Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Brasil 55 x Dilma 22


Terminou, agora há pouco, a votação da admissibilidade de do processo de impeachment da Dilma. O resultado já era esperado: 55 votos à favor e 22 votos contra. Na totalização não contou com o voto de presidente do Senado Federal, Renan Calheiros e dos 3 senadores ausentes à sessão.

O acontecimento é triste para a política brasileira, de ter chegado a esta situação de ter chegado ao afastamento da presidente Dilma, por período máximo de 180 dias. O processo de impeachment terá seguimento amanhã, sexta-feira, dia 13, às 16 h no plenário do Senado Federal sob a presidência do presidente do Supremo Federal, Ricardo Lewandowski, conforme prevê a legislação.

Por outro lado, para mim, particularmente,  é um momento de alegria. Justifico. Inaugurei este blog em 15 de fevereiro de 2012, portanto há mais de 4 anos, época que percebi o erro sistêmico da política econômica do governo Dilma e ver acontecendo a maior ladroagem dos cofres públicos pela facção criminosa que tomou conta do Palácio do Planalto. Postei, exatamente 2.100 matérias denunciando a má administração do governo Dilma e sobre as ladroagens em diversos órgãos vinculados ao governo federal, até hoje.

Amanhã, comentarei sobre minha impressão sobre a futura administração do governo Temer, em função das nomeações de novos ministros.


Conheça uma nova matriz econômica > Brasil tem futuro? 

Deixem seus comentários no espaço próprio deste blog. 

Ossami Sakamori




14 comentários:

  1. Enquanto o modelo político brasileiro continuar como está, nada mudará para o povo, pois as mudanças são só aparentes e, como foi desde sempre, vão mudar nomes, siglas e outros quetais para dizer que o POVO PRECISA COLABORAR (de novo) para a recuperação do país. Se e quando a recuperação se der (duvido) aí a roubalheira começa novamente. Há 70 anos vejo isso acontecer (mudam as coleiras mas não mudam os cães). Nada vai acontecer de bom.
    I N F E L I Z M E N T E .

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo seu blog, caro amigo Sakamori!! É bastante interessante estar sempre atento aos acontecimentos do governo no nosso país, pois isso define as nossas vidas. Anyes eu não gostava de política, mais o meu senyimento patriótico falou mais alto, e, passei a participar das opiniões e de certa forma, lutar por um Brasil melhor para nossos filhos, netos, etc.
    Estou feliz pelo resultado positivo de afastamento da presidente, que na minha opinião e da maioria da população, só fez desgovernar o país e da pior forma possível! Deixando a corrupção correr solta em vários órgão do governo. Ela, é rrsponsável por tudo isso, pois, é ela quem tem o poder final da caneta que dá o destino do nosso país.

    ResponderExcluir
  3. Caro professor, acompanho seu blog faz tempo e o recomendo a quem posso. Para mim, mesmo não gostando de Temer e dos ministros já anunciados, digo que é quase impossível ser pior do que Dilma foi. Luciano

    ResponderExcluir
  4. Anônimo disse...
    Repassando agora de O Antagonista:

    Exclusivo: Previ contratou irmãos de Lindbergh

    Brasil 10.05.16 19:03
    A Previ, fundo de previdência dos servidores do Banco do Brasil, contratou os serviços do escritório de advocacia Nóbrega Farias, que pertence a Carlos Frederico Nóbrega Farias, irmão do senador Lindbergh Farias.

    O escritório trabalhou para a Previ entre junho de 2013 e fevereiro de 2015, quando foi descredenciado por não atender padrões de qualidade. Além de Frederico, também atuaram nos processos os irmãos Rodrigo e Georgiana.

    São uns lindinhos.

    10/05/16 22:41

    ESSE FOI O FUNDO DE PENSÃO QUE O RELATÓRIO DA CPI QUALIFICOU A GOVERNANÇA COMO EXEMPLAR.

    6 tão é de sacanagem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No país de faz de conta, onde a troca de favores funciona não podemos esperar nada de bom. Aos poucos vão enterrando o povo no charco para morrer de fome e sem poder ao menos respirar.

      Excluir
  5. Por que razão Temer, legítimo presidente em exercício do Brasil, vai continuar no miserável Palácio de Jaburu e dilma, presidente deposta ou no limbo e que já manda nada, continua no Palácio de Alvorada onde recebe o PT, o PC do B, lula, MST e outros filhos da puta conspiradores anti-democracia sempre a conspirarem contra Temer?
    Não está nada correto!
    O Palácio de Alvorada é para Presidentes do Brasil em pleno exercicio do poderes dos constituintes onde poderá receber altos dignatários estrangeiros!
    dilma não merece ficar lá! Fique no Palácio de Jaburo! Se serviu para Temer por que não para ela?
    O PT já não manda NADA!
    Haja respeito e consideração institucional por Temer e sua esposa!
    O senado está a comportar-se de forma ignóbil comandados pelo corrupto renan calheiros!

