Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Incorporação da AZUL pela TAM. Capítulo II.

Mais um passo para a incorporação da Azul pela TAM.  Segundo notícias da Folha, saiu a autorização da ANAC para integração operacional da Azul e Trip.  A condição era necessária para a negociação da incorporação para dar seguimento das negociações entre os controladores da TAM e Azul.  

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aprovou a proposta de integração das empresas aéreas Azul e Trip, conforme decisão publicada no "Diário Oficial da União" nesta segunda-feira (21).  Com a decisão da Anac, as duas empresas poderão agora compartilhar aeronaves e funcionários.  A fusão entre as companhias foi anunciada em maio de 2012, e cria a terceira grande empresa de transporte aéreo no Brasil.  Fonte: Folha.

Recebi várias manifestações com críticas sobre a matéria postada por este blog.  No entanto, continuo na minha luta de levar as notícias com antecipação aos leitores deste.  Para as pessoas que acompanham de perto este blog, sabe que tenho fontes importantes de informações.  Muitas das notícias postadas aqui vieram a se concretizar no decurso do tempo.  Não me sirvo para brincar de vidente.  Respaldo-me em informações de fontes que transitam no meio empresarial, de alto nível.  

No entanto, existe a possibilidade de os negócios não se tornarem viáveis por qualquer motivo, independente do propósito inicial.  No mundo de grandes corporações, acontece isto, de os negócios não se concretizarem, na undécima hora.  São coisas do mundo empresarial.  

Mesmo assim, estou colocando a minha credibilidade em risco.  Não faria isto, se não houvesse informações de fontes seguras, de que está havendo negociações, especificamente, entre duas companhias aéreas.  Há de convir que a negociação envolve autorização da ANAC e do CADE.  É uma operação complexa que demanda certo período de maturação.

Para os que estão acompanhando a possível incorporação da Azul pela TAM, estarei passando informações pertinente ao assunto que são me passados pelas fontes.  

Ossami Sakamori

4 comentários:

  1. O Brasil é o país das fusões suspeitas, veja o caso do Itaú e do Unibanco, o que significa oligopólio. As fusões neste país atinge até a área do ensino, que, hoje, é só comercio, nada mais. Outra coisa grave: fusão significa desemprego. Agora, com a Copa, as empresas aéreas não vão querer perder este mercado de bilhões. A fusão não é sinônimo de bons serviços, as empresas aéreas prestam péssimos serviços e não há sinais de melhora, muito pelo contrário.

    Sakamori, ótima informação. Obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Daqui a pouco vão unir o Brasil a Cuba, o que nao esta longe disso, haja vistas, a introdução da mão de obra infiltrada no Pais. Enquanto houver Lulas e cias. a coisa nao mudara de cenário, daqui para pior! Um Twitter ontem escreveu perguntando como se chega a Al-kaeda, o que será que ele estaria pensando com isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a comparação mais burra que vi nos últimos dez anos. Mão de obra infiltrada? Excluindo-se os indígenas, quase todos vieram (ou foram trazidos) para cá por carência de mão de obra. E, geralmente, por meio de programas dos respectivos governos. E fusões e incorporações de empresas houve muitas, em todos os governos de que me lembro, é inerente ao sistema capitalista. Há fusões e incorporações de empresas aéreas no mundo inteiro, a maioria presta serviços de ruins a péssimos, é só acompanhar o setor para verificar. Há muitas coisas nos governos do PT para criticar de forma válida e coerente, com bons e sólidos argumentos. Essas tolices apenas desqualificam os opositores do PT.
      PS: Tente criticar o governo do PT sem se referir a Cuba, é um clichê dos mais batidos e, a não ser em alguns tópicos, não serve de argumento.

      Excluir
  3. Sakamori,

    Também já li matéria relativa a esta incorporação.

    Eli

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.