Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Renan Calheiros se junta ao Lula da Silva

Crédito da imagem: Veja

A grande imprensa noticia de que o presidente do Senado Federal Renan Calheiros se reuniu ontem com presidente Dilma e com ex-presidente Lula da Silva, separadamente, para discutir sobre o encurtamento do atual mandato de presidente da República e a convocação de novas eleições presidenciais, ainda este ano, mediante Projeto de Emenda Constitucional.

Os três, Renan Calheiros, Dilma e Lula da Silva já dão como certo que presidente Dilma será cassada pelo Senado Federal, após a admissibilidade e julgamento pelo plenário do mesmo. Os três já dão como certo que o processo de impeachment da Dilma deverá ter os 54 votos necessários para perda de mandato da Dilma. 

Os três tem pendência com Lava Jato e quer eleger o Lula da Silva ainda este ano, antes que o Lula da Silva fique inelegível em 2018, pelos processos que correm na Justiça Federal de Curitiba. É esperado a condenação do Lula da Silva pelo juiz federal Sérgio Moro e a sentença confirmada pela TRF4 (segunda instância) até 2018. Assim sendo, é esperado que o Lula da Silva ficará inelegível em 2018, pela lei da "ficha limpa". 

Esta manobra é a derradeira tentativa do Lula da Silva e da Dilma de se manterem no poder. Renan Calheiros, presidente do Senado Federal é o patrocinador deste PEC do encurtamento do atual mandato e a realização de novas eleições presidenciais, ainda este ano. O presidente Renan Calheiros, segunda a grande imprensa, está com vários processos relacionados à Operação Lava Jato por isso tem interesse que os chefes da facção criminosa Lula da Silva e Dilma permaneçam no poder. 

O "bunker" de resistência da permanência da facção criminosa no Palácio do Planalto conta com o apoio explícito do presidente do Senado, Renan Calheiros. 

O objetivo, a convocação de novas eleições presidenciais ainda este ano, não terá êxito no Congresso Nacional, porque não há clima para conseguir a maioria absoluta. Este projeto, se vier a ser proposto, conta com o apoio, também, da Rede e do PV, além dos partidos de apoio da Dilma, o PT, PC do B e PSOL. Os votos destes partidos não serão suficientes para a aprovação do PEC. 


Conheça uma nova matriz econômica > Brasil tem futuro? 

Renan Calheiro se junta ao comando da facção criminosa que ocupa, ainda, no Palácio do Planalto.

Ossami Sakamori















6 comentários:

  1. O jeito é ir embora do país.
    Parece que a quadrilha não sairá nunca do poder.

    ResponderExcluir
  2. Pelo jeito a PatifariaBrasil (ou PizzariaBrasil) não muda nunca, pois os rufiões são sempre os mesmos, ou seja, vamos continuar sendo patetas.

    ResponderExcluir
  3. Temos que enfrentar esses problemas usando a inteligência. Só teremos novas eleições se o TSE julgar e cassar a chapa Dilma/Temer ou se, como no texto, quiserem nos enganar. Em ambos os casos Lula terá que ser impedido de se candidatar por ser investigado pela justiça, e se fizermos uma campanha contra os candidatos ruins como ex: José Serra, Ciro Gomes, Marina Silva e Lula(esse deverá ser impedido pela justiça) e outros que se candidatarem com propostas vazias ou com propostas anti-patriotas, teremos um grupo enxuto com possíveis melhoras quanto ao nosso futuro.
    Para mim, o governo Temer terá prioridade em livrar a cara dos políticos enrolados na Lava jato. Tanto é que nesse texto do Sakamori, Renan Calheiros do PMDB se encontra com Lula e Michel Temer não se pronuncia contra, apesar de ser seu desafeto. Penso assim, mas respeito opiniões contrárias.

    ResponderExcluir
  4. Parece que é isso mesmo, senhor Daniel.

    ResponderExcluir
  5. Como dizia o velho deitado inglês: It is foda!




    No Brasil estamos na seguinte situação:

    1) Uma presidente e um partido sem a mínima condição de permanecer no governo;

    2) Um parlamento totalmente desacreditado pelo povo;

    3) Pairam dúvidas sobre todos os poderes. (lembrando que Daniel Dantas afirmou que só tinha problemas na primeira instância). Os outros 2 poderes são Dilma e Renan;

    4) O tanto de dinheiro envolvido na corrupção é capaz de comprar qualquer coisa no planeta Terra;

    5) Desenha-se um acordão, mas como convencer a população e o Moro;

    6) Criarão leis para justificar ser fora da lei...

    Quer mais?

    ResponderExcluir
  6. Todos eles são farinha podre do mesmo saco e já deveriam estar na cadeia há tempos !

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.