    ResponderExcluir
  6. Hoje peguei minha conta de energia absurdamente cara.

    Entretanto, o PT SE FUDEU KKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  7. Seria possível o Brasil incluir o dia 12 de maio como o segundo dia da Independência?
    Não tenho ilusões! Acontece que é um sentimento extremamente salutar semelhante a assistir o Flamerdo perder. São sentimentos endorfínicos prosopopéticos extremofómicos antipetísiticos. Ficou claro?

    ResponderExcluir
  8. Que discurso rancoroso e indecoroso que Dilma fez ao deixar o Presidência. Ainda acha que a golpearam.
    No dia em que morrer, Dilma deve dizer ao anjo da morte: -Não vou com você. Não vai ter golpe!

    ResponderExcluir
  9. AGORA O BRASIL VOLTOU AO NORMAL DEPOIS DOS IDIOTAS PERDEREM A OPORTUNIDADE DE MODIFICAR ESTE PAÍS.
    A POLÍTICA CONTINUA COMO SEMPRE FOI. OS MESMOS.
    NOVAMENTE NÓS TRABALHADORES NÃO ESPERAMOS NADA - A FALSA ESPERANÇA PETISTA AGONIZOU - RETORNAMOS A REALIDADE

    THE NINE FINGER IS OVER

    ResponderExcluir
  10. renan calheiros é um escroto de vira-lata com AIDS. Continua 100% dilmista, o porco! Ele julga que é o STF.

    "Impeachment: benefícios à afastada Dilma Rousseff terão de ser definidos pelo Supremo

    Após anunciar o resultado da votação sobre a abertura do processo de impeachment de Dilma Rousseff, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse que a petista, enquanto afastada temporariamente, terá direito a permanecer no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República, a equipe de seguranças, assessores, salário (R$ 27,8 mil), plano de saúde e transporte aéreo e terrestre. Ou seja, no entendimento do presidente do Senado, Dilma poderá arquitetar sua defesa com o suado dinheiro do contribuinte, que não mais quer essa senhora no comando do País.

    Entre o que disse Renan Calheiros e o que determinará o Supremo Tribunal Federal (STF) há ume grande diferença. Isso porque a questão será objeto de questionamento judicial, cabendo à Suprema Corte decidir sobre o tema.

    A tendência, o que não significa questão pacificada, é que o STF reduza essas mordomias, mesmo que prevaleça a tese de que Dilma não está no exercício da Presidência, mas nas suas funções. Estivesse nas suas funções, a petista não precisaria ter demitido sua equipe ministerial."

    http://ucho.info/impeachment-beneficios-a-afastada-dilma-rousseff-terao-de-ser-definidos-pelo-supremo-tribunal-federal

    ResponderExcluir
  11. Gostei do discurso de Temer, ponderado, lucido, tranquilo e com poucas palavras disse tudo.
    Começou bem.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Entendo que o Governo da presidente Dilma não tinha mais como continuar. O País enfrenta sérias dificuldades e a presidente não tinha como reverter esse quadro, até por que não contava mais com o apoio do Congresso Nacional. Acontece, porém, que a legalidade do processo de impeachment dela é questionável juridicamente, apesar de está tendo o rito normal previsto na Lei 1079 e na Constituição Federal. A questão diz respeito ao fato que foi alegado para justificar o crime de responsabilidade, as denominadas "pedaladas fiscais". Entendo, salvo melhor juízo, que existem outras razões bem mais plausíveis do que essa que justificariam a saída da presidente. Se "Pedalada fiscal" justificassem impeachment, com certeza todos os outros presidentes que a antecederam teriam sido posto para fora do Governo. Desde que me entendo de gente, que esse tipo de coisas acontecem no Brasil. E falo disso com conhecimento de causa, tanto que fiz menção a esse fato - não com esse nome -, na minha Dissertação de Mestrado defendida no dia 12.09.2008. Se alguém tiver a curiosidade, pode entrar nesse Site olp.unifor.br/oul/conteudosite/F1066349689/Dissertacao.pdf e conferir na página 82. Acredito que Temer, mesmo tendo uma legitimidade duvidosa, tem hoje melhores condições de equacionar os problemas brasileiros, notadamente em razão de contar com o apoio do Congresso Nacional.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.