Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

domingo, 19 de julho de 2015

Fim da linha! por Mônica Torres

Por Mônica Torres



Se a lógica da população eleitoreira no Brasil é discutível (e sabemos que é), o que dizer da lógica política de nossos eleitos? ..e da lógica econômica então? Muito bem, nossa memória é meio curta mesmo, mas para acender ligeiro a luz da lembrança, basta consultar outras matérias aqui mesmo, em outras datas. E não é exagero, porque em 16 de Fevereiro de 2012, há mais de 3 anos, o título "Brasil em Sinal de Alerta" ,  já trazia uma frase que assusta qualquer um.. “...o Brasil, como país, navega com Plano de Voo a cego, no piloto automático, sem saber exatamente o rumo... ”. 

De lá pra cá, usaram taxas SELIC até pra fazer café, deram “Red Cambio Irreal Bull” para o povo, enfim... o governo promoveu aquela sensação de que a marolinha do ex presidente, era só marolinha mesmo, pedalaram, construíram obras no exterior, contemplaram associados e amigos, enriqueceram banqueiros, surgiram palavras novas no dicionário diário (propinoduto, mensalão, petrolão, zelotes...), e tudo isso poderia ser resumido numa palavra só... USURA.

Mas aqui em baixo, tudo que o povo queria, era LISURA. Aqui em baixo, uma onda de gente feliz e iludida, cheia de planos, de planejamentos, de sonhos, pronta pra lutar em favor do prometido. Ninguém imagina, ninguém quer admitir que foi enganado. Ninguém quer acreditar... mas há um tempo em que tudo vem à tona, porque a verdade é uma lógica matemática bem previsível e este blog a informou nos seus 1.734  artigos informativos até essa data.
Eu me incluo naquele contingente de pessoas que nada sabe sobre economia, nem mesmo fui ótima aluna de matemática, mas a mistura de lógica simples, mais observação, mais constatação no cotidiano, me adiantou uma sequência de informações úteis. E se não é de economia que vos falo, é de outros erros que compõem o perfil desse governo já agonizante e que ruma para o fim próximo. 

Fomos às ruas várias vezes, cartazes, gritos, panelaços, vigílias, marchas, bandeiras nas varandas, panelaços virtuais, movimentos em redes sociais... toda sorte de manifestação foi adotada pelos brasileiros, que como eu, foram sentindo no orçamento cortado, no desrespeito aos direitos, nas promessas vãs de prosperidade, na falta de consideração aos nossos velhos, às nossas crianças, a nossa educação,  à nossa saúde..., no desprezo às nossas empresas, aos nossos esforços, a nossas conquistas, no desrespeito a nossas leis, a violência de ameaças vindas daqueles que elegemos para nos proteger. Procuramos por heróis, onde só havia carrascos.

Por mais confortáveis que sejam as cadeiras da câmara e os salários dos parlamentares, há situações de estresse como a do presidente da câmara, que o levaram a romper definitivamente com o governo. Sem querer aqui, denegrir ou deificar a figura de Eduardo Cunha, aponto minha observação para o contexto, muito mais do que à pessoa dele e suas razões. É que estamos tão engendrados em corrupção, que é difícil dirigir o olhar para a situação à volta. Nesse instante da leitura, deve haver quem carregue pedras na mão, pronto pra lembrar que nossos políticos são corruptos de carteirinha e já circula em tantas bocas essa máxima de que político é sinônimo de corrupto, que não importa o contexto, acabamos presos à vontade de vingança, em vez de justiça. No que depende da grande mídia, ele deveria ser sacrificado e a opinião dos jornalistas de que “apoiar as iniciativas dele, enfraquece ele próprio”, é tão somente uma desculpa simplória,  para não dar destaque essa mesma importantíssima iniciativa. 

Tão importante essa manifestação do presidente da câmara, que o governo, logo em seguida à força de sua entrevista, puxou-lhe as orelhas, emitindo nota de recomendação (ou será aviso?) que suas decisões enquanto presidente da câmara sejam pautadas por “imparcialidade e impessoalidade”. Ora, mas quem pode ser impessoal no meio de uma  acusação de corrupção? O que o governo pode considerar impessoal ou imparcial no comportamento de Cunha? É isso mesmo que o governo deseja?
Imparcialidade e impessoalidade é tudo que nós sempre quisemos e é o que ele está disposto a praticar. Bem às claras, já mostrou que tem ferramentas para fechar o cerco e finalizar o governo. A estratégia do governo será isolá-lo e desacreditá-lo. Apontar defeitos, erros, má administração e tudo que possa afastá-lo do acesso do povo, que está hoje alinhado com o desejo de desenrolar e resolver esse impasse de investigações. A porta da verdade, às vésperas de ser aberta por Cunha, tem nome e significado. BNDES, Fundos de Pensões, podem finalmente sair das sombras profundas do acobertamento, para serem revelados junto com seus autores, associados, comparsas, cúmplices, beneficiários, aproveitadores e  afins.
Uma nova era se aproxima, com data bem próxima, com a conclusão do cerco que finalmente vai se fechando e desenhando seus movimentos no sentido de reescrever a história e remover as manchas que tanto temos tentado apagar de nosso Brasil.

