Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 13 de novembro de 2012

JOSÉ DIRCEU CONDENADO, LULA INOCENTADO!


Ontem, finalmente, o STF condenou o José Dirceu, o patrono do Lula presidente, comandante em chefe do Partido dos Trabalhadores, em 10 anos e 10 meses de prisão.  E assim, definitivamente, consolidou a tese criada pelo então ministro de Justiça do Lula, Márcio Thomas Bastos, de que o presidente Lula nada sabia do que acontecia no gabinete ao lado do seu no Palácio do Planalto.  Lula foi beneficiado com a tese.

Assim como acontece com o bom chefe da máfia italiana, o verdadeiro mandante e o maior beneficiário, sai impune de qualquer processo judicial.  Segundo acompanho pelos noticiários da imprensa, o José Dirceu estava articulando um ato de "desagravo" a seu favor organizado pelos Partido dos Trabalhadores.  O Lula, o verdadeiro beneficiário do processo mensalão, proibiu seus pares de tal ato.  A esta altura, diante da iminência de processo mensalão vir a respingar na sua biografia, quer mesmo que os velhos companheiros do partido que cumpram a determinação do STF.  Uma atitude covarde, mas compreensível para um bom chefe da máfia, não mais a italiana, mas a brasileira. 

Engana-se quem acha que com a máfia brasileira já foi extirpada da vida pública.  Foi-se um dedo, mas outros 4 continuam.  E continuam a agir com mais vigor que antes.  Lembremos de que na sucessão do José Dirceu, passou pelo mesmo gabinete da Casa Civil,   os ministros Antonio Palloci, Dilma Rousseff e Erenice Guerra.  O primeiro e último nomes são suspeitos de utilizarem-se do cargo para prática de enriquecimento ilícito.  Sendo que o Antonio Palloci foi quem indicou a Dilma para o presidente Lula, na formação da equipe do primeiro governo do Lula e também principal coordenador da eleição da Dilma à presidência da república.  Por outro lado, a Erenice Guerra foi indicada pela Dilma para sucedê-la no cargo de ministro chefe da Casa Civil ante a necessidade de renúncia do cargo para concorrer às eleições em 2010.

Hoje, a presidência é ocupado pela Dilma, principal assessora e lugar tenente do Lula, que viera ocupar a posição dos seus antecessores José Dirceu e Antonio Palloci.  E de quebra o seu idncado Haddad é novo prefeito de São Paulo.  O povo diz que são dois postes.  A minha percepção é totalmente diferente.  Ambos são seus fieis escudeiros e operadores, são os sobrinhos que galgaram posições dentro do máfia comandada pelo presidente Lula.  Por enquanto são seus lugares tenentes, mas certamente, na sua falta, ocuparão a posição de chefe da máfia, tal qual acontecia com a máfia italiana.  A organização criminosa que atuou com o nome de mensalão, hoje, tem outra denominação, mas os atores são os mesmos comensais de antes.

Diante das evidências, o mensalão é apenas ponta do "iceberg" que esconde uma verdadeira quadrilha que corrompe agentes públicos e assalta os cofres públicos, em benefícios diretos ou indiretos.  Portanto, não é hora de comemorações, ainda.  Mas, é certo que o STF deu o passo importante, o primeiro, para desbaratar a verdadeira quadrilha que tomou conta das instituições da república.  

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor ada UFPR, filiado ao PDT.  Twitter: @sakamori12

Um comentário:

  1. Esse pessoal vai preso com o cofre cheio da grana. Daquí à pouco todos serão livres por bom comportamento.
    Talvez depois de soltos, os mensaleiros entrem na justiça alegando prisão indevida e pedindo reparação de danos morais. E aí vamos pagar? Isso não!
    Deveriam indisponibilizar todos os bens dos meliantes, isso sim.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.