Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

JOAQUIM BARBOSA, PRESIDENTE DO STF



Parabéns, ministro Joaquim Barbosa!  O povo brasileiro espera que V. Excelência cumpra com êxito o cargo de presidente do Supremo Tribunal Federal da República Federativa do Brasil.  Auguramos ao mesmo tempo, saúde e disposição, para em nome do povo brasileiro, levar justiça para todos, não só para os mais privilegiados do país, mas sobretudo para a população desastida.

As informações foram compiladas do Wikipedia.org , via site de busca Google, disponíveis para público.  Sem tecer comentários, quero apenas prestar homenagem pela sua posse, apresentando o seu currículum vitae.

Joaquim Barbosa nasceu em Paracatu, estado de Minas Gerais.  É o primogênito de oito filhos. Pai pedreiro e mãe dona de casa, passou a ser arrimo de família quando estes se separaram. Aos 16 anos foi sozinho para Brasília, arranjou emprego na gráfica do Correio Brasiliense e terminou o segundo grau, sempre estudando em colégio público. Obteve seu bacharelado em Direito na Universidade de Brasília.

Foi Oficial de Chancelaria do Ministério de Relações Exteriores (1976-1979), tendo servido na Embaixada do Brasil em Helsinki, Finlância. Prestou concurso público para procurador da República e foi aprovado. Licenciou-se do cargo e foi estudar na França,  por quatro anos, tendo obtido seu mestrado e doutorado ambos em Direito Público, pela Universidade de Paris em 1990 e 1993. Retornou ao cargo de procurador no estado de Rio de Janeiro e exerceu a função de  professor concursado da Universidade do Estado de Rio de Janeiro. Foi visiting scholar no Human Rights Institute da faculdade de direito da Universidade Columbia em Nova York (1999 a 2000) e na Universidade de Califórnia (2002 a 2003).

O ministro Joaquim Barbosa é fluente em francês, inglês, alemão e espanhol. Toca piano e violino desde os 16 anos de idade. Foi indicado Ministro do Supremo Tribunal Federal pelo presidente Luis Inácio Lula da Silva em 2003l  Joaquim Barbosa é o primeiro ministro reconhecidamente negro do STF, uma vez que anteriormente já compuseram a Corte um ulato escuro, Hernebeguikdi de Barros e um mulato claro, Pedro Lessa.  Ascendeu ao cargo máximo da Corte Judiciário brasileiro, sem nunca ter utilizado cotas para negros.  

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado ao PDT. Twitter: @sakamori12   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.