Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

domingo, 22 de maio de 2016

Presidente Temer está como biruta do aeroporto.


Tive pouco tempo para comentar sobre as últimas medidas do governo Temer. Hoje, vou me alongar um pouco mais nas minhas análises sobre a situação do presidente Michel Temer e do seu governo. Um presidente que a grande imprensa insiste em chamar de "interino" ao mesmo tempo que chama a Dilma de presidente "afastada". Michel Temer é presidente da República Federativa do Brasil e ponto final.

Michel Temer será  tratado por mim como presidente, simplesmente. Não há dois presidentes no País. Nunca vi, isto, de um país ter dois presidentes. Michel Temer, querendo ou não a grande imprensa, é o mais alto mandatário do País, pelo menos até o desfecho final do processo de impeachment da Dilma ou até 31 de dezembro de 2018, se todas as circunstâncias o favorecerem.

Temer não é de arroubos. Temer age de acordo com a direção do vento. Pela sua característica, demonstrada em muitos ano de vida pública, podemos concluir que Temer tem temor de tomar medidas drásticas. Presidente Temer é a cara do PMDB de hoje, sem rosto e sem corpo definido. Feito estas considerações, vamos aos comentários sobre últimas medidas tomadas. Temer é como biruta do aeroporto, está sempre na direção do vento.



Temer convidou Meirelles para comandar a economia do País, porque ele próprio não entende e nem quer entender sobre a economia. O norte da economia do Temer é o do Meirelles, portanto. Na prática, Henrique Meirelles é como primeiro-ministro do governo Temer. Tudo passa pelo crivo do Meirelles. 

Houve enxugamento da máquina administrativa com o rebaixamento do Ministério da Cultura em Secretaria do Ministério da Educação e Cultura. Com reação dos artistas da Globo, Temer voltou atrás e vai recriar o Ministério da Cultura. Para Meirelles, tanto faz o status que a Cultura vai ocupar. Para Meirelles, o recriado Ministério da Cultura vai ter o mesmo orçamento da Secretaria da Cultura. 

Na terça-feira, dia 24, vai ser divulgado medidas de "ajustes fiscais", para o cumprimento da meta de 2016. É provável que algumas medidas de "ajustes fiscais" para o próximo ano também sejam anunciadas, também. O clima para o anúncio das medidas está perfeito. Deixou a população em "pânico" com o "rombo fiscal" de R$ 170 bilhões. À essa altura dos acontecimentos, o aumento dos impostos será absorvido pela população com certo conformismo. 

Presidente Temer convocou a equipe econômica para reunião em São Paulo, onde reside, para alinhavar as medidas que serão anunciadas na próxima terça-feira. Para esta reunião, foi convocado o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco. Boa coisa não vai sair desta reunião. Vamos aguardar o anúncio na terça-feira. 

Recomendo leitura do meu e-book para confrontar com as medidas que serão anunciados pelo Meirelles. 

> Mais de 21.000 acessos >  Brasil tem futuro?

Lembremos sempre, que o Presidente Temer está como biruta do aeroporto, age a favor do vento do dia. 

Ossami Sakamori












13 comentários:


  1. Mais uma vez o país tem a oportunidade de se CORRIGIR em seus ERROS clássicos. Agora a pergunta que eu faço é a seguinte:
    .
    Temer com toda sua ASTÚCIA política e sua experiência não Devia ter um NORTE centrado a frente e a OUSADIA necessária para nos liderar na turbulência desse turbilhão que Lula&Dilma nos enfiaram com suas façanhas e artimanhas do diabo?
    .
    Deve Temer ao sabor do vento CEDER a conjuntura pecaminosa que são estes 35 partidos todos ávidos a permanecerem no poder onde em maior ou menor grau todos fazem o diabo?
    .
    A sociedade CLAMA por justiça. IMPLORA por medidas saneadoras do MODUS OPERANDI implantado por Lula/Dilma/PT&Cia.Temos a PERCEPÇÃO que o estrago feito não se CORRIGE o rumo em uma semana e m um mês. Temos a plena CERTEZA que décadas foram perdidas .
    .
    Mas agir feito uma BIRUTA ao sabor do vento sem que nos mostre que quem esta ao LEME deste gigantesco barco chamado Brasil tenha os pulsos fortes para segurar as tempestades de lamentos e os arroubos de PIRATAS internos que sabotam toda e qualquer AÇÃO para manter o barco no RUMO não é pouco para quem esteve lado a lado com o PIRATA MOR e deveria conhecer todos os meandros e os CAMINHOS a não SEGUIR para nos levar a calmaria financeira e moral?
    .
    Temer tem que ter a OUSADIA de um estadista de verdade. Senão ...

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente vivemos um capítulo de uma novela macabra planejada para parecer aos olhos do povo que algo está sendo feito pelo país. Puro engano, pois o país não se levanta mais e vai rapidamente rumo ao destino da Venezuela. Quem puder ir embora do país, está perdendo tempo (como eu) acreditando nesses lesa-pátrias (e nos que virão).

    ResponderExcluir
  3. Ola, tudo bem? Quanto tempo!
    Em relação a economia concordo,mas quanto a política penso q/ é muito mais complicado do q/ uma biruta ou até de um cata-vento. A situação do Congresso Nacional é muito complica em todo sentido:
    - liderança e presidência na Câmara,
    - Renan deve estar chantageando por não ser do grupo de Temer e sempre desejou ser um grão PMDBista e nunca foi aceito como tal.Em outras palavras: República de Alagoas está batendo no paulista Temer.
    - e além do impeachment que ainda não ocorreu, devem estar jogando vento (p/a ficar no seu tema) para garantir o "seu" - interesses próprios ou de grupos por acreditarem que depois podem não ter nada a negociar.
    -e não vamos esquecer da Lava Jato, Temer tem ministros também envolvidos
    Tantas crises e com as magnitudes que têm, exigirão um grande esforço para direcionar um caminho; o da governabilidade Se falhar o que faremos?

