Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

DESBASTECIMENTO DE COMBUSTÍVEIS À VISTA!


É iminente o desabastecimento de combustíveis no final do ano, segundo expectativa do governo, em alguns pontos do território brasileiro, notadamente nas regiões norte, nordeste e centro-oeste.  Um verdadeiro apagão dos combustíveis.  

Este bloguista já vem alertando o governo Dilma, em diversas matérias, sobre o sucateamento da Petrobras por falta de continuidade de investimentos.  O governo Dilma utiliza a Petrobras como instrumento de política econômica, equivocadamente. Pelo tamanho relativo da Petrobras, não permite a Companhia arcar com os prejuízos com o desinvestimento.  A Petrobras quebra antes de quebrar o Brasil, a continuar com a atual política de reajuste de combustíveis denominado de "convergência" de preços, enquanto a regra geral no mundo é de "paridade" de preços.  

Sob orientação do ex-presidente Lula e da atual presidente Dilma, a Petrobras vem dando prioridade ao programa "pré-sal" deixando de lado as prioridades que deveria dar à exploração do petróleo no "pós-sal", ainda com bom potencial de exploração.  Acontece que a tecnologia para exploração do "pré-sal" , ainda, está a desenvolver para dar a "segurança necessária" para sua exploração.  O açodamento da exploração, para encaixar-se ao calendário da re-eleição da presidente Dilma, é um ato de "irresponsabilidade".  Sabe-se, tecnicamente que um acidente como o do Campo de Frade ocorrido em 2011, a 7.000 metros de profundidade é praticamente incontrolável, com tecnologia em uso, atualmente.  

No Brasil, sempre deu como a prioridade o auto-suficiência de petróleo, como se isto fosse questão de "soberania nacional".  Este conceito é um grande equívoco!  Se assim fosse, os EEUU, Alemanha e o Japão, não teria sua soberania assegurada.  O que esses países procuram é a garantia de fonte de fornecimento com contratos de longo prazo firmados pelas Companhias privadas.  Veja o exemplo clássico do Japão, o país não produz uma gota de petróleo, mas não se fala em desabastecimento.  Vamos pensar sobre o assunto.

O que falta no Brasil é a capacidade de refino do petróleo bruto.  Não temos capacidade de refino para atender a demanda interna de combustíveis.  As refinarias estão trabalhando com 98% de capacidade de produção, segundo fontes do próprio governo.  A próxima refinaria que está programada para entrar em operação é Refinaria Abreu e Lima, prevista para 2016, na melhor das hipóteses.  Ainda assim, depende da boa vontade do Hugo Chavez em participar financeiramente com os 50% da sua cota parte.  

A Petrobras já vem sendo deficitário em sua balança de pagamento por conta da importação de combustíveis prontos. Se hoje, já está previsto iminente desabastecimento, imagine no ano de 2013, onde se prevê o crescimento da economia em 3,5%, ainda segundo o governo.  E no caso de importações de combustíveis, os portos brasileiros não estão preparados para recebê-los em volume previsto para os próximos anos.  O governo, segundo se sabe, não tem plano de logística para situação que se configura no horizonte próximo, isto é, já à partir do próximo ano.

No Brasil não há Plano Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, de longo prazo, onde deveria estar previsto estas e outras situações decorrentes do crescimento do País.  Resultado disto é que o Brasil viverá de apagões em todos os setores da economia e da sociedade.  Onde está a "gerentona" Dilma?  

Conclui-se que a Dilma é especialista em fazer espuma.

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado ao PDT.  Twitetr: @sakamori12

3 comentários:

  1. O que, também, contribuiu para chegar a esse desabastecimento é que o governo estimulou a população a comprar veículos novos e quem não tinha nenhum comprou um usado, resultado: Uma grande quantidade de veículos nas ruas e estradas. Mas, e a demanda por combustível foi planejada? Não. Pensou-se em melhorias nas estradas e replanejamento das vias públicas? Não.
    Aquí onde moro, nunca se tinha falado em engarrafamento de veículos: Agora tem todo dia na parte da manhã e tarde. É horrível

    ResponderExcluir
  2. É como se fosse uma grande empresa de fachada (o Brasil), que, na verdade, quem realmente manda no país são os empresários, decidindo pelo aumento ou diminuição de preços, pela luz no fim do túnel (promessas nem sempre cumpridas) ou apagões inevitáveis. Tomara que aconteça sim, pois poluirá menos o meio ambiente. Boa noite.

    ResponderExcluir
  3. E por falar em Refinara Abreu e Lima, aquela que o Lula prometeu construir em seu governo. A pergunta que fica é: Se o falastrão da Venezuela amissisimo do Lula e Dilma é Sócio, mas até agora não desembolsou um centavo, quando pagar sua parte (se é que fara isso) vai pagar com os devidos juros? ou até isso vai sobrar para nos os brasileiros??

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.