Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Governo Dilma. Sinal de cansaço.


Dizer para leigos em economia que estamos no meio da crise, pode soar como pregador do apocalipse. Isto não sou. Resolvi, então, apresentar alguns indicadores, os mais citados pela imprensa, para dar melhor compreensão do que está a acontecer no País. Para economistas a minha observação podem parecer uma visão ingênua sobre o tema, mas assim mesmo, arrisco a fazê-lo. 

Sinais da crise:

Inflação: 

No início do ano, a projeção da inflação para este ano, estava em 6,5% que é o "teto" da meta, se é que meta tem teto. A meta da inflação, para efeito de planejamento dos números do governo para 2015 foi de 4,5%. A inflação projetado pelo Banco Central, a 3 dias de terminar o ano, é de 10,7%. Isto é mais do que dobro da meta.

O maior problema é que a inflação fugiu do controle do governo. E tem mais, a curva de inflação está ascendente. Isto quer dizer que, se o governo não tomar medidas de ajustes, a inflação do ano que inicia, estourará o teto da meta (6,5%). Não há medidas anunciadas pelo novo ministro da Fazenda Nelson Barbosa que dê refresco para a inflação. Pelo contrário, é pensamento do novo ministro afrouxar a política monetária, que é lenha na fogueira da inflação. 

Haja coração para acompanhar o índice inflacionário nos próximos meses. Para minha avaliação, a inflação oficial vai se aproximar dos 15% em determinado período do ano e terminando o ano com o índice próximo a deste ano, ligeiramente acima de 10%. 

Apesar de índice oficial da inflação, IPCA, estar projetado em 10,7%, a "inflação do bolso", denominação minha, que traduz a inflação dos produtos de consumo do cotidiano, como alimentos e produtos do supermercado, estará na casa dos 30%. Nada que indique o contrário que a "inflação do bolso" do próximo ano seja menor do que deste ano. 

A média do reajuste da renda do brasileiro, acompanha de perto a "inflação oficial", enquanto a "inflação do bolso" vai comendo a renda. Motivo pelo qual, o dinheiro está sempre "mais curto" do que a renda. Se repetir os mesmos índices de inflação para o próximo ano, a renda do brasileiro que já foi comido este ano, será comido mais uma vez no próximo ano. No final do próximo ano, a média de renda do brasileiro estará "abocanhada" mais uma vez pela "inflação do bolso". 

A inflação será o principal componente da revolta do povo brasileiro contra o governo incompetente da presidente Dilma.  Infelizmente, isto é positivo para quem deseja a mudança do governo.

Desemprego:

O quadro da economia continua a deteriorar. Não só as empresas fornecedoras da Petrobras, mas as indústrias de base não estão conseguindo segurar os trabalhadores nas fábricas. Em plena festa de final do ano, a CSN (Companhia Siderúrgica Nacional) está dispensando 3 mil trabalhadores, pelo desligamento de um dos fornos de produção de aços.

Com certeza, as montadoras de automóveis que aderiram ao programa de conservação de emprego do governo Dilma, que garante o subsídio do governo às indústrias por período de um ano, vão começar a demitir no término do programa. Isto vai acontecer no segundo semestre do ano que vem.

Os governos: federal, estadual e municipal que eram eram um dos maiores contratadores de mão de obra, no próximo ano, estarão com "concursos" em suspensos. 

O setor de serviço que depende da renda dos trabalhadores, em consequência ao desemprego nos setores produtivos e governos já mencionados acima, sofrerá o efeito "cascata", ou seja deverá demitir empregados por falta de demanda de serviços. É um círculo vicioso criado.

Atualmente, o País tem cerca de 10 milhões de trabalhadores fora da estatística do número de desempregado. Este contingente de trabalhadores são trabalhadores que tem menos de 30 dias da demissão e trabalhadores que estão recebendo o benefício do Seguro Desemprego, que não entra na estatística de desempregados.  A continuar o quadro da economia para o próximo ano, o número de desempregado, oficial, vai saltar para algo próximo de 20 milhões de trabalhadores. O número representa cerca de 20% da força de trabalho do País. 

Gasolina:

O governo ameaçou reajustar o preço da gasolina no início deste mês de dezembro, mas não o fez. O próximo aumento da gasolina deverá ocorrer após o mês de fevereiro, para não impactar no índice de inflação do mês de janeiro. O mês de janeiro é tradicional mês de reajustes de transporte coletivo nas cidades de Rio de Janeiro e São Paulo, que são computados no índice oficial da inflação, IPCA. Portanto, o reajuste de gasolina virá no mês de fevereiro ou março. 

