Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

domingo, 19 de junho de 2016

Brasília, a briga entre facções criminosas.


A capital federal, Brasília, virou um verdadeiro carniceiro. Há briga de facções, de um lado o governo que deixa e de outro lado o governo que assume. Há urubus nos céus da praça dos três poderes à espera de novos cadáveres. Pelo  visto, a briga entre facções ainda não terminou. Há disputa, no planalto central, de território como fazem as facções criminosas das favelas do Rio de Janeiro. Há tiroteio de todos os lados. 

O PT que governou o País nos últimos 13 anos, praticando ladroagem nos cofres públicos, desde dinheiro miúdo ao dinheiro graúdo, não quer largar o osso. A disputa é pelo espaço no governo federal, incluído as estatais para praticarem a ladroagem feito traficante de drogas. Até o armamento é pesado como do tráfico de drogas, vão desde as "pistolas automáticas" ao "ponto 100", dito por eles próprios. 

A lista de baixa de ambas facções é extensa. Elimina-se alguns líderes, mas aparecem sempre os sucessores, tal qual facção criminosa do tráfico de drogas. A diferença entre as facções criminosas do Rio e Brasília é a natureza do tráfico. Nas favelas do Rio o objeto é "tráfico de drogas", enquanto em Brasília o objeto é "tráfico de influências". 

As facções criminosas estão infiltrados nos três poderes da República, uns à favor de uma facção e outros à favor de outra facção. No decorrer da investigação da Operação Lava Jato em nível de Brasília, dá noção exata de qual facção pertence cada agente público. É dispensável nominá-los, porque a briga entre facções estão cada vez mais claras e transparentes. A briga é pela ocupação de território.

No meio do tiroteio de "armas pesadas", o prejuízo sempre sobra para o povo brasileiro. Para os abutres das facções criminosas, o povo brasileiro nada mais é do que carniça para se saciarem. 

Ossami Sakamori











7 comentários:

  1. Essa é um briga de gigantes. Ladrões viciados no próprio pó que levam a cabo quem se interfira em seus planos maléficos de fincarem o pé no poder.
    .
    Assim como a drogas literais, criam pedras para consumo disfarçadas de benefícios onde arregimentam soldados alucinados que servem tanto para suas defesas como para seus ataques a nossa democracia.
    .
    Fora que tubarões e narcotraficantes de PIXULECOS, CARGOS E VERBAS PARTIDÁRIAS amamentam a tudo e a todos que se ingressarem na sua GUERRA SANTA CONTRA os que produzem e pagam tudo de tudo.

    ResponderExcluir
  2. Capital mundial da corrupção.
    Vergonha nacional e símbolo de um país sem futuro, com povo destinado à miséria, em todos os sentidos.
    Sintomas claros para quem está indeciso para ir embora.

    ResponderExcluir
  3. Tem uma solução que os políticos não querem e fazem de tudo para a mídia controlar a população para não pedirem. A solução é acionar as Forças Armadas do Brasil. Quem acredita que as Forças Armadas irão prender e matar pessoas inocentes é ingênua ou age de má fé. Quem não gostaria de ver os militares ajudarem o Juiz Sérgio Moro e sua equipe a prenderem Lula, Dilma, Eduardo Cunha, Renan Calheiros, ...Substituir os atuais membros do STF por pessoas idôneas? Enfim, quem não gostaria de ver muitos empresários que foram para outros países, voltarem a investir no Brasil gerando empregos para os que aqui estão? Mas os corruptos( maus políticos e maus empresários) não querem isso pois dessa forma eles não poderão nos roubar e assim incutem na cabeça das pessoas que as Forças Armadas são um "mal" para o Brasil. Engraçado que só chamam as Forças Armadas para realizar obras paradas que os civis superfaturaram e abandonaram. Para arrumar a bagunça na política não pode? Vamos acordar, pessoal!
    As Forças Armadas do Brasil são legítimas e compostas por brasileiros patriotas. Se os comandantes não querem, os civis podem força-los a querer pois quem manda é o povo, como está na Constituição Federal. Será que precisa acontecer uma guerra civil para acionarmos as forças Armadas? Concluindo: Qualquer um que for Presidente da República sofrerá pois o sistema político está corrupto. Temos que mudá-lo radicalmente.

    ResponderExcluir
  4. As Forças Armadas irão prender e matar pessoas inocentes pois sua cupulas são todas comunistas, marxistas, leninistas, stalinistas, bolcheviques, mencheviques, soviéticas para além de terem suas 4 estrelas oferecidas pelo PT e PC do B em troca da sua eterna vassalagem.
    Quem acredita no contrário é ingênup ou age de má fé.
    As Forças Armadas do Brasil já não são legítimas.
    São totalmente bolivarianas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não podemos generalizar. Eu sou militar e como eu, centenas de militares são honestos. Não é porque muitos políticos são corruptos que todos são. Não é porque alguns pastores são desonestos que todos são. Não é porque alguns padres são pedófilos que todos são. O sr anônimo deve ter muita informação confidencial para escrever tachando a Instituição mas séria que ainda temos, ou é mais um petista.

      Excluir
  5. Tem foto do criminoso.
    Wadih Damous (PT-RJ), quer acabar com a delação premiada.

    "Projetos na Câmara tentam inviabilizar o combate a corrupção e a Lava Jato

    Delações premiadas, gravações, escutas, prisões preventivas. Estes são os principais instrumentos da operação Lava Jato, que colocou na berlinda os maiores empresários do Brasil e quase todos os partidos políticos do país. O modus operandi dos promotores e dos juízes, no entanto, pode ser alterado caso alguns projetos de lei sejam aprovados no Congresso Nacional.

    (...)"

    http://www.tribunadainternet.com.br/projetos-na-camara-tentam-inviabilizar-o-combate-a-corrupcao-e-a-lava-jato/

    ResponderExcluir
  6. "A era da insanidade - um resumo das medidas surrealistas dos Bancos Centrais mundiais

    A era do papel-moeda estatal não conversível em nada e lastreado apenas na confiança dos bancos centrais não para de se superar.

    Iniciado oficialmente em 1971, após o fim do vínculo do dólar ao ouro, o grande experimento dos bancos centrais tem gerado excessos recorrentes nos mercados financeiros e não há sinal algum indicando que cessará em breve.

    Enquanto no Brasil não conseguimos vislumbrar a mais mínima chance de uma taxa de juros de apenas um dígito, os bancos centrais de países desenvolvidos enfrentam o dilema de taxas em zero ou até negativas — juros de um dígito, jamais, isso seria suicídio.

    E nesse processo, o Federal Reserve (Fed), o Banco Central Europeu (BCE) e companhia descarregam munição pesada, inédita, sem precedentes e tudo sem nenhum respaldo da teoria econômica, baseada unicamente no medo da deflação, de os mercados derreterem e de o sistema eclodir.

    (...)

    Mas não se preocupem, defendem eles, está tudo sob controle. Eles sabem o que estão fazendo. Será que sabem mesmo?

    Vejamos alguns fatos surreais da economia mundial atual que talvez nos façam, pelo menos, levantar alguns pontos de interrogação.

    (...)"

    http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2435

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.