Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Impeachment da Dilma poderá ocorrer em 2015.


Está desenhando o começo do fim da Dilma Rousseff frente à presidência da República. A estagnação da economia no ano passado, o déficit nas contas públicas e sobretudo pelo escândalo revelado da ladroagem na maior empresa estatal do País revelada pela Operação Lava Jato, pegou fundo na imagem da presidente Dilma.

Esta situação econômica do País e das operações duvidosas da Petrobras foi anunciado por mim, desde fevereiro de 2012, neste blog. Este blog veio denunciando nestes últimos 3 anos, o erro sistêmico da política econômica do governo Dilma, que só poderia terminar no que terminou. Criou-se um cipoal de problemas na estrutura econômica do País, que não pode ser resolvido por apenas algumas canetadas.  

É incrível como a imprensa e os analistas econômicos só aperceberam dos graves erros na formulação da política econômica da presidente Dilma nesse último ano do primeiro mandato. O grave problema de ladroagem na Petrobras e no BNDES, este blog vem denunciando há mais de 2 anos, sem que os agentes econômicos e políticos tomassem alguma providência.

O preço do erro sistêmico ficou visível para todos, desde o início do ano passado. A imprensa, começou levantar alguns destes problemas, sem que fosse dado caminho para correção do rumo. Precisou que a situação ficasse insustentável, agora no final do ano de 2014 para que a imprensa começar criticar os erro sistêmico da política econômica da Dilma. Mas, as críticas vieram tarde demais para a Dilma.

Com a nomeação do tucano Joaquim Levy para o Ministério da Fazenda, tive esperança no primeiro momento, de que o Brasil entraria no ciclo de crescimento sustentável com correção do erro sistêmico. Mas, as minhas esperanças na mudança da política econômica esvaíram-se nesse primeiro mês do segundo mandato da Dilma.  A equipe econômica da Dilma, não mexeu no erro sistêmico ou nos fundamentos da política econômica que vem causando a estagnação da economia. 

Não vou comentar aqui os equívocos da política econômica porque demandaria série de explicações técnicas que já venho anunciando num série de matérias que já ascendem a 1.500 nestes últimos 3 anos.

O que está evidente também é a evidente consequência da revelação da ladroagem pela Operação Lava Jato da Polícia Federal e Ministério Público Federal. O assunto da Operação Lava Jato, colocou à luz a fragilidade do sistema Petrobras. O assunto da ladroagem na Petrobras que poderá fazer conexão com a ladroagem também no BNDES, Eletrobras e DNIT, poderá trazer desdobramentos inesperados. O processo poderá vai se arrastar por um período não mínimo a um ano.

Enquanto isto, a presidente Dilma, por mais que queira estar no comando, não conseguirá estar sob seu controle. Dilma continuará sangrando. A presidente Dilma não suportará, ela própria, o tamanho do desgaste político por muito tempo. Ela própria, já não consegue raciocinar e depende de recurso do teleprompter para fazer qualquer pronunciamento ou entrevista. Literalmente, ela está sob forte estresse pessoal.

Com a perda de controle político sobre a Câmara dos Deputados, a situação política da presidente ficou muito vulnerável. A Dilma terá neste ano, a situação agravante de não poder contar com a compra de votos dos parlamentares. Pelo menos neste ano, devido à exposição das ladroagens reveladas pela Operação Lava jato, não haverá dinheiro para compra de votos. Os políticos da base aliada ficarão sem o apoio financeiro, do Palácio do Planalto, diferença que presidente Dilma sentirá na sustentação do seu projeto político.

A minha previsão é de que a presidente Dilma, infelizmente para ela e felizmente para o povo brasileiro, não terá alternativa senão do mesmo destino trágico de presidentes que marcaram trágico fim dos seus mandatos. Todas situações vividas pelo País, de vacância do poder, se ocorrer na primeira metade do mandato, deverá ocorrer uma nova eleição para o cargo de presidente da República. 

A simples troca de comando da Petrobras não esgota os problemas criados pela ladroagem da Diretoria da Petrobras. Viro mico se a nova Diretoria da Companhia vão ajudar no desvendamento do esquema de ladroagem engendrado pelos presidentes Dilma e Lula. O presidente Lula e presidente Dilma são patronos da facção criminosa que agiu durante os 12 últimos anos. Eles são os cabeças da facção criminosa que atuou e atua na administração pública sob comando temporal da Dilma Rousseff.

Por tudo que foi exposto, qualquer um dos motivos apresentados é suficiente para o "impeachment" da Dilma. Justifico a minha convicção, porque o julgamento é baseado em fatos políticos. Não há necessidade de haver condenação em processos judiciais, como previsto na Lei da Ficha Limpa. O Congresso Nacional é autônomo para votar impeachment por falta de condições políticas que garanta a governabilidade.

Impeachment da Dilma poderá ocorrer em 2015.

Ossami Sakamori



14 comentários:

  1. IMPEACHMENT JÁ! Que o congresso, pago por nós, faça sua parte. Se protegerem quadrilha petista, são cúmplices. Estamos de olho!!!

    ResponderExcluir
  2. Tô confiante também que esse ano sai...