Mônica Torres












@nictorres



30 comentários:

  1. É Monica. Você disse tudo. Parabéns pelo artigo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Raphael! Muito gosto em tê-lo aqui. Abçs!

      Excluir
  2. Cláudio Cabral Silva19 de julho de 2015 09:19

    Pura verdade,Mônica.Nós, que fazemos parte daquela imensa parcela que nunca acreditou nas mentiras dessa turma, finalmente estamos enxergando a luz bem próxima. O estoque de truques desse (des)governo acabou.Ótimo artigo! Bom domingo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Claudio! é bem possível que essa luz apresse as coisas. Tudo que queremos é ver se esclarecer logo essas tramas, é resgatar nossa honra perdida e voltar a crescer.

      Excluir
  3. Se o que vc escreveu tornar-se realidade, talvez exista uma luz no fim do tunel. Consigo até ter um novo modo de aceitar. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada a você, Célia! tenho esperanças. A última coisa que quero saber agora é a ficha pessoal de alguém que está disposto a ajudar. Ele começará a lançar luz sobre uma série de sombras com as quais o governo nos cobriu.

      Excluir
  4. Excelente e verdadeiro artigo !
    Jamais suportei Lula ,PT e seus asseclas por isso , essa humilhante e deplorável situação por que , há 12 malditos anos vem passando esse país me revolta e muito , porém , saber que o fim deles está bem próximo é muito reconfortante ! Que assim seja !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que ojeriza sinto quando lembro de militontos falando 'que pobre agora viaja de avião'. Escuto isto de pessoas que convivo, além de pobre ter cartão de crédito. engodo. Afinal a tecnologia vem acelerando nossos costumes e precisaremos em breve ter o tão temido 'chip' no corpo, como mesmo fosse a própria besta. Qualquer mineiro consciente diria: Meu sangue chega a TAIAR!

      Excluir
    2. O importante é não perdermos nossas esperanças. Isso é mais uma luz que se acende sobre os malfeitos e o povo terá de enxergar de qualquer modo. Abçs, amigas!

      Excluir
  5. Nada me faz recuar no pensamento, de que Eduardo Cunha acionou o rompimento do PMDB e os aceclas estão em perfeito jogo de cartas bem dadas, para num futuro breve, concretize o divórcio com o PT. COMO ASSIM? MICHEL TEMER DEU O GRANDE SINAL: 2018 VAMOS SOZINHOS.

    ResponderExcluir
  6. Nada me faz recuar no pensamento, de que Eduardo Cunha acionou o rompimento do PMDB e os aceclas estão em perfeito jogo de cartas bem dadas, para num futuro breve, concretize o divórcio com o PT. COMO ASSIM? MICHEL TEMER DEU O GRANDE SINAL: 2018 VAMOS SOZINHOS.

    ResponderExcluir
  7. Nada me faz recuar no pensamento, de que Eduardo Cunha acionou o rompimento do PMDB e os aceclas estão em perfeito jogo de cartas bem dadas, para num futuro breve, concretize o divórcio com o PT. COMO ASSIM? MICHEL TEMER DEU O GRANDE SINAL: 2018 VAMOS SOZINHOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Marilda, obrigada pela presença aqui. Na verdade as razões dele agora, não importam. Vamos por partes, temos que começar por algum lugar. Abçs!

      Excluir
  8. Prefiro aguardar o desenrolar, sou um pouco pessimista ou prudente, quando eles se degladiam há sempre a possibilidade de fazerem novos acertos, o famoso toma lá dá cá. E no final acabamos decepcionados. Mas torço para que o Cunha não retroceda e observe que o povo realmente o apóia neste episódio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem verdade que estamos já nos acostumando a nos decepcionar tanto que para cada luz que se acende, esperamos o sopro de vento que apaga.. mas eu penso que dificilmente ele voltará atrás. Quando muito, a imprensa "chapa branca" fará seu papel sujo de tentar abafar essa iniciativa.. e já o tem feito. Vamos torcer que dê certo.