Energia elétrica:

Apesar de intensa chuva neste verão, os reservatórios do nordeste estão no limite mínimo. Motivo pelo qual, as usinas termoelétricas que ajudam suprir energia, não serão desligados. Com usinas termoelétricas em funcionamento e precisando recuperar um residual da tarifa do passado, a energia elétrica deverá sofrer reajuste médio de 20%, portanto dobro da inflação oficial. O reajuste de energia elétrica, vai ajudar na formação da inflação do bolso. 

Juros bancários e de cartão de crédito:

Com previsão de ajustes da taxa básica de juros Selic para cima, os juros bancários e de cartão de crédito, não recuará, pelo contrário, deverão sofrer aumentos. Já neste mês de dezembro os juros médios do cartão de crédito já ultrapassa a espantosa taxa de 400% ao ano. 

Conclusão:

Não há nenhum fator que motive fazer prognóstico positivo sobre a economia do próximo ano.  Não, definitivamente, não sou pregador de apocalipse. 

A mudança do quadro da economia, só poderá ocorrer com as novas eleições, ainda no ano de 2016. Tudo leva a crer que isto venha ocorrer, em função da falta de apoio político da presidente Dilma. 

Ossami Sakamori













15 comentários:

  1. Os comunistas conseguiram o que queriam.
    O Foro de São Paulo rasgou a Constituição, os falsos brasileiros trocaram a bandeira brasileira pela dos vermelhos.Os políticos e as instituições se prostituiram e o Brasil foi vendido pelos traidores. Vão deixar o Brasil virar lixo para ser reciclado pela Rússia, China e seus satélites vermelhos. Cadê os defensores da Pátria, que juraram defendê-la, com sacrifício da própria vida? Venderam-se também...

    ResponderExcluir
  2. Sakamori:

    Sobre a meta da inflação: Dobraram-na.
    Em 2016 vão dobrá-la novamente.
    Só que a "inflação no bolso" está triplicada.
    Desemprego: ainda não dobraram a meta, mas irão dobrar.
    Energia elétrica: vão dobrar o índice da inflação.
    Cartão de créditos: perdeu-se a conta de quantas vezes acima da inflação está. Dobrou? Triplicou? Quadruplicou?
    Sei lá ...
    Mas ela disse que dobraria a meta?
    Não disse?

    ResponderExcluir
  3. Se este desgoverno não sair, 2016 vai ser a maior crise já vivida no país. Os investidores estão saindo do País. Os esquerdistas querem de fato O CAOS para justificarem implantar de vez o comunismo no pais com medidas sociais que nos transformara em uma imensa cuba Visto que não existe um político que se pode confiar e para mudar este quadro somente com a INTERVENÇÃO MILITAR, mesmo assim a crise vai ser enorme, mas pelo menos podemos ter a garantia que o dinheiro público será revertido para a Nação....

    ResponderExcluir
  4. Não haverá intervenção militar pois os militares são comunistas, haja vista que quem comanda as FAAS é comunista.
    Simples assim.

    ResponderExcluir
  5. Os generais de 4 estrelas foram prestar vassalagem a aldo rebelo que é militante do PC do B quando este demitiu o general Mourão.
    Logo, trabalham todos para o PC do B.
    Logo, até a inteligência militar obedeçe apenas ao PC do B.
    Por consequência, o PC do B mamda nas nossas FFAA sem lutarem ou dispararem um tiro.
    È obra!
    Os militares foram totalmente dominados e quiçá, quem sabe, sodomizados pelo PC do B.
    O que se tornou evidente, foi que viraram todos bolivarianos, comunistas, soviéticos, bolchevistas, mencheviques, maoístas e por ai adiante.
    Confiança zero.

    ResponderExcluir
  6. Estamos fodidos, a nossa sorte está traçada.

    "Brasil é o terceiro maior comprador de armamento militar do mundo

    O Brasil foi o terceiro país que mais comprou armamento militar em 2015, gastando US$ 6,5 bilhões.

    Só ficou atrás da Coreia do Sul, que despendeu US$ 7,8 bilhões, e do Iraque, com US$ 7,3 bilhões."

    http://polibiobraga.blogspot.com.br/2015/12/brasil-e-o-terceiro-maior-comprador-de.html

    ResponderExcluir
  7. Estamos em rota direta para um genocídio.

