Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Lula e Dilma serão enxotados do poder!


Brasil parece um país africano de quinta categoria, onde os ditadores ou chefes tribais mandam e desmandam conforme o seu desejo para manterem-se no poder e impor à sua vontade. Via de regra os governantes da maioria dos países da África, são US$ bilionários contrastando com estado miserável da população.

Chego a esta triste constatação, após vivenciar o projeto de poder do pequeno grupo político que comandam o País. Refiro-me ao grupo político comandado pelo Lula e Dilma, o primeiro ex-presidente e a outra atual presidente. Eles, o Lula e Dilma, nada diferem dos ditadores dos países mais atrasados do continente africano. 

Lula e Dilma tomaram o país como eleições, supostamente, fraudadas, num projeto de permanência do poder, onde vale tudo. Impõem as suas vontades ao Legislativo e ao Corte Supremo. Usam a estrutura do Estado para abrigar os amigos do poder. Subtraem dos cofres públicos para enriquecerem à custa do governo que comandam. Utilizam-se das empresas estatais para se tornarem R$ bilionários e remetem dinheiro sujo via os beneficiários do governo. 

Lula e Dilma se portam como donos do Brasil. Eles são arrogantes e impõem suas vontades para inflarem os seus egos. Eles se comportam com arrogância. Em pronunciamentos utilizam-se, via de regra, o pronome no singular. O que mais se ouve é: Eu faço, eu mando, meu governo, meus programas, etc. Aliás, estas características se assemelham aos dos ditadores dos países de quinta categoria. 

Felizmente, o Brasil sempre soube fazer a sua escolha nos momentos mais delicados social e economicamente. Estamos a vivenciar estes momentos onde os pseudo ditadores, chefes da facção criminosa estão a perder a sua força. Parece que a população está a acordar. O momento de decisão da população está chegando. O povo quer o Brasil de volta.

Falta pouco para que os chefes da facção criminosa travestidos de autoridades constituídos serão destituídos do cargos e das forças que exercem.  Eles serão enxotados do poder, nos próximos meses. Haverá, com o apoio do Congresso Nacional, a destituição da presidência e do poder de fato da Dilma e Lula.  Enfim, o Brasil livrará, brevemente, dos maiores cânceres que o País já teve: Lula e Dilma. 

Felizmente, as minhas previsões sempre confirmam. 

Ossami Sakamori

16 comentários:

  1. Num Estado completamente aparelhado por ratazanas por insaciáveis, isto não vai acontecer. Lamento não conseguir ser otimista. Vai dar muito trabalho livrarnos deste mal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Otário,a bruxa e o sapo ladrão já se despediram do poder. Fim dessa facção criminosa!!! Cadeia pra esses insetos nocivos.

      Excluir
  2. Deus te ouça, amém.

    ResponderExcluir
  3. Se cruzarmos nossos braços e deixarmos o trabalho só para o Congresso Nacional, tenha certeza que Dilma termina seu mandato, e é bem possível que Lula "sai capeta" ganhe em 2018. Mas torço para não cruzarmos os braços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. quarta-feira, 20 de maio de 2015
      Sem 342 votos na Câmara para aprovar o impeachment, Oposição vai entrar com ação penal contra Dilma.
      http://coturnonoturno.blogspot.com.br/

      Excluir
  4. "Destruição econômica e Social

    (...)

    À medida que essa oligarquia se foi apropriando, no Brasil, da estrutura econômica, foi também promovendo sucessivas intervenções e manobras, no campo das instituições políticas, que propiciaram intensificar ainda mais essa apropriação.

    Temos agora mais uma crise. Nesta, a baixa resiliência – devida à desindustrialização e à desnacionalização – combina-se com o déficit das transações correntes exteriores, mais os déficits das contas públicas nos três níveis da Federação, resultando em grande salto qualitativo para nova degradação econômica e social.

    Consideremos as taxas básicas dos juros dos títulos públicos, uma das mega-fontes de agravamento do caos decorrente do “ajuste” em curso.

    Nos últimos cinco meses, a taxa SELIC foi elevada várias vezes. Era 11,25%, em novembro de 2014, e chegou a 13,25%, em 30.04.2015, o que significa taxa efetiva em torno de 16,25% aa.

