Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

domingo, 6 de dezembro de 2015

Dilma transfere R$ 200 bilhões para os banqueiros.


Os articulistas da área econômica não tem coragem de tocar na ferida da política econômica implementada pelos sucessivos governos do PT, sobretudo no erro sistêmico que está levando o País à bancarrota. A grande imprensa, beneficiária deste erro premeditado, faz de conta que não vê. Cabe, então, a este blog apresentar o diagnóstico da situação econômica real do País, sobretudo no aspecto de transferência de renda aos mais afortunados do País e fora deste.

O governo disfarça sobre o número real da dívida bruta do Tesouro e do Banco Central. O que se divulga normalmente pelo Banco Central é a dívida líquida do Tesouro que está em torno de R$ 2,8 bilhões. Eis, a fonte de transferência de renda dos mais pobres para os mais ricos. 

O governo usa a conta para chegar na dívida líquida, deduzindo da dívida bruta o valor da reserva cambial convertido em real e o valor que tem a receber do empréstimo feito para BNDES dentro do PSI. O governo não considera como dívida do governo, também, os títulos do Banco Central denominado "swap cambial". Somado tudo, a dívida do governo federal junto aos investidores institucionais e especuladores está ao redor de R$ 4,6 trilhões. Grosso modo, a dívida do governo federal é de cerca de 75% do PIB. Este número é base para cálculo do dispêndio líquido dos juros da dívida pública.

O Tesouro está pagando, em média, a taxa básica de juros Selic de 14,25% ao ano, enquanto a inflação oficial corrente dos últimos 12 meses está em 10%. O Brasil paga maior taxa de juros reais do mundo, atrás apenas da Turquia, entre as 40 maiores economias do mundo. O objetivo é atrair capital especulativo estrangeiro para não ter que gastar a reserva cambial. A média dos juros reais pagos pelo Brasil está em 4,5% a 5%. O valor do dispêndio de juros líquidos descontado inflação se aplica ao montante da dívida bruta. O valor real do dispêndio de juros reais, grosso modo, corresponde a cerca de R$ 200 bilhões.

Agora, vamos analisar quem paga e quem se beneficia. 

O maior beneficiário é o setor bancário que leva uma fatia maior. O segundo maior beneficiário é o setor empresarial que tem empréstimos subsidiados do BNDES. O terceiro maior beneficiário é o mercado financeiro internacional que tem aplicado cerca de 20% do total nos papeis do governo federal e de quebra não pagam Imposto de Renda sobre ganho de capital. Por último, os pequenos aplicadores em Tesouro Direto que auferem os juros, porém, pagam Imposto de Renda sobre o ganho de capital, que corresponde a menos de 5% do total de aplicações.

Quem paga o pato é o contribuinte brasileiro que em última análise pagam os juros reais, já descontado da inflação, contribuindo com impostos e contribuições. Afinal quem paga os juros reais que o governo federal paga para os beneficiários já nominados acima, são 204 milhões de habitantes. 

Dentre 204 milhões, menos de 1% da população que compõe a família dos banqueiros, dos empresários beneficiários do programas do BNDES, abocanham cerca de 75% dos benefícios do diferencial de juros que corresponde a R$ 200 bilhões. O restante dos 25% são pagos aos investidores estrangeiros e pequenos poupadores do Tesouro Direto. 

Soa como piada, o discurso da Dilma dizer que o governo dela privilegia os pobres e que está comprometido com as conquistas sociais. O governo PT toma R$ 200 bilhões dos pobres e distribui aos ricos, por ano e gasta em Bolsa Família cerca de R$ 28 bilhões.

Dilma transfere R$ 200 bilhões a uma meia dúzia de famílias mais abastadas do País e aos agiotas internacionais. Isto é exatamente o inverso do que praticava o lendário Robin Wood do Reino Unido que roubava dos ricos para distribuir aos pobres.

Dilma transfere R$ 200 bilhões para banqueiros!

