Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Lava Jato. Nada como um dia atrás do outro!


Nada como um dia atrás do outro. A defesa dos acusados da Operação Lava Jato, Erton Fonseca da Galvão Engenharia e do doleiro Alberto Yousseff, na audiência realizada ontem, dia 9, recusaram a oferta do juiz Sérgio Moro de transferirem eles para o presídio estadual. Antes frio cadeia da Política Federal, de repente ficaram confortável, não mais igual ao presídeo de Guantánamo.

A oferta deve ter nascido em função da denúncia apresentada no portal YouTube pelo jornalista Paulo Henrique Amorim , conforme já noticiou este blog sob título de "Desagravo ao juiz Sérgio Moro" no dia 8 próximo passado. A prova da impropriedade da denúncia está comprovado com a recusa dos presos da oferta de transferência para outro presídio qualquer de Curitiba.

Um dia estes senhores, donos de 25% do PIB, dito pelo jornalista, terão que se conscientizar que ladrão de colarinho branco  que cometeram os mesmos crimes de ladrão de galinhas, ao longo dos últimos 12 anos. A rigor, os citados do jornalista Paulo Henrique Amorim poderiam estar aguardando julgamento num qualquer presídio tipo "das Pedrinhas". 

Durante os longos 12 anos da administração petista, os referidos senhores que consideravam até ontem a cadeia da Delegacia da Polícia Federal pior que a prisão do Guantánamo, fazendo referência ao presídio americano do enclave na Cuba, roubaram em conluio com os agentes públicos, os mais altos da República mais de R$ 10 bilhões. 



Em função da revelação da ladroagem pela Operação Lava Jato, a Petrobras está em séries de dificuldades financeiras a ponto de provocar riscos sistêmico da Petrobras que ascendem a R$ 700 bilhões como foi demonstrados em matérias anteriores por este blog. A repercussão na vida da Petrobras e no próprio País ainda está longe de poder avaliar.

A Operação Lava Jato está fechando o cerco. A próxima etapa será investigado pelo ministro Teori Zavaski do STF contra parlamentares e agentes públicos com foro privilegiado. Este processo deverá, segundo informações da Justiça Federal, iniciará no mês de março. O cerco está chegando cada vez mais próximo da presidente Dilma, a quem a Petrobras esteve esteve na sua subordinação funcional, nos últimos 12 anos.



Seria surreal ver a presidente Dilma em prisão domiciliar no Palácio da Alvorada enquanto correm investigações sobre a sua participação na ladroagem na Petrobras. É claro que este filme não veremos, mas poderemos ver com certeza o processo de impeachment da Dilma caminhando pelo Congresso Nacional. Tudo depende da mobilização popular.

Os protegidos do Paulo Henrique Amorim, agora, acham que o presídio da Delegacia de Polícia Federal em Curitiba é como "hotel 5 estrelas". Certamente, estão a achar o juiz Sérgio Moro, um agente público exemplar. 

Nada como um dia atrás do outro. 

Ossami Sakamori
@SakaSakamori

9 comentários:

  1. Sala,o presídio de Pedrinhas no Maranhão iria adorar receber pressos tão famosos e com alto poder aquisitivo,o problema é que em Pedrinhas os presos cortam a cabeça como troféu. Alguém se habilita sair de Guantánamo para vir à Pedrinhas,quem sabe o Paulo Henrique Amorim faça a interlocução.

    ResponderExcluir
  2. Duas coisitas apenas:

    1 - do Alto Comando Militar todos melancias, veio a seguinte mensagem: "Não vamos aceitar que aventureiros destruam a Democracia no Brasil. Mas definimos que a palavra impeachment não será pronunciada publicamente pelos comandantes. Vamos acompanhar qual vai ser o clamor popular, e garantir o regime democrático"... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... melancias falando de democracia... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... comissários vermelhos num regime bolivariano ou soviético... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...

    2 - O ministo teori zavaski do STF, não vai lixar ninguém e muito menos a bulgara. porque foi escolhido e nomeado por ela. Deve a ela esse emprego de "deus", acima de qualquer brasileiro e de qualquer lei humana.... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pela Constituição Federal, o(a) Presidente da República é o(a) Chefe Supremo das Forças Armadas portanto, se os Comandantes apoiarem um Impeachement da Dilma será considerado uma traição, golpe, rebeldia......No entanto, tirando alguns petistas fardados, a maioria nos quartéis quer o fim da Dilma e do PT.

      Excluir
    2. Que Chefe Supremo das Forças Armadas è esse ao nomear um petista que adora Carlos Maighela e este por sua vez nomeia o segundo homem do Ministerio da Defesa, uma enfermeira obstreta coincidentemente sua amante? E que comandantes das Forças Armadas são esses que concordam?
      Não è tirando alguns petistas fardados, não! A maioria nos quarteis quer a dilma e o PT para subirem na carreira! Já estão corrompidos! E a prova è que esses só arranjam coragem para escreverem ou se manifestarem após a aposentadoria! Que coragem!

      Excluir


    3. “O Exército Brasileiro foi e é ainda um dos grandes culpados do desarmamento civil, portanto do morticínio de cidadãos indefesos. Antes de pedir que ele ponha a mão na massa, peçam-lhe que a ponha na cabeça e tome consciência do que faz.”

      OLAVO DE CARVALHO

      Excluir
  3. Se esses empresários pudessem encontrar com o jornalista Paulo Henrique Amorim, por certo dariam uma surra nele. Foi um tiro no pé. Agora, ou Paulo desmente seu texto ou os empresários aceitam a transferência para uma penitenciária. Acho que vai sobrar para o "desinteligente" do Paulo Henrique.

    ResponderExcluir
  4. Bem que eu gostaria de ver o OLÁ TUDO BEM que só tem burrice e chatice fora a fanhosice ser interpelado judicialmente e provar que RECEBEU a matéria que leu e não outro tipo de matéria $$$$$$$. É muito fácil acusar as pessoas quando não se tem que provar nada e ele está achando que por defender o PT, vale muito, quando sua mediocridade e sua parcialidade o tornam inconfiável.. Conheço muitos militares que acham que o Brasil está entrando num caminho sem volta, mas quem tem que gritar e exigir o que quer é o POVO. isso chama-se VOZ DAS RUAS e o CONGRESSO sempre faz o que o povo exige. Então vamos GRITAR FORA DILMA......IMPEACHMENT

    ResponderExcluir
  5. Sakamori:

    Paulo Henrique Amorim defende o PT e os envolvidos na Lava Jato por um único motivo: D I N H E I R O ! Nosso dinheiro desviado da PETROBRAS!

    ResponderExcluir
  6. E o nosso STF bolivariano impediu que um juiz mandasse prender de novo o Duque.
    Que justiça è esta? Rouba bilhões e tem a defesa do STF? Justiça prostituida!

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.