Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sexta-feira, 10 de junho de 2016

Eduardo Cunha será cassado!

Crédito da imagem: Estadão

Cláudia Cruz, mulher do Eduardo Cunha, vai enterrar a carreira parlamentar do deputado. O juiz Sérgio Moro da 13ª Vara Criminal de Curitiba aceitou a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal de Curitiba, tornando-a ré do processo que investiga a denúncia de recebimento de propinas revelado pela Operação Lava Jato.  

O Ministério Público Federal sustenta que Cláudia Cruz, mulher do deputado Eduardo Cunha, usou dinheiro proveniente da propina paga ao marido no esquema de corrupção da Petrobras, para cobrir elevadas despesas com luxos comprados no exterior.  Ainda, segundo a Procuradoria, a Cláudia Cruz teria gasto US$ 854.387,31 (equivalente a R$ 2,9 milhões) em artigos de grife, como bolsas, sapatos e roupas femininas. 

Concluiu a Procuradoria que os gastos eram incompatíveis com o salário do parlamentar na Câmara dos Deputados. Segundo a Procuradoria da República, a ré Cláudia Cruz teria afirmado que as suas contas eram abastecidas pelo parlamentar. Ainda que a ré Cláudia Cunha teria afirmado que os gastos em luxo eram autorizados pelo deputado Eduardo Cunha, seu marido.

Na mesma entrevista que concedeu à imprensa, o auditor da Receita Federal, desmontou a defesa do deputado Eduardo Cunha de que as contas dos "trust" não eram dele. Segundo o auditor da Receita Federal, a origem do dinheiro que abasteceu aquelas contas proveio do esquema de propina da Petrobras, independente de estar ou não os beneficiários daquelas contas dos "trust" não serem o próprio Eduardo Cunha, mas sim a sua mulher Cláudia Cruz. 

Diante do indiciamento e revelação dos detalhes do esquema de recebimento de propinas da Petrobras, ficou insustentável a manutenção do apoio ao deputado Eduardo Cunha pelo governo Temer. Certamente, os parlamentares que o apoiavam deverão rever as suas posições de "não cassação" do mandato parlamentar do Cunha. Afinal, diante do desdobramento pelo fato revelado, a polêmica deputada Tia Eron deve votar contra o deputado, tornando a vida parlamentar do Eduardo Cunha insustentável.

O deputado Eduardo Cunha deverá perder o foro privilegiado, perdendo o mandato parlamentar, tornar-se mais um réu do juiz Sérgio Moro, no bojo da Operação Lava Jato. Se haverá prisão preventiva ou não são outros quinhentos. 



Clique ~> Matriz econômica liberal <~ gratuito.

Eduardo Cunha será cassado!

Ossami Sakamori











5 comentários:

  1. E o chefe da QuadrilhaBrsil ?

    ResponderExcluir
  2. E quanto ao Lula, qual a previsão de sua prisão?

    ResponderExcluir
  3. Claudia Cruz é peixe pequeno. Eduardo Cunha é peixe médio. Dilma é peixe grande mas LULA, é peixe enorme com tentáculos em todos os lados como uma "Lula"(polvo). Queremos pegar o(a) Lula. Lula é o chefe que está colocando na cabeça da Dilma que o povo é quem tem de decidir se ela(Dilma) volta à Presidência da República ou se haverá nova eleição Presidencial. Portanto, Lula é perigoso, solto e comunicável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse apedêuta tem parte e comunição direta com o príncipe das trevas, também conhecido por satanás.

      Excluir
  4. Sakamori, muito obrigado pela informação.Estamos aflitos e aguardando ansiosos a prisão do molusco.
    Fosse na China, já teria ido para o PAREDÃO.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.