Ossami Sakamori





14 comentários:

  1. Atualmente quem manda no Brasil são os banqueiros(Min Levy no comando). Tivéssemos partidos políticos e políticos comprometidos com a Nação, esse cordão umbilical já teria se rompido. Bancos querem lucros e quem controla é o Governo através do Banco Central(me corrijam caso esteja errado). Como o Governo não tem boas intenções e tem um banqueiro cuidando da economia........Imaginem um traficante cuidando das fronteiras do Brasil! Será que deixará passar contrabando?

    ResponderExcluir
  2. O triste Professor Sakamori é que tudo isso é verdade e ninguém crê.

    ResponderExcluir
  3. Que pena que só pago imposto. Quem usufrui dele é banqueiro, político e bandidos Triste fim para um País sem educação, castrado na sua capacidade legal,sem moral,e com sua bandeira suja de sangue dos porcos comunistas

    ResponderExcluir
  4. Que pena que só pago imposto. Quem usufrui dele é banqueiro, político e bandidos Triste fim para um País sem educação, castrado na sua capacidade legal,sem moral,e com sua bandeira suja de sangue dos porcos comunistas

    ResponderExcluir
  5. Quem tiver condição de ir embora do Brasil, já deveria ter ido.
    O país faliu e não se recupera mais.
    Uma poderosa quadrilha tomou conta do poder e a oposição finge ação, para enganar o povo.O Brasil é mico internacional e seu povo não tem futuro. Perdemos a identidade.

    ResponderExcluir
  6. Anônimo, mas sou o Daniel Camilo.
    Essa situação no Brasil pode mudar para melhor. Depende de nós. Vejam que a Argentina já tem novo Presidente da República que é oposição a esses esquerdista(ladrões)da América latina. Ontem, aconteceu a eleição do Congresso na Venezuela e os Venezuelanos votaram em 99 deputados contra o maduro, e 46 que apoiam o Maduro(esquerda). A Venezuela está mudada e tudo porque o povo luta pela liberdade. Então, se lutarmos venceremos, também. No Brasil o noticiário não informa nada disso porque defendem essa esquerda podre e corrupta. Tudo pelo dinheiro fácil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí, sr. Daniel Camilo,

      Sempre presente o dito popular que diz :¨Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura.¨

      Excluir
  7. Mestre Sakamori, através de seu blog tenho aprendido bastante sobre economia. Obrigada. Triste para nós, simples cidadãos brasileiros. Além do que foi citado em sua matéria, acho que quem mais se beneficiou durante esses anos todos, foi o PT e seus companheiros, mas espero que nós brasileiros consigamis dar um basta para essa corja suja que está no poder, e que pessoas honestas comecem a entrar no poder....e que o poder não as corrompa.

    ResponderExcluir
  8. E AINDA VEM AQUELE CEARENSE OPORTUNISTA JUNTAMENTE COM UM COMUNISTA FDP (REDUNDÂNCIA) DEFENDER O POSTE.

    TODA VEZ QUE A SITUAÇÃO FICA CRÍTICA ESSE BOCA DE ÉGUA VEM QUERENDO SER PROTAGONISTA. E PENSAR QUE AQUELA BELA MULHER FICOU COM ESSA COISA...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse já está morto politicamente. Criticá-lo é chutar cachorro morto

      Excluir
  9. POR ISTO INSISTO QUE TEMOS QUE CRUZAR OS BRAÇOS, TIRAR DESTE ANTRO AQUILO QUE OS FORTALECE O $$$, CRUZAR OS BRAÇOS NÃO PAGAR NADA E NEM COMPRAR, ENQUANTO TIVEREM LASTRO DE BARGANHA VÃO USAR...

    ResponderExcluir
  10. O que vai ocorrer é o congelamento da poupança, imposição da CPMF e mais uma carrada de impostos e a re-edição do chavismo em terras tupiniquins.

    ResponderExcluir
  11. Em suma, são dois brasis.Um paga tudo.
    Quem se beneficiam são bancos, imprensa,políticos,endinheirados...

    ResponderExcluir
  12. Parece que corrupção é a marca registrada dos políticos brasileiros, comprometidos somente com seu sucesso pessoal a qualquer preco.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.