Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sexta-feira, 25 de maio de 2018

Caminhoneiros: Temer é igual Dilma!

Crédito de imagem: Folha

O presidente Temer determinou que o Chefe da Casa Civil do governo fizesse um "acordo" com os caminhoneiros afim de por fim os bloqueio nas principais rodovias do País. Ontem, no início da noite, o Palácio do Planalto divulgou o "Termo do Acordo" firmado com principais liderança da categoria.  Após a imagem do Termo de Acordo faço o meu comentário. 

 O documento.
















A UNICAM não compareceu para assinar o Termo do Acordo.












Ao mesmo tempo da assinatura do Termo de Acordo, a AGU - Advogacia Geral da União entrou com pedido liminar na Justiça para "desbloqueio" das rodovias em todo o País. O governo Temer determinou também que o novo Ministério de Segurança Pública na pessoa do ministro Raul Jungmann colocar em prática a determinação judicial de desbloqueio das rodovias. O confronto poderá levar a um "acidente" de percurso. Vamos acompanhar de perto. 

Os pontos principais do Acordo foi a desoneração da CIDE sobre diesel e estabelecimento de "preço fixo" para diesel pela Petrobras, para os próximos 30 dias, renováveis para mesmo período, no vencimento. As eventuais lucro ou prejuízo seriam compensado pelo Tesouro Nacional, uma clara intervenção do governo Temer nas atividades econômicas da Petrobras.  No eventual, prevejo quase sempre, o contribuinte será chamada para cobrir o "rombo" da Petrobras, novamente.  

Assim, MDB volta à prática de intervenção do Estado na economia defendidapelo PT, colocando em prática o adágio popular: Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço.  

Temer é igual Dilma!

Ossami Sakamori

2 comentários:

Alvaro Santos disse...

Caríssimo, nosso povo continua não entendendo de quem é o lombo que sai o dinheiro; continua nas mãos de políticos e agências manipuladoras de opinião. Nosso povo se presta ao papel de achar que tudo é questão de apoio.

Os ingredientes que fizeram os combustíveis neste preços a sociedade finge ou não quer entender que é externo devido as movimentações do status quo comercial vida as manobras de Trump, Coreia do Norte, Acordo com o Irã, mudança da Capital de Israel para Jerusalém.

Isto posto, o medo alavanca os preços do barril de petróleo, valoriza as commodities, e acelera a inflação americana, que aumenta os seus juros e atrai os dólares para os EUA. ao menos o que entendi do excelente cenário da manipulação da informação.

Anônimo disse...

Juscelino, ou JK, o Aécio dos anos 50, inaugurou a Era da Grande Corrupção no Brasil, quando resolveu roubar 50 anos em 5.
Inventou de construir Brasília, cidade sem praças e esquinas, projetada por um comunista de carteirinha, e criar a indústria automobilística nacional.
Como o povo era (e continua sendo) muito jeca, os fabricantes de veículos exigiram o desmonte das ferrovias para não terem concorrência. JK, entre uma lança-perfume e outra (a coca da época), mandou: acabem com essas marias-fumaças e vamos todos andar de carro.
Meio século depois os jecas nacionais mais abastados pagam os maiores preços do mundo pelos seus carros, abastecidos com o combustível mais caro do mundo, a mijolina, batizada com 30% de etanol, enquanto a maioria dos jecas vai a pé ou socada dentro dos busões, em piores condições que os animais transportados pelas rodovias do país...

(desculpe o desabafo em tom de brincadeira, mas a maior parte é a pura verdade).

Saudações.