Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 3 de maio de 2016

Para Meirelles, o povo que se lixe!


Eu nunca imaginei assistir um quadro dantesco como este que estamos a assistir. O principal homem da política econômica do Lula da Silva, PT, este último artífice da maior ladroagem da história da República, será o principal homem da política econômica do governo Temer. Já estou  muito velho, 71, para engolir uma cena como esta. Contra a grande imprensa e contra os principais articulistas econômicos, manifesto desfavoravelmente à sua nomeação como ministro da Fazenda.

Henrique Meirelles, embora não tenha participado do governo Dilma, ele é cabeça pensante do "establishment" que deu "cartas" no governo do PT ao longo dos últimos 14 anos. Não estou a falar sobre a ideologia. Estou a falar dos 196 milhões, dentre 204 milhões de brasileiros que, caladamente, estão a assistir mais um desfecho negro, na política brasileira. Estou a falar pelos 33,6 milhões de desocupados. Estou a falar pelos mais de 5 milhões de micro empresários. Estou a falar pelas centenas e milhares de pequenos e médios empresários estão fechando as portas das suas atividades.

Henrique Meirelles foi o principal artífice da política neoliberal, o executor da fórmula clássica do FMI, no governo Lula da Silva. Os menos avisados consideram o governo Lula da Silva como tendo sido um ótimo governo. Esquecem, estas mesmas pessoas, ou querem fazer de conta de que não entendem, que a atual situação da economia é consequência da política econômica equivocada do governo Lula da Silva, estando à frente o principal formulador da política econômica, o Henrique Meirelles.

Só para lembrar. Enquanto o Meirelles foi o homem forte do Lula da Silva, o grupo econômico JBS foi, individualmente, maior beneficiário das instituições financeiras oficiais como BB, CEF e BNDES. O grupo JBS foi o maior financiador individual da campanha de reeleição da Dilma, embora tenha sito, também, o maior financiador da campanha do Aécio. Este fato, me intriga muito. Se é um grupo sadio, por que o maior financiador de ambas campanhas. Terá o grupo JBS culpa no cartório?

Meirelles foi com principal executivo do JBS. O grupo JBS com Meirelles à frente, consolidou o seu braço financeiro, o Banco Original. A relação do Meirelles com, ainda, governo PT, é uma relação "incestuosa". Embora, ele não faça parte do grupo JBS, formalmente, Meirelles é JBS. O grupo JBS faz parte do "establishment" que tem interesse que a política econômica do Temer se submeta aos interesses do grupo econômico que pertence. A história do pretérito futuro nos vai dizer se eu estou com razão ou não.

Meirelles é banqueiro, está no sangue dele. Meirelles almoça e janta o mercado financeiro. Meirelles não tem compromisso com o setor produtivo. Para Meirelles, a inflação alta é conveniente. Para Meirelles, a prioridade é o setor financeiro. Para Meirelles, o setor produtivo é apenas clientela do setor bancário. Foi na gestão do Meirelles à frente do Banco Central que o setor industrial, que cria emprego, definhou de 26% no governo FHC para menos de 13% no final do governo Lula da Silva. Os números não mentem. 

Meirelles fala, antes de tomar posse, acompanhando o coro da grande imprensa e da maioria dos articulistas econômicos, de que o "ajuste fiscal" será a prioridade. Meirelles passa ao largo do índice de inflação e da taxa básica de juros Selic. Meirelles é pelo "ajuste fiscal" como pedra angular, como objetivo final. Nada contra, mas para mim, o "ajuste fiscal" é apenas "dever de casa" de qualquer formulador da política econômica. 

Conheça uma nova matriz econômica > Brasil tem futuro? 

Meirelles fala em novo "ambiente" econômico para captar capital estrangeiro com fim de alavancar o desenvolvimento. Meirelles pensa como banqueiro, não como ministro da Fazenda que deveria ver o Brasil como todo. Meirelles interessa trazer capital especulativo para financiar a dívida pública brasileira, só isto, nada mais que isto. Meirelles não se preocupa em desenvolver o setor produtivo brasileiro. Meirelles se preocupa em reconquistar o "grau de investimento" como fim. O setor produtivo continuará amargando o prejuízo com o Meirelles. 

Para Meirelles, o povo é apenas massa de manobra. Mais uma vez, o povo que se lixe!

Ossami Sakamori













8 comentários:

  1. PROFESSOR.
    Governo que vem aí é um DILMA-2 ,bem pior.
    A turma deseja e se arranja para escaparem do MORO!!!.

    ResponderExcluir
  2. SÍNDROME DE ALI BABÁ,

    O poste está preocupado com seus ministros porque quando o Temer assumir eles perderão o fôro.
    Diz a lenda que quando Ali Babá foi preso teve o mesmo dilema com seus 40 ministros, digo, assessores

    ResponderExcluir
  3. Estou dizendo desde o início que Michel Temer não representa o povo que foi às ruas manifestando contra o Lula, Dilma e a corrupção. Michel Temer ficou ao lado da Dilma todo esse tempo dando o maior apoio e agora quer dar uma de mocinho. Seu artido está todo enrolado com a lava jato, principalmente Renan Calheiros(pres Senado), Eduardo Cunha(pres Câmara dos dep). Temer já disse que vai ampliar o bolsa família; recriar a CPMF e pior ainda, depois de instalado no Palácio vai reunir-se com Lula para pedir apoio político. Lula só é forte na política porque usa de chantagem(dossiê) com quem é enrolado. Será que o Temer está enrolado com a Lava Jato para ter tanto respeito pelo Lula?
    Resumindo: Saímos da panela quente e estamos a cair num caldeirão do capeta.

    ResponderExcluir
  4. Bem,como disse o amigo, saimos da panela para cair no fogo. PMDB, só tolos para confiar em mentirosos disfarçados

    ResponderExcluir
  5. Bem,como disse o amigo, saimos da panela para cair no fogo. PMDB, só tolos para confiar em mentirosos disfarçados

    ResponderExcluir
  6. Não deixa de ser curioso que, justamente quando dilma cai, lula consegue emplacar meirelles no Ministério da Fazenda de temer!
    Será que lula também tem um dossier secreto sobre temer?

    ResponderExcluir
  7. Ms se lula acabar sendo preso por causa da Lava-Jato, já não poderá mais ser presidente!

    ResponderExcluir
  8. Pare com isso, isso só fortalece o PT.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.