Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 27 de março de 2012

DILMA, ACORDA!

Para quem leu minhas matérias anteriores, sobre SELIC, câmbio, em sinal de alerta, desindustrialização, custo Brasil e tantas outras, vai entender o que estou a querer dizer.

Ontem, ouvi notícia de que Mantega vai manter isenção de IPI sobre linha branca por mais 90 dias, ou seja, até o fim de junho.  E até lá, creio, vai prorrogar por mais 90 dias, por conta das eleições.  Dilma, tenha dó do povo! Essa campanha vem desde 2009! O povo já comprou o segundo fogão e segunda geladeira! Dizer que é para manter economia aquecida... Só tenho que dar risada... Preciso comentar?

Antes de ontem, foi a notícia alvissareira  de desoneração de encargos da folha de pagamento, substituindo o recolhimento dos 20% patronal sobre folha, por 1,5% sobre faturamento.  Ô Mantega, você acha que os empresários são burros? Foi apenas substituição de contribuições. Seis por meia dúzia! Ou melhor, teve setor que o 1,5% sobre o faturamento ficou maior do que os 20% sobre folha... Só tenho que rir... Preciso comentar?


No fim de semana passada, Banco Central já disse que rebaixamento da taxa SELIC, que baliza os juros dos títulos da dívida interna, vai ficar num patamar próximo do que está. Pelo acompanhamento que venho fazendo, isto quer dizer que vai parar num número próximo de 8,5%.  Muito tímido, diante da possibilidade de pagar 6,5% de juros SELIC, defendido por este bloguista. Bem, pelo menos deixou de falar que SELIC é instrumento principal do combate à inflação. Só acho tímida a medida... Preciso comentar?


No fim da mesma semana, disse Mantega, que o câmbio está sob controle, através de intervenções do Banco Central.  Pelo que venho acompanhando o mercado, a leitura é de que BC vai segurar dólar no patamar mínimo de R$1,80.  Com essa fala, ele quis dizer que não vai tomar medidas mais ousadas, nesta área. Então, estamos fritos, para não dizer outro nome. Eu já comentei na matéria própria sobre a moeda americana que a cotação do dólar, deveria estar, no mínimo em R$2,40. No meu entender, política equivocada. Dilma tem medo de propor medidas mais radicais, como aquelas sugeridas na minha matéria sobre Dólar, para depreciar gradativamente o Real.  Deve ser por conta das eleições. Tem medo que a máscara da fantasia do carnaval caia! Duas consequências imediatas deverão ocorrer se tomar medidas propostas por mim. A primeira é acabar com a farra de gastança no exterior. A segunda, a pior, a posição do Brasil no ranking de PIB mundial, com o dólar a R$2,40, cairia de 6ª posição da economia para 12ª posição. Para o orgulho do povo, isto dói, sabe... E Dilma sabe disso. 

Com o dólar no patamar de R$1,80, acrescido a este o problema de guerra fiscal entre os estados, está havendo invasão de importados como nunca dantes vistos. Desde vestuário à máquinas e equipamentos industriais. Nem é preciso dizer que isto causa a desindustrialização das nossas, que já são poucas. Estamos, literalmente, agregando valores nos países de origem dos produtos... Preciso desenhar? 

Outra constatação interessante. Cadê as vozes da antes poderosa Federação das Indústrias do Estado de São Paulo? Levou pito da Dilma no Palácio do Planalto na semana passada e não dá declaração nenhuma? Antes tinha vozes como do Antonio Erminio, do Gerdau, do Mindlin. Hoje, restou alguns bons nomes, mas todos beneficários da transferência de renda ao inverso, dos pobres para os ricos, portanto eles se calam.  Agora, quem vai na rua contestar sobre desindustrialização é a CUT. Quem diria... A CUT defendendo a indústria nacional. Os tempos são outros. Inverteram os papeis.  

Dilma, por favor, acorde para a situação presente do país.  Não adianta conquistar popularidade à custa de entregar o país aos estrangeiros. O momento é grave. Nem tenho muita simpatia por V. Excia. mas gostaria que a Dilma fosse conhecida por salvar a pátria do que sair com a fama de ter vendido o Brasil para estrangeiros.

Ossami Sakamori, 67, engenheiro civil, foi professor da UFPR, cidadão comum.
Atendo pelo twitter : @sakamori10

4 comentários:

  1. O desgoverno está perdido, a cópia malfeita do governo FHC não funciona mais porque o cenário mundial mudou completamente, até eu que sou apenas uma "cidadã anônima" enxergo isso.
    Faço questão de publicar no meu blog para que meus leitores tenham uma fonte de informação decente.

    ResponderExcluir
  2. Magnifica explanação! O que vejo é simplesmente a aplicação na economia do País a tática de engôdos e mentiras que permeiam e já se tornaram marca registrada desse "ajuntamento" que governa o Brasil! O que querem alcançar de positivo economicamente, apenas com jogo de técnicas aplicadas? Trocar seis por meia dúzia, como diz o Técnico blogueiro, é mais um estelionato moral! Precisamos virar o jogo, deixar de ser rebanho, afinal essa vida de gado incomoda muita gente! Principalmente àqueles que enxergam o que está diante do nariz e muitos não conseguem enxergar!
    Parabéns pelas colocações bastantes didáticas! Pessoas como você, Saka, me enchem de esperança e me dão a certeza que a luta não é em vão! #AbirtePT

    ResponderExcluir
  3. As coisas evoluem, a economia mundial evoluiu, a política evoluiu e para que todas essas mudanças não afetem a indústria, a economia e tds nós é necessário que as decisões tomadas pela equipe de governo acompanhem todas essas mudanças e visem a estabilidade econõmica e não a manutenção de partido A ou B no poder! Concordo com meu amigo Sakamori e o que falo complementa o comentário de Rose! O cenário mundial mudou, precisamos acompanhar essas mudanças ou tudo que foi conquistado vai desmoronar! Abraços pra vc Saka e parabéns pelo trabalho!

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.