Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sábado, 12 de outubro de 2013

Dólar. Entenda o que a Dilma pretende.

Hoje, vou tentar explicar para os meus leitores, o que se passa com a trajetória do dólar.  Neste mundo cada um fala o que quer, mas ninguém explica a real situação do câmbio, sintetizado.  São declarações esparsas que deixam os leitores baratas tontas.  

A presidente Dilma e ministro Mantega dizem que a situação cambial do Brasil é estável porque temos reserva cambial alta.  Mas, ao mesmo tempo lança título do Tesouro denominado de Swap cambial tradicional atrelado à variação do dólar em volume nunca dantes vista, qual seja US$ 100 bilhões, com intensão única de segurar a cotação do dólar.   

Yes! De fato o Brasil tem reserva cambial alta.  A reserva cambial brasileira é de US$ 375,8 bilhões no fechamento do dia 10/10/2013. Ainda segundo o último relatório do Banco Central do dia 24/9/2013 aponta a dívida externa brasileira em US$ 311,5 bilhões.  Grosso modo, se o País é credor numa ponta mas é devedor noutra ponta, mostra que a reserva cambial líquida é de US$ 64,3 bilhões, no meu entender.  

Sim! O Brasil é como aquele sujeito que deve ao banco R$ 311,5 mil para pagar nos próximos 3 anos e mantém depósito de R$ 375,8 mil como garantia dos empréstimo.  Para não ficar só no prejuízo, aplica cerca de 2/3 deste depósito em título de renda fixa do próprio banco recebendo juros de 0,25% ao ano, enquanto pela sua dívida paga juros reais de 5% a 8% ao ano.  

Yes! O Brasil paga os juros mais altos, Selic, do planeta.  Isto é o esforço do governo Dilma para manter a reserva cambial alta, já que as agências de classificação de riscos mudou viés do Brasil para baixo.  Reserva cambial alta é exigência do mercado financeiro internacional.  O Brasil definitivamente não tem dólar sobrando, muito pelo contrário.  Juros reais altos, Selic, atrai mega especulador financeiro internacional para aplicar em "over night".  

Sim!  O governo Dilma faz camuflagem para financiar a dívida pública brasileira, segundo FMI, correspondente a 68% do PIB, ou seja R$ 3 trilhões.  Ao mesmo tempo, o capital especulativo estrangeiro ajuda a manter cotação do dólar nos atuais patamares, com forçada entrada de dólares "over night".  Os dólares "over night" recebem o benefício de isenção de IOF e Imposto de Renda para ter atração extra em aplicações em títulos do Tesouro.  Digamos, isto já é desespero para fechar a conta da Balança de Pagamento do País.

Yes!  O Brasil caminha celeremente para a "dolarização" da economia.  Os títulos denominados de swap cambial tradicional é atrelado à variação do dólar, mas são liquidados financeiramente em real.  A Dilma já autorizou emissão equivalente a US$ 100 bilhões destes títulos.  As principais commodities, tais como produtos agrícolas e minérios, são indexados em dólares, dentro e fora do País.  

Sim!  O Brasil já adota o dólar "verde amarelo" nas principais transações comerciais, embora, impedido pela lei.  Os agricultores de soja e milho vendem a safra e compram insumos em dólares.  No mercado financeiro já temos alternativa de aplicação de swap cambial tradicional atrelado ao dólar.  Só falta o dólar descer ao nível de consumo.  Não demora muito, vamos comprar tomate e pão em dólar, se aprofundar a política econômica equivocada.

Yes! Os americanos agradecem com o real apreciado!  Os europeus agradecem pelo real apreciado!  Os chineses nem se fala, abrem sorriso de orelha a orelha!  O real apreciado é bom para eles.  O real apreciado cria emprego nos EEUU, na UE e na China.  Yes! O Brasil está voltando ao tempo do colonialismo.  Vendemos produtos primários para comprar produtos manufaturados.  Pois, pois!  O Brasil está voltando aos tempos do colonialismo português, trazendo capital português para o Brasil.  

Sim!  Enquanto se cria emprego nos EEUU, na UE e na China, o parque industrial brasileiro está completamente sucateado.  A indústria brasileira que representava 26% do PIB, hoje, responde por menos de 13% do PIB.  Já vendemos até o último bastião do capital brasileiro que era a antiga operadoras Telesp interior, Telemar, Telepar, Telesc e CRT, hoje com denominação de Oi.  Pois, pois, à partir de janeiro de 2014, a Oi será da Portugal Telecom.  

Yes!  A apreciação do real interessa muito aos americanos, europeus e chineses.  O dólar no patamar artificial, no curto prazo, aparentemente favorece aos brasileiros, mas no real real, desfavorece ao Brasil que terá suas indústrias fechadas. O Brasil no curto prazo ficará totalmente dependente dos estrangeiros, em capital e tecnologia.  

Sim!  A valorização do real ou seja depreciação do dólar, dá um refresco para o combate à inflação, já que a economia do País está altamente atrelado ao dólar.  Mas, infelizmente, continuamos praticando o mesmo erro sistêmico denunciando desde a criação deste blog.  Isto é, dólar e preços administrados sendo utilizados como âncoras para combate à inflação.

Dilma, pare de pensar em só naquilo: as eleições de 214!  Dilma, você que se considera valentona, pela enésima vez peço que tenha pelo menos momentos de lucidez e enfrente a situação econômica do Brasil de frente!  O povo já cansou de tanto esperar, Dilma!

Ossami Sakamori

4 comentários:

  1. Caro saka,...

    Yes,..is this the real problem: Tudo é feito com vistas eleitoreiras, mantenedoras de um projeto de poder. O país que se exploda, no rastro das mentiras marketeiras e números maquiados a serem empurrados goela abaixo da nação.

    Entender que um país só cresce via produtividade, parece que ninguém quer,...então, aprenderemos da pior forma, a que faz sentir na pele os nefastos resultados dessa política porca.

    E não adianta estrebuchar. Políticos hoje, são vendidos igual a sabão em pó,..com a diferença que cada vez, eles vão se sujando mais,.....

    ResponderExcluir
  2. Yes, nós temos banana, como toda boa e velha republiqueta! No Brasil, o que vale é o dólar. Dilma está dando prosseguimento à cartilha neoliberal de FHC que é entregar o Brasil à iniciativa privada vinda de fora. O PT é um mal muito maior que podemos imaginar, na época do PSDB todos estavam atentos à política de entrega do patrimônio brasileiro aos estrangeiros, mas como o PT é de "esquerda" a maioria não quer ver o desmonte de nossa economia promovida por Dilma e Cia. O ranço ideológico pode acabar com o Brasil. Bom feriado.

    ResponderExcluir
  3. Leio seu blog todos os dias. Alinho me com a sua opinião, mas tenho que discordar de voce quando voce escreve: Dilma, o povo ja esta cansado. Dilma pense no que esta fazendo e mude o rumo das coisas.

    Não, meu caro amigo, o povo está em festa e a Dilma não tem QI para entender o que se passa.

    O povo está enebriado... Não se iluda, ninguem está nem ai enquanto o cartão de credito tiver saldo...

    Infelizmente, amargaremos tempos muito dificeis...

    ResponderExcluir
  4. ...somente restou-me palavras de apelo aos jovens desta geração, nascida neste país apodrecido pelos políticos mercenários...instruam-se, organizem-se e iniciem a luta contra a desonestidade...

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.