Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sábado, 12 de dezembro de 2015

BC manda socorrer BTG em R$ 6 bilhões.


O Fundo Garantidor de Crédito disponibilizou ao BTG Pactual uma linha de crédito de R$ 6 bilhões para ser sacado em 48 horas. Com a exposição de risco somado ao que já tinha anteriormente com a assunção de 50% do Banco Panamericano, que pertencia ao Senor Abravanel (Silvio Santos), o total de exposição do BTG no Fundo passa a ser de R$ 10 bilhões, o que corresponde a cerca de 21% do total do patrimônio líquido do Fundo.

O Fundo Garantidor de Crédito, para quem não tem afinidade com o mercado financeiro, é uma associação civil que administra um mecanismo de proteção aos correntistas, poupadores e investidores, até um limite máximo de R$ 250 mil por correntista, caso qualquer instituição financeira filiada venha sofrer a quebra. O Fundo foi constituído no bojo do Proer, no governo FHC. Hoje, o patrimônio líquido do Fundo supera R$ 47 bilhões. O Fundo é constituído com contribuição das instituições financeiras associadas ao longo da sua constituição. O recurso é privado, porém, o Banco Central é que determina o socorro à instituição financeira em dificuldade. É claro que, no final das contas, o Fundo é constituído com recursos oriundo das tarifas que as instituições financeiras cobram dos clientes. Logo a conta é dos correntistas dos bancos. 

Quando o BTG Pactual comprou e assumiu 50% do Banco Panamericano, na prática, André Esteves não desembolsou nem R$ 0,01 sequer do seu dinheiro. Os recursos da compra dos 50% do Banco foi emprestado pelo Fundo Garantidor de Crédito acatando as ordens do Banco Central. O acordo da compra e venda foi acertado na visita do Silvio Santos ao presidente Lula da Silva no Palácio do Planalto, na véspera. O acordo de venda do Panamericano para o André Esteves foi costurado pelo Henrique Meirelles, presidente do Banco Central. 

Com prisão do principal acionista do grupo BTG Pactual, envolvido em Operação Lava Jato, mais uma vez, o Banco Central utiliza o mecanismo do Fundo Garantidor de Crédito para socorrer o estelionatário André Esteves, injetando R$ 6 bilhões na instituição financeira. Note-se que o total de exposição do BTG Pactual com o Fundo Garantidor passa a ser de R$ 10 bilhões, correspondente a 21% do patrimônio líquido. Isto é muita exposição de risco para uma só instituição financeira, no meu entender.

O André Esteves está metido até o pescoço com as ladroagens na Petrobras desvendadas pela Operação Lava Jato. Além do envolvimento na Operação Lava Jato, o André Esteves foi beneficiado na compra de 50% da Braspetro Oil & Gas, dona de participações nos blocos de exploração de petróleo na costa ocidental da África. O BTG Pactual do André Esteves comprou os 50% da Companhia ao preço vil, cerca de R$ 1,5 bilhões. O episódio chamou atenção deste blog e mereceu a matéria Caso Petrobras/ BTG Pactual .

Este menino André Esteves, tem o mesmo perfil do outro menino o Eike Batista. Os dois são vaidosos e eram considerados os bons no meio empresarial, mas não passam de empresários travestidos de estelionatários. Tem em comum entre eles que são os beneficiários da facção criminosa que se instalou no Palácio do Planalto, comandada por Lula da Silva e Dilma Rousseff. 


Os dois meninos estelionatários teve em comum a proximidade com o Palácio do Planalto. O André Esteves e Eike Batista não precisavam marcar agenda com Lula da Silva ou com a Dilma Rousseff, quando quisessem trocar alguma ideia. As portas do Palácio do estavam sempre abertos para que os meninos proporem estelionatos e ladroagens na Petrobras e no BNDES. 

Ambos tinham o respaldo do Lula da Silva e da Dilma Rousseff, até à véspera da quebra e da prisão.  Este blog já tinha alertado antes, conforme matérias já publicadas, há muitos meses. 

Ossami Sakamori




7 comentários:

  1. Antes da Dilma cair, o PT vai "rapar o tacho". Esse dinheiro não volta. Por certo tem "pixuleco" nessa operação. A oposição deveria estar atenta para esses descalabros. Eu fico indignado com os políticos que se dizem da oposição ao governo federal e são umas "tartarugas" para denunciar e interromper as falcatruas do PT e aliados. Agora mesmo, o impeachment da Dilma caminha porque o PT erra muito e não porque a oposição age. O PSDB só agora se posicionou a favor do impeachment da Dilma e assim mesmo prefere esperar o TSE cassar a chapa Dilma/Temer. Amanhã teremos os protestos a favor do Impeachment da Dilma sem uma estrutura dos partidos da oposição. Aqui na cidade onde resido não vai haver protesto. Onde estão os políticos da Oposição? Desse jeito, o povo desempregado e com fome começa a desanimar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente não há oposição e, quando há, é comprada.
      Falta lisura e patriotismo aos nossos políticos, herança recebida dos colonizadores (embora há quem discorde).Por essa razão a situação anda como anda, pela mesma razão quem está no poder faz o que quer na certeza da impunidade. Por não ter reação o país caminha rumo ao caos,entregue à própria sorte(ou azar).

      Excluir
  2. Meninos ricos e muito "in", afinal não passam de ladrões comuns.

    ResponderExcluir
  3. Pois é, caro Sakamori...
    ... e a JBS Friboi, quando cairá?

    ResponderExcluir
  4. BOM DIA!

    ESTOU ACHANDO O OSSAMI MUITO QUIETO NESTE DIA 13 DE MANIFESTAÇÕES PRÓ-IMPEACHMENT. O QUE ACONTECEU?

    ResponderExcluir
  5. Bar do assessor de Dilma tem contrato com BTG e Andrade Gutierrez

    Brasil 13.12.15 11:42
    A empresa que administra os espaços comerciais do estádio Beira-Rio é a Brio, sociedade entre a Andrade Gutierrez e o BTG, que, como já publicamos aqui, foi chamado por Dilma Rousseff para financiar a construção do estádio em troca da exploração comercial do empreendimento.

    Será que o assessor de Dilma paga aluguel pelo espaço?

    Será que o BTG emprestou dinheiro para o negócio do assessor de Dilma?

    ResponderExcluir
  6. País governado e manipulado por políticos corruptos terá fim triste, como a história mundial tem mostrado ao longo do tempo, ao redor do mundo. Nossa republiqueta não será excessão...

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.