Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Dilma e o "MURO DA VERGONHA".


O desfile de 7 de setembro, dia de comemoração da pátria, não lembrou nem um pouco a festa de independência da República Federativa do Brasil. Mesmo nos tempo do regime militar não se viu aparato de segurança como deste ano. Isto reflete a falta de apoio popular da presidente Dilma. Mais parecia desfile num país de regime totalitário.


A presidente Dilma esteve blindado na sua retaguarda com um veículo tático móvel, para assegurar que os inimigos fizessem ataques pela retaguarda. Mais parecia um ditador norte coreano.


Para abrir o caminho da passagem da presidente da República, um batalhão de policiais militares abriam o caminho no melhor estilo da "ditadura militar".  A imagem mais parecia desfile do ditador do que desfile de uma presidente civil. Isto aconteceu na maior democracia sul-americana. Pelo menos, estou a pensar que estamos nela.


Na calada da noite, foram erguido muros de contenção contra invasão da população, no desfile da presidente Dilma, para atender a postura arrogante e estado avançado de esquizofrenia. Simbolicamente, os muros de contenção feito em chapas de aço, me lembrou o muro de Berlim que separava a Alemanha comunista ao da democrática.


Alguém da população, com muito propriedade fez inscrição da frase "MURO DA VERGONHA". A própria frase, já dispensa o meu comentário.


A indignação da população foi tão grande no decorrer do desfile da presidente Dilma, que em tese deveria ter sido evento do povo. Mas, não foi. E todos sabem que não foi. Basta comparar os desfiles feitos em diversos estados brasileiros, com presença de governadores.


O que se viu, mais do que o próprio desfile da presidente Dilma pelo eixo da Esplanada dos Ministérios, foi a boneca inflada da presidente Dilma.  A imagem mostra exatamente como foi o clima do festejo do dia da Independência do Brasil, a Dilma no primeiro plano e ao fundo o prédio do Congresso Nacional e edifícios dos ministérios.

As imagens dispensam meu comentário sobre o desfile do dia da independência do Brasil. Foi uma vergonha! O povo não aguenta mais ver o Brasil sendo governado pela presidente com doença mental grave. Até um leigo como eu, dá para avaliar que Dilma está à beira de colapso nervoso. 

Em querendo, o Congresso Nacional, poderá votar impeachment da Dilma com alegação de "incapacidade civil", previsto no Artigo 15º da Constituição brasileira. 

Ossami Sakamori













@SakaSakamori


8 comentários:

  1. Sakamori:

    Compartilho com seu pensamento.

    O que me deixa indignado com a situação do País, é ver essa subserviência das forças armadas, fazendo todo este jogo de cena com esse governo corrupto e incompetente.

    A oposição estar conivente, ainda que não aceite, eu entendo, pois, no meio deles também existe corrupção, mas os militares?

    Estou errado ao pensar assim?

    ResponderExcluir
  2. Vergonha vergonhosa!! Um verdadeiro ato de desespero e ao mesmo tempo de desrespeito ao cidadão patriota, trabalhador, o que realmente carrega esta nação nas costas, pagando duros e abusivos impostos, trabalhando horas árduas por dia e por semana, pra ser tratado como escória num evento de memória civil!. Fora Dilma!!

    ResponderExcluir
  3. Isolada da população , Dilma não tem respaldo de quem a elegeu.

    ResponderExcluir
  4. Dilma não tem o respeito de ninguém, cada vez que fala a população já sabe que são mentiras e assim a crise só aumenta.

    ResponderExcluir
  5. Parbens pelo seu artigo Saka .

    Um país de governantes descente não coloca muros pra separar da sua gente .

    Hoje era pra ser mais um dia festivo, onde o povo iria cumprir seu dever civico . mas muros foram colocado pra envergonhar uma nação de seus governantes que por medo e desgoverno . Um bando de corruptos .
    Mas não perco a esperança de ver um país de mãos limpas .
    Nosso povo é guerreiro e naõ será vencido por muros da vergonha .
    Somos brasileiros e não desistimos da luta .



    ResponderExcluir
  6. Nem o congresso (com inicial minúscula,mesmo),nem ninguém moverá uma palha pelo bem do Brasil.São todos bandidos de carteirinha e macomunados com interesses escusos.O Brasil não tem mais identidade.Cada um tente se ajeitar como puder.A Lei do Gerson nunca esteve tão em moda...

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito do seu artigo sobre essa tresloucada. Somos uma imitação da Coreia do Norte. Aquele carro de combate atrás dela, que vergonha! Nunca se viu iso em desfiles do 7 de setembro. Psicopata!
    Quanto aos militares, são palhaços sem vergonha. Petistas da porra.

    ResponderExcluir
  8. Os militares colaboram com tudo isso. São as vadias deste regime bolivariano.

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.