    ResponderExcluir
  3. Boa Tarde, Professor! O PT demorou para chegar ao poder mas quando o fez, aparelhou-se de tal forma que não existe um mísero órgão público sem algum resquício de corrupção. Do estagiário até o presidente, absolutamente todos, tomam posse ilegal de alguma coisa ou entram em esquemas de corrupção.
    Infelizmente, acho que muito da nossa própria cultura encontra apoio neste tipo de atitude. O esperto, o sujeito que se dá bem, o Gerson existe em cada canto deste país.
    Ficaria felicíssima com o 'impeachment' da presiAntA mas o ideal seria uma reforma tão grande que está longe das possibilidades. O PT não é apenas um partido, é uma quadrilha. E quantos outros partidos também não são um pouco quadrilhas?
    Enfim ... pareço nada otimista hoje, não é?! (rs)
    Estou preparando um texto sobre o país ideal e esta grande reforma que eu citei. Espero enviá-lo logo para sua apreciação!
    Um grande abraço!
    Carla Jansson

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisamos que o Congresso aprove a Reforma politica. O impeachment de Dilma, de forma precipitada, pode esconder vários políticos que podem sair como heróis.
      Ela seria um excelente bode expiatório hoje para o PT.

      Excluir
  4. Quando esta bulgara tirou seu curso de "economista", já estava profundamente enraizada na luta soviética para derrubar o regime político, pelo que não tinha tempo algum para se dedicar aos estudos. Então o que fez? Colou o curso todo. Por isso, è uma besta quadrada!

    Só isso!

    ResponderExcluir
  5. Espero que o Senhor acerte na mosca essa previsão....o raciocínio está corretíssimo.....pra mim o PMDB fará o livramento do BR

    ResponderExcluir
  6. Na revista Veja desta semana, fica claro nos depoimentos dos donos das empreiteiras envolvidas na operação lava jato, que não pagarão o pato sozinhos e entregarão de bandeja principalmente o lula e a dilma como responsáveis diretos do Petrolão ao juiz de Curitiba dr. Moro. Somente com a delação premiada os verdadeiros mandantes da esbornia em que se transformou este país nos últimos 12 anos, poderão ser processados e finalmente o brasil poderá ser passado a limpo.

    ResponderExcluir
  7. COM "ESTRESSE PESSOAL"OUSEM ELE,ELA É UMA GRANDE INCOMPETENTE E JAMAIS PODERIA DIRIGIR PAÍS ALGUM,QUE DIRÁ O BRASIL. DEUS TE OUÇA E QUE O "IMPEACHMENT" REALMENTE OCORRA OU QUE O "TAL ESTRESSE" DELA SEJA TÃO VIOLENTO QUE, NUM MOMENTO DE DESESPERO ATRÓS,ELA RENUNCIE.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Ficaria feliz se isso acontecesse: Impedimento da Dilma. Contudo, é difícil. Os políticos em sua maioria teriam que votar a favor do impeachment. Recentemente na eleição para Presidente do Congresso Nacional até José Serra(PSDB) fez campanha para Chinaglia(candidato da Dilma) e atacou Eduardo Cunha que era o candidato rival. Então, para termos certeza que o impedimento sairá, o voto terá que ser público(transmissão ao vivo) e não "votação secreta".

    ResponderExcluir
  10. Sakamori:

    Não acho que a imprensa e os analistas econômicos só agora tenham se apercebido dos erros sistêmicos da política econômica de DILMA.

    A imprensa, principalmente, com parte dela comprometida com os governos PT, faz vista grossa aos problemas cruciais e dão destaque apenas a fatos e a notícias populares, que não comprometam seu relacionamento interesseiro com o governo.

    Já os analistas, esses ficam preocupados em teorias um tanto quanto fantasiosas, com posições muito acadêmicas, sem uma tônica prática e explicações claras com linguagem elucidativa como a que vemos aqui no seu blog.

    A oposição por sua vez, nos três, indo para quatro agora, governos do PT, não fez jus ao nome: OPOSIÇÃO.

    Vive apenas de corriqueiros recadinhos e muito mimimi, sem nada de efetiva oposição.

    Logo a seguir lemos:

    “Enquanto isto, a presidente Dilma, por mais que queira estar no comando, não conseguirá estar sob seu controle. Dilma continuará sangrando. A presidente Dilma não suportará, ela própria, o tamanho...”

    O que você vaticina para DILMA, eu já estava dizendo aqui no meu círculo de relacionamento, com relação à Graça Foster: perder o controle da situação.

    E foi o que ocorreu a ela. Perdeu o controle sobre sua diretoria e não restou outra coisa além de renunciar ao comando. É bem verdade que ela tenha se exposto demais à raiva do ladrãozão, quando dias atrás disse o que disse sobre a situação das perdas e dos volumes da roubalheira interna na Petrobras.

    Como você bem diz, o problema desta ladroagem é que ela tem fundamento muito mais complexo e é comandada, todos sabemos, principalmente por LULA e sua equipe de mensaleiros que nem bem foram presos e já estão livres, leves e soltos.

    A ladroagem faz parte de uma política engendrada com o objetivo da perpetuação do poder nas mãos do PT.

    Quanto ao impeachment da Dilma, bem, esse vai ser um pouco mais difícil, pois, a equipe de LULA não vai deixar acontecer, mas se vier a acontecer, temo a forma como o PT possa querer lutar para não sair dos postos e posições que já assumiu nestes doze anos de ladroagem e malversação de dinheiro da União.

    ResponderExcluir
  11. Eu acho que vai sim Mestre, sofrerá impeachment, mas ser condenada e presa pelo STF é outra coisa.

    ResponderExcluir
  12. Falta total de condições políticas para governar! Mas sera q o povo brasileiro não vai cair nas gracas do Lula se a Dilma sair? As vezes penso q estas investigações estao sob a vigilha do Lula para q ele volte como herói!...

    ResponderExcluir
  13. Falta total de condições políticas para governar! Mas sera q o povo brasileiro não vai cair nas gracas do Lula se a Dilma sair? As vezes penso q estas investigações estao sob a vigilha do Lula para q ele volte como herói!...

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.