Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 8 de março de 2012

BRASIL PAÍS USA CARTÃO DE CRÉDITO

Os fatos fictícios contados aqui, sobretudos os valores guardam devida proporcionalidade com os fatos reais, para melhor compreensão do leitor.

Vejo que muitas pessoas estão querendo entender o que é SELIC e tudo o mais.  Querem saber o que representa na vida cotidiana a taxa básica de juros do Copom. Estão querendo saber o que é canibalização dita pela presidente Dilma para chanceler Angela Merkel da Alemanha. Enfim, o povo está no meio do tiroteio e não sabe exatamente o que está acontecendo.  E para complicar ainda mais, vem um japa dizer que Brasil está em sinal de alerta! 

Pois, vou contar historia de um cara que deve ao cartão de crédito, assim vocês vão entender melhor o que se passa com o Brasil. Para melhor entender vamos apelidar este suposto cara de Brasil.


Sabe o cara chamado Brasil? Ele fatura bruto digamos R$380.000,00 por ano.  Deste ele tem lucro bruto de R$110.000,00 por ano.  Deste lucro bruto, gasta em saúde, transporte, alimentação, turismo, educação dos filhos R$95.000,00 por ano. Então sobra R$15.000,00 por ano, que chamamos de Superávit primário.


Bom o cara chamado Brasil, tem uma renda que aparentemente sobraria R$15.000,00 por ano. 


Sobraria, porque o cara Brasil, deve para Cartão de Crédito R$220.000,00, isto é o cara deve o dobro do lucro bruto, antes de descontar despesas.  Relembrando o cara ganha lucro bruto de R$110.000,00 ao ano. 


Bem, esse cara chamado Brasil, paga 9,75% de juros sobre o saldo devedor de R$220.000,00, o que dá grosso modo R$22.000,00 de juros anuais.  


Eu disse que o cara aparentemente teria dinheiro que sobraria, depois de pago as despesas correntes, de R$15.000,00.  Então está armada a encrenca. A sobra do dinheiro não paga nem os juros que é de R$22.000,00.


O que faz o Brasil, então?  Os juros que não consegue pagar, que seria no caso, R$7.000,00, faz exatamente como faz qualquer cara que deve Cartão de Crédito, manda acrescentar no seu saldo devedor. Vai rolando, rolando...


Então, vocês dirão, como é que esse cara chamado Brasil, consegue enrolar a empresa do Cartão de Crédito? Você já viu alguma empresa de Cartão de Crédito que executa o saldo devedor, enquanto está conseguindo rolar... rolar?


O cara chamado Brasil é esperto. Para manter cara de bom pagador e conseguir rolar o saldo devedor sem maiores problemas, deixa depositado no banco como garantia, em dólares, digamos US$35,000.00, recebendo juros de 0,25% ao ano, do próprio dinheiro que sacou no Cartão pagando juros de 9,75%.  Manter aparência é importante! Muita calma, nestas horas...


Não tem jeito de esse cara chamado Brasil, pagar juros menores que 9,75%?  Experimente perguntar à empresa de Cartão de Crédito se aceita receber, digamos 0,25% como faz um outro cara chamado EEUU.  A empresa de Cartão de Crédito, vai dizer para você: EEUU pode! Brasil, você é boa gente mas não pode!  

Teve cara chamado Irlanda outro chamado Portugal, tentaram fazer isso, então mandaram executar a dívida! O último cara que quebrou de vez, por causa do Cartão de Crédito foi um cara chamado Grécia. Esbanjaram o dinheiro do Cartao de Crédito e agora estão se lascando! Mal está conseguindo levar comida para casa. Nada de viagens, nada de supérfluos, só o mínimo para não morrer de fome.  Dá até arrepio ver essa gente!


Diante do fato contado, você acha que esse cara chamado Brasil consegue dormir?  Ainda mais, tendo como patroa chamada Dilma e sua troupe que gostam de esbanjar?


Ossami Sakamori, 67, engenheiro civil, foi professor da UFPR, amigo do cara chamado Brasil.
Atende pela rede social Twitter : @Sakamori10.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.