Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 12 de abril de 2012

DILMA, CACHOEIRA É TIRO NO PÉ!

Para presidente Dilma, a semana começou assim : 

O PT vai tentar instalar CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) no Senado para investigar o envolvimento do senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) no esquema de exploração de jogo ilegal no país desmontado pela Operação Monte Carlo, da Polícia Federal.  Fonte : Folha

O tiro da metralhadora que estava direcionado para senador Demóstenes Torres, DEM/GO e para o governador de Goiás Marconi Pirillo PSDB/GO, então começou a respingar em aliados da Dilma, senão vejamos:

Assessor da Secretaria de Relações Institucionais, Olavo Noleto conversou com Wladimir Garcez, ex-presidente da Câmara de Goiânia (GO), para tratar de um possível apoio do senador Demóstenes Torres (Sem partido-GO) à candidatura Dilma Rousseff em 2010.  Fonte: Folha.

O chefe de gabinete do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), decidiu na noite desta terça-feira (10) deixar o cargo. Citado na Operação Monte Carlo, da Polícia Federal, Cláudio Monteiro disse à Folha que tomou a decisão para "não expor" o governo do DF. Fonte : Folha.

Foi daí que a presidente Dilma, mandou redigir texto da convocação do CPI mista, de tal forma a pegar somente os políticos da oposição. Porque as tais gravações da operação Monte Carlo, faz citações contundentes sobre os políticos da situação já mencionados. Veja o que a imprensa já noticia.

Depois de intensa negociação política, líderes partidários da base aliada apresentaram requerimento para a instalação da CPI do Cachoeira. O documento, que ainda pode sofrer modificações, não fala de investigações de agentes públicos, restringindo-se à Operação Monte Carlo e fatos "intimamente" ligados a ela. Fonte : Folha.

Acontece que, em tais gravações, aparece um fio da meada que não interessa à Dilma, isto é o envolvimento da Construtora Delta, empreiteira que teve seu crescimento exponencial nos governos Lula e Dilma. E sintomaticamente um dos maiores contribuintes da campanha Dilma 2010.

Segundo a Folha. A Polícia Federal levantou suspeitas de que a empreiteira Delta, maior recebedora de recursos do governo federal nos últimos três anos, fez parte do esquema montado pelo grupo de Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, acusado de comandar uma rede de jogo ilegal, informa reportagem de Filipe Coutinho, Fernando Mello e Leandro Colon, publicada na Folha deste sábado. Segundo relatórios de inteligência da PF na Operação Monte Carlo, há indícios "de que a maior parte dos valores que 'entram' nas contas de empresas fantasmas ligadas ao grupo do empresário são oriundos da empresa Delta Construções".

Só há duas saídas para a Dilma. A primeira é abortar a própria intalação da CPI.  A segunda é tentar restringir as investigações da CPI ao âmbito de Goiás, isto é direcionar as bateriass para Demóstenes e Marconi. 

Se as investigações da CPI, fugir do controle do Planalto, fatalmente o fio de meada vai levar à campanha da Dilma 2010, que ela própria como ministra de Planajamento a viabilizou com os recursos de contribuições dos empreiteiros do DNIT. Será o maior escândalo da Dilma, não como presidente, mas como ministro de Planejamento do governo Lula. 

Ela sabe que Delta sabe que ela sabe. Mas, por outro lado, a Dilma presidente, nem esteja muito preocupado de que o assunto vire um processo como o do "mensalão". Ela sabe, sobejamente que se o caso virar processo "cachoeira", isto vai para "prescrição" como o anterior.  Márcio Tomás Bastos, já deve ter sido consultado sobre o assunto. 


CPI do Cachoeira, se for abrangente, é tiro no pé para a Dilma. Ela não fica até o fim do governo. 

Ossami Sakamori, 67, engenheiro civil, foi professor da DFPR, observador.
Atende pela rede social twitter : @sakamori10 

2 comentários:

  1. Definitivamente acredito que DEUS exista, essa força superior que a tudo controla, que não deixa que os planetas, satélites, e lixo cósmicos se choquem! Que vigia para que os oceanos, mares, lagoas, lagos, rios, figuem onde devem ficar! Esse mesmo DEUS, essa mesma força deu ao ser humano o livre arbítrio, mas deverão ser penalizados quando a escolha for má. Pois bem, ninguém, absolutamente ninguém, mente, engana e "enrola" o tempo todo! Chegou o fim dessa corja, desses quadrilheiros que tomaram o País e vêm mantendo apenas "as aparências"! Acredito que, como nada é por acaso, essa CPI MISTA DO CACHOEIRA, servira para "lavrar", "livrar" e "levar" pro espaço os "ptralhas" e a base estupidamente alugada! Mesmo porque a sujeira é tanta que alguns usarão a delação premiada! DEUS EXISTE, É JUSTO E FIEL!

    ResponderExcluir
  2. O caso brasileiro se encaixa como luva na retórica de quem come melado sempre se lambuza e não tem como esconder. É a falta de preparo e de caráter político, ético e responsável, sendo tratado como coisa de mafioso, onde o dinheiro é a palavra de ordem e de objetivo comum. Não se pode admitir que as coisas aconteçam desta forma, totalmente descontrolada e irresponsável, dando-se pouca importância ao vazamento e ao conhecimento público das tramais e roubos cinematográficos, onde chamam a população de idiotas, onde se manipula as eleições e a população, ai sim se comporta como alienados e sim idiotas, imbecis que nada fazem, se acostumando ao mau feito e no máximo, virando assunto de botequim no fim de expediente. Lamentável isso !

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.