    ResponderExcluir
  4. Temer pode não ser audacioso, mas com certeza é raposa velha na política. Sabe até onde pode ir e o faz com a fleuma que lhe é peculiar. E todos sabemos -- não somos mais crianças -- que a recuperação da economia do país passa por cortes profundos nos gastos do governo e elevação temporária de impostos. Disto ninguém escapa.

    ResponderExcluir
  5. Quanto à economia, fico com um pé ou os dois pés atrás pois Meirelles foi Ministro e continua amigão do Lula. Só por isso temos que desconfiar.
    Em relação à Política, Michel Temer já voltou atrás duas vezes. A primeira foi em relação às mulheres em seu governo. A segunda, foi o retorno do Status da Secretaria de Cultura que era subordinada ao Min da Educação a Status de Ministério da Educação. Michel Temer voltou atrás pela chiadeira dos petistas aliás, quem mais bateu pé foram os artistas que apoiaram Dilma e disseram que Michel era golpista e agora Michel apoia esses petistas? Afinal, Michel Temer ouve a voz do povo que foi às ruas pedir mais seriedade no governo ou ouve os petistas que vivem do dinheiro público? Quem é artista de verdade não precisa de verba da União para seus projetos. Se o projeto cultural é bom, a iniciativa privada financia pois é descontado do Imposto de Renda.
    Sem pulso firme, Michel Temer perdeu a moral. Toda vez que petistas chiarem ele terá que voltar atrás em suas medidas. Agora sim, ele age como biruta de aeroporto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com sua opinião.
      Pior, até parece marionete nas mãos dos interessados em não mudar o STATUS QUO que havia antes do afastamento da presidente.

      Excluir
  6. Sakamori:

    Temer devia ter previsto a reação dos artistinhas da Globo para não precisar recriar o MinC.

    Desgastou-se sem necessidade.

    ResponderExcluir
  7. Sakamori:

    Temer devia ter previsto a reação dos artistinhas da Globo para não precisar recriar o MinC.

    Desgastou-se sem necessidade.

    ResponderExcluir
  8. Parece que será o governo das recriações (MinC, CPFM etc.).
    Nada mudou, na prática.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É profundamente desanimador. Esse governo não vai dar em nada,ou melhor só vaibnos ferrar mais

      Excluir
    2. É profundamente desanimador. Esse governo não vai dar em nada,ou melhor só vaibnos ferrar mais

      Excluir
  9. Qual estrutura é mais onerosa: Secretaria da Cultura ou o Ministério do Recuo. Até a Previdência Social perdeu o status de ministério, mas os artistas não estão nem aí, o povo que se lixe. Cartões corporativos, jetons, fundos partidários, milhares de cargos comissionados/aspones, Bolsas Elites (BNDES, Lei Rouanet, Lei da Quarentena e outras do gênero "minha teta, minha vida", etc), enfim, benesses arraigadas que se transformaram em cultura. Urge a sacramentação do impeachment e a definição do titular da presidência desse país, pois, na prática, sustentamos dois, um com todo aparato presidencial e sua onerosa comitiva tagarelando Brasil afora, e outro, que toma uma decisão num dia e não a sustenta no outro. Temos a bancada da bala, bancada evangélica, bancada da cultura e de outros redutos, todos muito bem representados politicamente para defender os seus interesses nada republicanos, e a sociedade arcando com a carga tributária, com os cortes na saúde, na educação, na aposentadoria, etc., para financiar esse imenso antro de sinecuras. O status quo continuará com a mesma coreografia da dança das cadeiras.

    ResponderExcluir
  10. Minha teta, minha vida.
    Gostei por que é mesmo verdade.
    Tenho a impressão que essa bulgara odeia o Brasil e os brasileiros.

    "Estas são as mordomias que você paga para que Dilma permaneça no ócio e combata o governo

    A ex-presidente Dilma Roussef foi sexta-feira a noite para fazer palanque político com blogueiros "progressistas", usou carro oficial para visitar o enrolado governador Fernando Pimentel e depois voltou a Brasília no mesmo avião da FAB que a levou a Minas. Leia nota sobre isto mais abaixo.

    O jornal O Globo de hoje diz que Dilma Rousseff, no Palácio da Alvorada, tem 120 empregados, entre cozinheiros, garçons, equipe médica, seguranças, piscineiros e arrumadeiras.

    Tem comida, casa, luz, telefone, internet, piscina, jardineiro, copeiro, cozinheira, gasolina, carros, aviões e helicópteros, além de cartão corporativo, tudo por conta dos contribuintes, os mesmos que terão que pagar o rombo de R$ 170 bilhões que ela deixou para Temer - sem contar os juros da dívida pública interna federal, que também são dívidas do ano.

    Dilma Rousseff nomeou também 35 assessores.

    Diz o jornal:

    "Como esses postos pertencem à estrutura da Presidência, assessores de Temer defendem que o presidente interino solicite a devolução de alguns deles. A área jurídica da presidência estuda também uma maneira de limitar os deslocamentos de Dilma com aeronaves da FAB ao trajeto Brasília-Porto Alegre."

    http://polibiobraga.blogspot.com.br/2016/05/estas-sao-as-mordomias-que-voce-paga.html

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.