      Excluir
  9. 💎💎💎💎💎 substituindo 5 estrelas.

    ResponderExcluir
  10. Não tem como não ser sua fã. Você foi direto ao ponto, atraindo o leitor a continuar. Parabéns!
    Fico olhando a ilustração... Como são longos os trilhos de um trem, caminham juntos, mas nunca se encontram.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, amiga Marilene! obrigada sempre, pelo seu incentivo. Abçs!

      Excluir
  11. Infelizmente não passa de jogo de cena para requentar marmita vencida.
    Já vimos muitos episódios desse tipo e que só servem para dar tempo ao tempo e,no frigir dos ovos,a emenda fica sempre pior que o soneto.Nosso povo vive iludido e adora novelas que,em última análise,são extraídas da vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será? ..temos que começar de algum lugar.

      Excluir
  12. Que me desculpem todos, mas sabemos que Eduardo Cunha teve momentos anteriores para dar início ao impeachement da Dilma porém ele mais o Renan(Presid Senado Federal) e Michel Temer (Vice-Presidência República) todos do PMDB, preferiram "fritar" Dilma na esperança de um deles ficar na Presidência da República e deu nisso. O PT é traidor e com ele não podemos brincar. Agora Eduardo Cunha desmoralizado quer a qualquer custo o impeachement da Dilma e pode dar com os burros n'água. Eu não vejo melhora para o País enquanto não retirarmos da vida pública todos os corruptos e enganadores da Nação Brasileira. Eu defendo a cassação do registro do PT e a condenação dos corruptos, incluindo Lula e Dilma.
    Ano que vem vamos votar com consciência para Prefeito. Dep Estadual e Vereador e Deixemos de eleger candidatos aventureiros!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há o que desculpar, sendo sua opinião, anseio de todos nós. Como eu disse lá em cima.. "Sem querer aqui, denegrir ou deificar a figura de Eduardo Cunha, aponto minha observação para o contexto". A queda tem que começar de algum lugar. As questões de escolha dele fazer isso antes ou agora, não nos interessa tanto quanto as consequências de sua escolha atual. Se nos beneficiaremos disso, já que nosso poder é "zero", vamos deixá-lo à vontade para nos beneficiar, não é mesmo? Grata, Daniel. sempre bem vindo!

      Excluir
  13. Parabéns mais uma vez pela lucidez do seu entendimento político.
    São raras as pessoas que conseguem discernir claramente sobre o que está acontecendo, e mais, traduzir isso tudo em palavras.
    Meu abraço fraterno

    ResponderExcluir
  14. Parabéns mais uma vez pela lucidez do seu entendimento político.
    São raras as pessoas que conseguem discernir claramente sobre o que está acontecendo, e mais, traduzir isso tudo em palavras.
    Meu abraço fraterno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, amigo! sempre bem vindo seu incentivo.

      Excluir
  15. Mônica querida!
    Você expressou sua opinião muito particular sobre a visão econômica tanto quanto a política do momento brasileiro. Como toda opinião, é natural encontrar os que aderem e os que discordam. Mas, isto não é importante, pois, o importante é a coragem de se expor! Também considero muitíssimo importante que tenhamos todos a consciência de que poderemos divergir, mas, não precisaremos brigar por isto.
    São as virtudes do respeito ao outro, da fraternidade e o espírito de solidariedade que nos movem. Assim, cresceremos! Assim, contribuiremos para o Brasil que almejamos!
    Acredito que foram exatamente estas as virtudes que você utilizou ao 'pensar' seu texto! Então, quero parabenizá-la e incentivá-la!
    Outro ponto que destaco é a generosidade do Professor Sakamori, porque seu Blog oferta a liberdade de expressão e isto incentiva a maturidade do expressar-se!!
    Grande e fraterno abraço!! Paz e bem!!

    ResponderExcluir
  16. Mônica Torres, nós estamos vivendo uma época muito delicada no Brasil, os três poderes que sustentam a tal governabilidade, deram durante todos esses anos, um grande exemplo de como a politica Nacional NÂO deveria ser conduzida. Estamos também sofrendo,em determinados setores da vida Nacional, os efeitos colaterais, de anos de desmando sem qualquer visão EFETIVA de Responsabilidade Social. Resultado? Um País que tem como demanda premente, uma ampla REFORMA INSTITUCIONAL. E além disso teremos e ENFRENTAR um tremendo BANHO de ÉTICA, ou então ficamos a contemplar a locupletação de todos! Parabéns pelo texto!

    ResponderExcluir
  17. Parabéns, Mônica !
    Texto maravilhoso. Muito verdadeiro. Você disse tudo.
    Um abraço,

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.