Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sábado, 29 de junho de 2013

Aprovação da DILMA despencou para 30%!

Pesquisa Datafolha finalizada ontem mostra que a popularidade da presidente Dilma Rousseff desmoronou.  A avaliação positiva do governo da petista caiu 27 pontos em três semanas. Fonte: Folha.

A queda de Dilma é a maior redução de aprovação de um presidente entre uma pesquisa e outra desde o plano econômico do então presidente Fernando Collor de Mello, em 1990, quando a poupança dos brasileiros foi confiscada. Fonte: Folha. 

Comentário.

Enfim, o Brasil acordou!  Foi sem dúvida, resultado das manifestações do povo nas ruas, com clara demonstração de desaprovação à administração Dilma.  O principal motivo foi a volta da inflação, no meu entender.  Mexeu no bolso do povo, ele vai à rua!  O item alimentos subiu nada menos que 18% em apenas 5 meses.  O maior trunfo do governo petista era justamente o poder de compra do povo.  Caiu o pilar da política econômica (sic) da Dilma, ele simplesmente desmoronou.

Lembro-me de quanto éramos, os insurgentes, apenas 23% da população.  Foi penosa, manter-se na posição, fazendo duras críticas à política econômica (sic) do governo Dilma.  Foi difícil, mas valeu a pena.  Neste ínterim sofri agressões verbais de mais baixo calão.  O que mais me doeu foi ter recebido diversos convites para deixar o País, minha pátria amada.  

Descrevi no dia 31 de maio próximo passado, há menos de 1 mês, o cenário econômico que poderia advir.  Infelizmente, tudo se concretizou.  O quadro econômico do País deteriorou rapidamente.  Menos pelas manifestações, do que pela política econômica equivocada.  A perspectiva para os próximos 30 dias, objeto da próxima matéria, não é nada boa, tende a piorar.  

A presidente Dilma, ficou acuada, nem à cerimônia de fechamento da Copa das Confederações não vai mais, segundo imprensa. A pesquisa realizada pelo DataFolha representa apenas o momento, não quer dizer que o índice de aprovação entre ótima e boa, tenha estancado em 30%.  Mais algumas manifestações, poderá despencar ainda mais.  Aí o bicho pega!  Como dito pela Folha, situação semelhante à queda de índice de uma pesquisa a outra ocorrera apenas no confisco dos depósito pelo presidente Collor.  

Este blog postou matéria com o título "Dilma pode renunciar diante das manifestações" em 24 de junho próximo passado.  Logicamente, novamente, não fui levado à sério.  Se continuar a queda e as manifestações de rua continuar num crescente, configuraria o quadro de "ingovernabilidade".  Se fosse no regime parlamentarista, um índice abaixo de 25% de aprovação, cairia.  Seria substituído por outro gabinete.  No regime presidencialista, em tese, está assegurado o mandato até o fim do período que se elegeu, mas, não necessariamente.

A história brasileira tem casos semelhantes vivenciados, repetindo parte da matéria anterior deste.  Getúlio Vargas suicidou quando viu o quadro de ingovernabilidade.  O Jânio Quadros, diante do quadro de ingovernabilidade, renunciou ao cargo de presidente da República, numa tentativa aparente de "golpe de Estado branco".   O presidente Collor, diante da possibilidade de impeachment renunciou ao cargo de presidente.  Todos tinha a mesma característica da presidente Dilma, o estilo egocêntrico, com aparente grau de personalidade forte.  No fundo, no fundo, estas pessoas se blindam para esconder a falta de caráter.  

O quadro econômico vai se deterior ainda mais nos próximos 30 dias.  O índice de popularidade da presidente Dilma vai cair ainda mais.  À essa altura do campeonato, nem a história do "plebiscito" vai fazer mudar a opinião dos manifestantes.  E chega o mês de agosto, mês de cachorro louco!  Dia 24 de agosto, dia do suicídio do Getúlio Vargas e dia 25 de agosto, dia de renúncia do Janio Quadros.  Diante do quadro de ingovernabilidade Dilma pode renunciar ao cargo de presidente da República, sim!

Ossami Sakamori, 68, engenheiro civil, foi professor da UFPR, filiado não militante do PDT.  E-mail: sakamori10@gmail.com

4 comentários:

  1. Kkk... Desse jeito, o grau de aprovação vai chegar nos - 108 %, - exatamente o oposto, de até então, kkk ...

    ResponderExcluir
  2. Bem, sou oposição ao PT desde 1989, quando tivemos a primeira eleição de um presidente após a ditadura militar. Demorou, mas aconteceu, o PT está nu, com a sua bunda suja de fora... Mas Dilma ainda tem algumas cartas na manga - uma oposição fraca, o eleitorado cativo e fiel, o poder da máquina. Agora, não é a mídia, imprensa, a principal oposição e obstáculo à reeleição de Dilma, mas o próprio povo, que o PT chama de "classe média reacionária". A inflação, os juros altos, a diminuição do poder de compra do salário mínimo, o mensalão, as alianças políticas espúrias, a desindustrialização, o endividamento dos brasileiros, desprezo aos direitos da população LGBT, Belo Monte, a perseguição ao índios...

