Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

domingo, 27 de maio de 2018

Os petroleiros vão parar, também!

Crédito da imagem: Estadão

Com intervenções das Forças de Segurança Nacional, Forças Armadas e Secretarias de Segurança dos estados, determinado pelo presidente Temer, devem retomar o abastecimento de combustíveis nas bombas durante a semana. No entanto isto não quer dizer que o abastecimento de gêneros alimentícios voltem à normalidade. E tem mais uma nova crise, a dos petroleiros da Petrobras. 

A greve dos caminhoneiros parou o Brasil por uma semana e já causou prejuízo ao País em pelo menos R$ 10 bilhões no PIB. O mês de maio será marcado com crescimento negativo no PIB - Produto Interno do Bruto. A União, estados e municípios deixarão de arrecadar cerca de R$ 3,5 bilhões em impostos e contribuições. A estimativa é dos jornalistas da grande imprensa, sem contar com o rigor das estatísticas do IBGE. 

A notícia ruim é que a Federação Única dos Petroleiros, representante dos empregados da Petrobras, decidiu que iniciará na quarta-feira, dias 30, greve de 3 dias, terminando às 24 h do dia 1º de junho. A greve é contra medidas anunciadas pelo presidente da Companhia Pedro Parente, do programa de desinvestimentos das principais refinarias, entre elas a Abreu de Lima em Pernambuco, Rlam na Bahia, Refap no Rio Grande do Sul e Repar no Paraná.

Desta forma, o prejuízo do Brasil calculado até hoje, de R$ 10 bilhões, deverá dobar no decorrer da  próxima semana. O PIB do País deve decrescer em R$ 20 bilhões por conta das duas crises desenhadas, a dos caminhoneiros e dos petroleiros, provocando perda de arrecadação aos governos da federação em cerca de R$ 7 bilhões.  A parte boa da crise é a demonstração de força da população, representado pelos caminhoneiros e petroleiros e governo fraco do Michel Temer. A parte ruim das crises é ver cada vez mais longe a retomada firme do crescimento econômico do País. 

A estimativa do custo das últimas crises será de R$ 20 bilhões e continuidade da estagnação do País!

Ossami Sakamori

2 comentários:

Célia Mancini disse...

Gostaria de entrar em greve tambem. Parar de pagar impostos para que essa cambada de vangabundos ñ se eleja novamente, pare de gastar meu dinheiro com carros novos e milhares de porcarias.... Como eu gostaria de fazer greve contra esse governo gastador e vagabundo que ñ fui eu que coloquei lá. Vá para o inferno logo Temer.

Sebastiao Arcarde disse...

com a paralisação do transporte no brasil todas estarão em greve Moça!!! dona de casa profissional liberal como os patrões...