Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

domingo, 15 de abril de 2012

NOVA DILMA, COM CARA REPAGINADA

Diante de tantos imbróglios, de notícias nada positivas à respeito do seu governo, Dilma está seguindo o roteiro sugerido pelo seu assessor principal o top top Garcia de tentar criar agenta positiva para esquecer dos fatos negativos dos últimos 15 meses.  Lembrando que já foram afastados 10 ministros, todos sob suspeito de envolvimento em roubalheira explícita ou pegos numa situação de relação incestuosa com a iniciativa privada. E nesses últimos dias, notícias de roubalheira envolvendo personagens do seu partido, o PT, quais sejam, o governador Agnelo e ministra Ideli, com assento no Planalto.

A estratégia do top top Garcia, passa pela identificação do inimigo externo e agendas supostamente positivas para exibir à população.  

Quanto ao inimigo externo, já falamos muito aqui. Eles são os canibais europeus com seus tsunamis e os EEUU como sendo o culpado da valorização do Real, como se deles fossem os problemas internos do país. Se os chineses e indianos estão se saindo muito bem, exportando como nunca, em dólares, o mesmo que o Brasil utiliza nas transações financeiras e comerciais externas, o problema certamente não existem para os chineses e indianos.  Coisa do top top Garcia. Eleger o inimigo externo. E por incrível que possa parecer, o povo já está acreditando. Tanta mentira, dita e martelada, toda hora, todo minuto, acaba virando como se realidade fosse. Vejam o que disse Dilma:

 "Nós temos que estar sempre atentos para que os mecanismos de combate à crise financeira internacional e de padrão de combate à crise que os desenvolvidos adotam que lembram os anos 1930, não levem a valorização do nosso câmbio que não leve a indústria brasileira presas fáceis de um processo de canibalização." Fonte: Folha.

No front interno, agenda positiva à toque de caixa, literalmente da CEF. Nem que a vaca tuça! Ou seja, nem que a CEF quebre patrimonialmente. Depois nóis cobre emitindo títulos da dívida pública, pagando os juros SELIC, argumenta o top top Garcia.  Relembrando o passado.
O fortalecimento do sistema bancário vem desde PROER do FHC. De lá para cá, o setor financeiro vem ganhando benefícios imensuráveis, que por um lado fortalece o sistema bancário que é concessão do serviço público. Por outro lado é transferência direta de renda do pobre para rico. O que me inriga é por que somente agora, a Dilma critica o spread bancário e baixou juros do BB e CEF?  
Ela não participou como ministra do governo Lula por 8 anos? Ela já não está no poder há 15 meses? Uai, não estou entendendo, o rompante dela somente agora!

Em um discurso de improviso e para uma plateia de empresários, a presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira (13) que é preciso colocar "juros e spread em padrões internacionais de custo e capital". 

Disse ainda. "Nós temos que desmontar alguns entraves ao nosso crescimento sustentável e continuado. Esses entraves podem ser assim resumidos simplificadamente, vou falar no positivo, na necessidade de nós colocarmos os nossos juros e spread [diferença entre o custo de captação de dinheiro para os bancos e quanto cobram na ponta para o consumidor] em padrões internacionais de custo e capital", disse ao participar de cerimônia de lançamentos de institutos de tecnologia e inovação, voltado para capacitação profissional do setor de indústria.  Fonte : Folha.

Acho engraçado a presidente Dilma, após 9 anos de 3 meses participando ativamente, antes como ministra de Planejamento e agora como presidente da República, venha ao público apontar defeitos e eleger culpados pela situação criada.  Só faltou mesmo, ela culpar o Collor, Itamar e FHC. Certamente que eles também tem suas parcelas de culpa, mas poderia, se isto é defeito do Brasil, deveria terem tomado medidas há exatamente 9 anos e 3 meses. Então, vamos considerar como autocrítica. No entender o top top Garcia, apontar os inimigos internos também uma prática saudável (sic) para criar um novo "mito", ou seja NOVA DILMA, com cara repaginada. Vejam então, os depoimentos dela.


"Temos que criar condições para que o país possa ter desoneração tributária que não comprometa a situação macroeconômica. Hoje o Brasil tem certas estruturas tributárias que se tornam pesadas para serem carregada. em um processo de crescimento sustentável e junto com isso vem a produtividade". Fonte: Folha. Opino. Autocrítica?

Ela citou a importância de valorizar a produção nacional e citou que a Petrobras teve problemas porque os projetos eram feitos em outros países, sem que os projetistas tivessem conhecimento da realidade da indústria brasileira. Fonte: Folha.  Opino. O primeiro petroleiro feito no Brasil, no Suape, está rachado, sem condições de pôr no mar. 

Sobre ciência e tecnologia, Dilma disse, como se NOVA DILMA fosse.

Dilma apontou ainda como "entrave" e "amarras" para o setor produtivo problemas na tecnologia, na inovação e falta de projetistas. Fonte: Folha.
  
"Temos que medir nossa capacidade de formação e, sobretudo nossa meritocracia em patente como todos os países do mundo fazem. Temos que socialmente valorizar o cientista, o tecnólogo e o inovador." Fonte: Folha. Opino. Não entendo como Dilma foi descobrir isto só agora, depois de 9 anos e 3 meses de participante ativa no governo.

Precisa falar mais? 

Atenção Brasil! Apresentamos a NOVA DILMA! Esqueçam a Dilma de antes ou de ontem. Agora, a presidente passou pelo bisturí do top top Garcia. 

Ou será que estou com doença de alzaimer e tudo que ouvi dela antes era ilusão?  Se eu tiver errado, me leve de uma vez por toda para o manicômio, de preferência com camisa de força.  

Ossami Sakamori, 67, engenheiro civil, foi professor da UFPR, eu sou da resistance (com a).
Atende pela rede social twitter: @sakamori10

2 comentários:

  1. Mesmo que seja uma presidenta com cara repaginada, o seu discurso realmente precisa ser colocado em prática, Sakamori. O problema do Brasil, são as velhas raposas que surrupiam o cressciemnto para si e para seus apadrinhados. Eu acredito que ela (a presidenta Dilma) está no caminho certo, pois do contrário a corja que se instalou e se enraizou em todos os poderes iriam impedir qualquer ação. A sua popularidade a credencia para agir no sentido de mudar drasticamente a politica econômica do país.

    ResponderExcluir
  2. Estacestupida descobriu o Brasil?
    Primeiro resta saber se dinheiro nasce como capim para que desviem tanto e sobre para aplicação nos seus devidos lugares
    Dilma e incompetente e arrogante comi seu Luder MAFIOSO LULALCAPONE

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.