e já tomaram todas as providências LEGAIS para isso.
    Nós,povinho subserviente,vamos levando...

    ResponderExcluir
  3. Ainda acho que podemos reverter esse odioso quadro se provocarmos a "que da do Planaltão " através de contínua pressão sobre o Congresso Nacional.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O congresso está comprado também.
      A casa da dinda é a casa da mãe joana,usada para fazer os necessários acertos para a facção continuar fazendo o que quer o povo sem rumo,sem futuro.

      Excluir
  4. Até quando o povo vai suportar essa dupla de aberração da natureza a desgovernar o Brasil?
    Será que Deus se esqueceu do nosso povo?
    Quem poderá nos libertar dessa vida de zumbi que temos nessa terra tão pródiga dem lesa-pátria?

    ResponderExcluir
  5. Ossami, esta dupla tem pácto com o "encardido".
    Continuar onde estão, depois de milhões de brasileiros saírem às ruas em protesto, como nunca se viu em país algum?
    Depois de terem arruinado a maior empresa brasileira com todo tipo de falcatrua, desviando-se cerca de 86 bilhões de reais em 12 anos e nada lhes aconteceu !
    Ainda assim se sentem amparados a ponto de nem tremerem.
    É inexplicável!!!
    Acho que estou sonhando e tendo um pesadelo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com absoluta certeza essa dupla é pactuada com o príncipe das trevas.Tenho pena deles pois terão que prestar contas de seus atos.

      Excluir
  6. Essa gente não escapará da Justiça Divina e seu fim será sofrido,pois Deus não esquecerá o mal que estão fazendo ao povo e fingindo que tudo está bem pois a justiça humana foi comprada.Nada dura para sempre e eles terão a paga a seu tempo.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.