    "Grande colapso está por vir!

    (...)

    Claro, eles não podiam pagar por nada disso. Os déficits orçamentários franceses estavam fora de controle, e eles começaram a entrar em uma dívida histórica fazendo com que rapidamente rebaixassem a sua moeda.

    A economia francesa acabou por fracassar, trazendo com ela um período de hiperinflação, guerra civil, conquista militar e genocídio de 26 anos. A história está cheia de exemplos, da antiga Mesopotâmia até a União Soviética, que mostram que sempre que as sociedades atingem níveis insustentáveis de consumo e alocação de recursos, elas entram em colapso.

    Eu tenho escrito sobre isso há anos, e a idéia agora é que isso fique mainstream. Um recente artigo de investigação financiado pela NASA destaca esta mesma premissa.

    De acordo com os autores: “Colapsos de civilizações avançadas tem ocorrido muitas vezes nos últimos cinco mil anos, e eles foram freqüentemente seguidos por séculos de população e declínio cultural e regressão econômica.”

    Os resultados de seus experimentos mostram que algumas das tendências muito claras que existem hoje no consumo insustentável de recursos e estratificação econômica que favorece a Elite pode facilmente resultar em colapso. Na verdade, eles escrevem que “o colapso é muito difícil de evitar e requer mudanças políticas importantes.”

    (...)"

    http://verdademundial.com.br/2015/12/grande-colapso-esta-por-vir/

    ResponderExcluir
  8. Depois que o STF fez para impedir o impeachment da Dilma, concluí que o Brasil já vive uma ditadura comunista,ou seja: tudo para eles e nada para o povo.

    ResponderExcluir
  9. infelizmente o governo comunista que aí está nunca esteve tão forte, pois mente, deturpa e impõe suas vontades, sem reação e oposição que não existe.Não há mais saída honrosa para o povo.

    ResponderExcluir
  10. Os comunistas vão invadir todas as casas, com desculpa de controlar a dengue. Agora vão colocar três agentes e, enquanto um faz a vistoria de praxe, dois outros vão olhar todos os detalhes das casas e passar informações a outros órgãos que não os da Saúde. Vão controlar seu dinheiro, onde você dorme, come e...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na minha casa, só deixava verificarem a área á volta da casa. Entrar, jamais. Eles chiavam, chiavam, mas eu não deixei nunca entrar em casa. Agora nem na área externa.

      Excluir
  11. Todos plantam o que colhem. Impossível se plantar milho e colher arroz. Eu ñ sou a favor dessa porcaria que aí está a nos comandar, mas a nossa pouca vergonha é que deixou o País chegar nessa situação. Sempre deixando para amanhā, ou para alguém resolver. E agora povo brasileiro ? É só ir para as ruas mostrar a preguiça ? É só culpar os militares ? Penso que a culpa é de quem ainda aproveita as migalhas desse governo, o medo de perder esses empregos criados...Acordem vagabundos,aqui na minha cidade já fecharam 30 comércios e ainda tem muito cretino que ainda bebe cerveja as custas da Bolsa Família. Está tudo errado mesmo, o caos é geral, mas aqueles que deveriam lutar se espelham na presidente e seu governo corrupto.

    ResponderExcluir
  12. Todos plantam o que colhem. Impossível se plantar milho e colher arroz. Eu ñ sou a favor dessa porcaria que aí está a nos comandar, mas a nossa pouca vergonha é que deixou o País chegar nessa situação. Sempre deixando para amanhā, ou para alguém resolver. E agora povo brasileiro ? É só ir para as ruas mostrar a preguiça ? É só culpar os militares ? Penso que a culpa é de quem ainda aproveita as migalhas desse governo, o medo de perder esses empregos criados...Acordem vagabundos,aqui na minha cidade já fecharam 30 comércios e ainda tem muito cretino que ainda bebe cerveja as custas da Bolsa Família. Está tudo errado mesmo, o caos é geral, mas aqueles que deveriam lutar se espelham na presidente e seu governo corrupto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lamentavelmente está tudo corrompido e dominado.
      O Brasil não existe mais como nação.
      O povo está destinado à miséria, como já ocorre na Venezuela, pátria-irmã .
      Que pena...

      Excluir
  13. Novas eleições com a saída dela e do temer também . caso contrário , o panorama poderá ficar muito pior .

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.