Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Impeachment da Dilma está mais do que certo!


Triste fim para a Dilma Rousseff, presidente da República Federativa do Brasil. Hoje, na sessão plenária da Câmara dos Deputados foi feito a leitura do pedido de impeachment da Dilma formulado pelos juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale Júnior e Janaína Paschoal. Foi feito também a leitura do parecer do acolhimento feito pelo presidente da Câmara Eduardo Cunha. Uma cena triste para história do País.

O presidente da Câmara dos Deputados decidiu pela criação de Comissão Processante composto de 65 membros, distribuídos, proporcionalmente à bancada de deputados. Na segunda feira, dia 14, as bancadas apresentarão os nomes que comporão a Comissão. Oficialmente, no dia 15, dará o início do trabalho da Comissão. Eduardo Cunha, fez a leitura do expediente dirigido à presidência Dilma, dando prazo de 10 sessões corridas da Câmara dos Deputados para apresentar a sua defesa.

A Câmara dos Deputados e o Senado Federal vão entrar em recesso no dia 17 e só voltará aos trabalhos no primeiro dia útil do mês de fevereiro. Apesar de alguns parlamentares sugerirem a suspensão do recesso, a opinião do Renan Calheiros e do próprio Eduardo Cunha, o trabalho da Comissão Processante voltará a se reunir somente no início do mês de fevereiro. Não haverá interrupção de recesso parlamentar. Em resolvendo assim, a presidente Dilma terá até o início de fevereiro para preparar a sua defesa. 

O rito de cassação do mandato ou impeachment será pela votação da maioria absoluta da Câmara dos Deputados, ou 342 parlamentares, para que o processo suba para ao Senado Federal para ser votado o impeachment. A sessão do Senado Federal que deverá decidir pelo impeachment será presidido pelo presidente do STF. Para que a Dilma seja cassado, será necessário voto de 54 senadores entre 81. O clima pela votação está sobejamente favorável. 

Pela expectativa da população e dos próprios parlamentares que estão sentindo pressão popular, poderemos considerar como certo a cassação de mandato da presidente Dilma pelo Congresso Nacional, possivelmente já no mês de fevereiro do próximo ano. Duvido que o STF venha interferir no processo de julgamento da presidente Dilma, pelo Congresso Nacional, através de medidas judiciais.

O substituto legal constitucional da Dilma, no caso de impeachment, será o vice-presidente Michel Temer. No entanto, há possibilidade do TSE, votar pela cassação da chapa Dilma/ Temer pelo abuso de poder político e econômico na campanha de 2014. Neste caso, o Michel Temer, em exercício no cargo de presidente da República será cassado, também. Cassado o Temer, assume o presidente da Câmara dos Deputados que em 90 dias deverá convocar novas eleições. 

Impeachment da Dilma é certo!

PS (4/12/2015): O STF não acolheu o pedido de 2 mandatos de segurança contra instalação do processo de impeachment impetrados pelos deputados da base aliada. 

Ossami Sakamori

15 comentários:

  1. No Brasil, onde tudo é possível na política, desculpe mas só acredito depois de vê-la sem seu emprego.

    ResponderExcluir
  2. da minha parte, manifestarei diretamente com os deputados federais do meu estado... caso votem contra o impeachment, farei campanha GRÁTIS contra qualquer campanha deles no estado.

    ResponderExcluir
  3. Eu só concordaria com o Sr, Sakamori, sobre ser certa a cassação da Dilma se as elites: financeira e intelectual estiverem contra a Dilma aí sim, ela cai. Do contrário, ela tem a caneta e os políticos o "fiofó" na mão pois a maioria tem sujeira para esconder e nesse clima um salva o outro e todos sentam em cima do próprio rabo. Contudo, sou brasileiro e torço para que o Sr esteja certo.

    ResponderExcluir
  4. sera um sonho realizado esse impeachment

    ResponderExcluir
  5. Que a sorte esteja ao lado do povo brasileiro

    ResponderExcluir
  6. Ainda fica é barato pra ela que merece é cadeia...