    Quanto à uma possível renúncia da atual presidente, acho difícil. Na época dos escândalos do Mensalão, Lula cogitou renunciar, mas foi aconselhado a permanecer no cargo. Com Dila será a mesma coisa - é ruim do PT largar o osso... Lula conseguirá manter Dilma no poder.

    Dilma está ferrada, agora que os neopentecostais sabem da fragilidade do governo, vai chantageá-lo para conseguir a aprovação definitiva da "cura gay" e outras barbaridades - sabemos que boa parte dos neopentecostais são beneficiados pelo bolsa família... Se Dilma ceder aos neopentecostais, ficará mal com a população mais esclarecida, que vai às ruas, com a opinião pública internacional e, claro, com os gays... Esqueci, tem também a pressão da bancada ruralista no Congresso. Enfim, Dilma esta ferrada.

    ResponderExcluir
  3. Sakamori amigo,

    Gosto dos comentários do ALESSANDRO LEMOS, precisos, e repletos de temas que pululam nos nossos dia-a-dia, assim como seu enfoque sobre assuntos que não são de domínio público, como o de Belo Monte, etc.

    Quando o faz, sobra-nos muito pouco para discorrer, e somado com suas competentes matérias, pode e deveria a população verter em abissais goles para o conhecimento da vida de nosso país!

    Fugirei um pouco desse viés, tão bem defendido e posto pelos dois excelentes relatores dos dias atuais, me centrando na afirmação, não sei se surpreendida ou comemorada da queda da popularidade de Dilma Roussef para a casa dos 30% (trinta por cento) !

    Após esses dias de redescobrimento de sua força e de seu significaado na Nação, é mais que natural o povo parar para refletir sobre seus próprios atos, assim como, para colocar termo em sua postura de simples espectador do cotidiano !

    O exercício que eu, você, tivemos em nossa mocidade, em defesa do que entendíamos ser o melhor para o nosso país, agora descoberto por essa geração melhor aparelhada e muito mais culta, ensejou-lhes, tenho certeza, uma componente muito importante ao chamado amadurecimento de nosso povo!

    Este país não será de forma alguma mais, como era, e sua busca pelo futuro, deixou de ser uma retrofe de seu hino para se tornar uma realidade!

    A chamada massa de manobra utilizada pelos partidos, obrigatóriamente, abrirá espaço ao povo para suas opções, as verdadeiras opções de sua gente!

    Disso demandará, reformas nos nossos valores, nos nossos ideais, nas nossas instituições, nas nossas escolhas, principalmente, nas escolhas de condução de nosso pais!

    Senão vejamos, o que contribuiu para o açodamento do apoio e cobrança das decisões dos Tribunais Superiores, da defesa do Ministério Público em manter sua possibilidade de permanecer investigando crimes de responsabilidade, de corrupção, com a isenção exigida pela Sociedade!

    Enfim, excetuando a ação degeneratória dos marginais que se infiltraram, e a fraqueza dos órgãos coibidores em sustarem essas práticas degeneradas, tem sido um sucesso!

    Não pela derrota da Dilma, ou mesmo do PT, mas a vitoria de um povo, a vitória da democracia, a vitoria dos valores que pareciam estar esquecidos de nossa sociedade!

    Vencemos como Nação!

    Agora, precisamos continuar a cultivar essa tenra flôr da democracia e do amor pátrio!

    Quanto aos 30% de pantamar, da Presidente, não há como se contra-por aos 1000% de orgulho de nosso povo!

    Abraço-o, com o carinho e respeito de sempre!

    Seu amigo e admirador,

    MARKITO DE SOUZA

    ResponderExcluir
  4. Caro Saka,...

    Tenho absoluto medo do futuro. Tenho medo, posto que essa gente do PT, fara de tudo pela manutenção do poder; seja pela simples continuidade(osso duro de largar), ou pelo medo que eles tem de alguém da oposição, levar a cabo uma seria investigação a tantos mal feitos, que sabemos estarem escondidos sob esse imenso tapete da corrupção.

    Isso posto, Lulla que é o grande artífice dessa mega maracutaia, que convencionamos chamar de "governo", fara sim O DIABO pela eleição, chegando óbvio a queimar definitivamente a Dilma, com seu já famoso "eu não sabia", lançando no processo, seu nome,....pior que isso, só soltando os aloprados na rua, incitando uma revolta civil. Para mim esse cara tem uma imensa quantidade de excremento no lugar do cérebro, capaz de qualquer insanidade.

    Situação ficará pior? Acho que sim! A economia tende a continuar seu franco processo de derretimento e isso há de gerar uma definitiva fritura no Mantega(sempre rançoso),...até ai, o mercado receberá com alívio, desde que a opção da Dilma, até por vício, não seja o Mercadante.

    Em piorando, teremos um panorama estranho,..um que de ingovernabilidade. Não saberia dizer o que rolaria, mas certamente mudanças acontecerão. Como disse Paul Valéry "O futuro nunca mais vai ser do jeito que era,...."

    Esse panorama é muito interessante, até por que o PT poderia estar preparado para qualquer coisa, menos para sofrer um revés do povo, o qual ele tanto alimentou com suas benesses.

    Estou assistindo tudo isso, com ávido interesse.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.