    ResponderExcluir
  7. Bela noite a todos!! Caso não haja pressão, E MUITA PRESSÃO DAS RUAS, o impeachment, a meu ver, não passa.
    @clebermaximo

    ResponderExcluir
  8. POR ESTE MOTIVO LUIS INÁCIO ADAMS (Advogado-Geral da União do Brasil)ESTÁ SEGURO QUE O STF VAI ARQUIVAR O PROCESSO DE IMPECHMENT DE DILMA, 6 X 5 - UMA INSTITUIÇÃO QUE DEVERIA ESTAR A FAVOR DO POVO ESTÁ APARELHADO COM O PT
    Composição Atual do STF:
    -Ministro Ricardo Lewandowski - Presidente*
    -Ministra Cármen Lúcia - Vice-Presidente*
    -Ministro Celso de Mello - Decano
    -Ministro Marco Aurélio
    -Ministro Gilmar Mendes
    -Ministro Dias Toffoli*
    -Ministro Luiz Fux
    -Ministra Rosa Weber*
    -Ministro Teori Zavascki*
    -Ministro Roberto Barroso*
    -Ministro Edson Fachin
    COM ASTERISCO POSTO PELO PT

    ResponderExcluir
  9. No país do conchavo, o sapo barbudo já está mostrando a cara, novamente, buscando acordos e acertos, até com satanás, para manter o PT e quem estiver sob sua bandeira, nos postos-chave, para continunar f... o povo.
    Uma pizza do tamanho do planeta Terra...

    ResponderExcluir
  10. Parece que alguns já se conformaram com a derrota sem nem mesmo lutar? Se ficarmos só reclamando aqui, nada vai mudar para melhor. Vamos reclamar aqui e ir ás ruas no dia 15/12/2015(estão previstas manifestações nesse dia à favor do impeachment da Dilma) e mostrarmos que queremos Dilma e o PT fora do governo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrigindo a data: dia 13/12 às 13hs na MASP e em todo o Brasil.

      Excluir
    2. É hora de afiar a guilhotina e ver se o sapo encolhe mais seu pescoço.
      É hora de acabar com o PT e suas urnas eletronicas podres e fétidas como eles.
      A hora é agora ou nunca.
      Melhor morrer do que perder a oportunidade de retomar o Brasil que não é desses vermes corruptos,ladrões,falsos brasileiros.

      Excluir
  11. Acorde Senhor Ossamo, somos povo, gente simples, pensante alguns com alguma arma ligeira e muita frustação por ver os nossos generais com 4 estrelas, todos eles, serem já filiados ao PC do B.

    Logo, está totalmente colocada de lado e mesmo descartada uma intervenção militar, por que a dilma não vai deixar o poder, nem que a vaca (não ela, uma verdadeira) tussa!

    Assim, ela não saindo, o PC do B e sua cria o PT, juntamente com os MST e essa cambada toda, vão tentar tomar conta do Brasil não se importando com a ordem nem muito menos com os militares.

    Eu concordo com a sua comentadora das 23:21

    ResponderExcluir
  12. "Dilma aposta que não cai, Temer fica no resguardo, e será massacrado pelas gestapos da Petelândia

    (...)

    O impeachment da Dilma, para andar, precisa ser aceito por pelo menos 342 deputados. Não será fácil chegar a tal numero em um parlamento que se vende como banana na feira.
    Impeachment é um processo que todo mundo sabe como começa, porém ninguém tem certeza de como acaba. A pressão popular, que promete ser intensa nas redes sociais, podendo descambar para a rua, é o fator decisivo para afetar o desenrolar do complicado jogo político, que vai envolver muita negociação, chantagem e toma-lá-dá-cá para definir o destino da Dilma Rousseff. Pela força momentânea da base aliada, dificilmente o impedimento de Dilma deve passar na Câmara, com pouquíssima chance de chegar ao desfecho final no Senado. O arquivamento é provável...

    (...)"

    Dilma aposta que não cai, Temer fica no resguardo, e será massacrado pelas gestapos da Petelândia

    ResponderExcluir
  13. O Brasil só sairá dessa com homens-bomba detonando o Palácio dos Horrores,de onde emanam todas essas m.. e onde reina o demônio de poucos dedos e muita safadeza.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.