    Em artigo anterior, comparei a aplicação das taxas de 12% aa. e de 18% aa., durante 30 anos, sobre o atual montante da dívida mobiliária interna, de cerca de R$ 3 trilhões: a primeira resultaria em R$ 90 trilhões, e a segunda em incríveis R$ 430 trilhões, quantia igual ao dobro da soma dos PIBs de todos os países do mundo.

    A taxa atual alçaria o estoque da dívida para R$ 274,73 trilhões de reais.

    Tal como as letais taxas de juros, as demais políticas do “ajuste” só podem ter por objetivo concluir a desestruturação (destruição) econômica e social do País.

    (...)"

    http://www.alertatotal.net/2015/05/destruicao-economica-e-social.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+AlertaTotal+%28Alerta+Total%29

    ResponderExcluir
  5. "O NEGÓCIO DA CHINA QUE NÃO ACONTECEU. IMPEACHMENT DA DILMA ROUSSEFF NÃO SAI DA ORDEM DO DIA NEM QUE A VACA TUSSA.

    (...)

    Como ninguém gosta de fazer negócios com país falido, os chineses, velhos de guerra, resolveram dar uma mãozinha para a petralhada vermelha, mas só em termos de marketing. Como atesta o site de Veja, a visita do chinês resultou apenas na assinatura de um memorando de intenções: quem sabe, mais à frente, num futuro próximo etc e tal. Dindim que é bom nada.

    Resultado: tudo continua na estaca zero, ou seja, as finanças brasileiras foram zeradas pela farra dos bolivarianos tupiniquins e a situação permanece tão ruim, mas tão ruim que fez sumir até mesmo o brilho dos olhos de Lula, conforme noticiou o diário stalinista paulistano. Aliás, é de se indagar: cadê o Lula?

    Enquanto tudo continua intocável, isto é, ruim pra burro, o fantasma do impeachment da Dilma e eventual processo contra Lula por tráfico de influência no caso Odebrecht, continuam em pauta. Nem mesmo um negócio da China será capaz de restituir vida política ao PT e seus sequazes.

    (...)

    Resumo da história: os números são fictícios e nenhum acordo foi firmado. O que houve, durante a visita do premiê Li Keqiang, foi um memorando de intenções que pode resultar em acordos no futuro.

    (...)"

    http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2015/05/o-negocio-da-china-que-nao-houve.html

    ResponderExcluir
  6. Sem uma sangrenta revolução,tal qual ocorre e ocorreu nessas republiquetas citadas pelo prof.Sakamori,o Brasil não se livra dessa corja blindada que tomou conta do poder,sem a menor intenção de devolver o poder ao povo.

    ResponderExcluir
  7. Gostaria muito de deitar, dormir um sono reparador, com todas estas previsões realizadas. Não sou pessimista, mas a realidade apresenta-se outra. Contudo, não podemos deixar d e crer no amanhã.

    ResponderExcluir
  8. Torço , fervidamente , para que isso ocorra o mais breve possível , porém , temos que contar apenas conosco mesmos , pois contar com o Congresso comprado por eles , é meio ! rabo de foguete "... mas , milagres acontecem!...

    ResponderExcluir
  9. Não sou pessimista Profe Saka, mas sou racional. Em um País onde as leis são feitas por quem não deveria, onde um futuro Ministro do Supremo tem que mendigar voto, implorando de gabinete em gabinete de Senador, sabe-se lá,sujeitando-se a que compromisso ou humilhação para ser aceito.Um País onde o povo paga pelos gastos do governico , onde Deputado acha que o povo é obrigado a ser gay e pedófilo e se não for está com preconceito. Onde é proibido dizer que uma pessoa é negra, mesmo ela sendo, porque vc a ofende, sendo que agora a moda é Afro. Vc Não pode admirar o policial, porque o Direitos Humanos defende o bandido.....Sim estamos num País as avessas, onde a Educação , a Honra e a Dignidade estão adormecidas. Com o $$$$ acordaram a sujeira, a preguiça, a impunidade e os grandes salafrários. Sem ser pessimista, mas racional, realmente não acredito que tem mais gente boa no comando. Se os Brasileiros não deixarem a letargia de lado, penso que, pagaremos um alto preço pela nossa LIBERDADE

    ResponderExcluir
  10. "Surge uma nova era: TREVAS!

    O Brasil é o pioneiro no surgimento de uma nova era – Trevas. Ela começou há 12 anos, quando Lula e sua trupe saquearam, corromperam e fizeram a festa em Brasília.

    Quem se recorda do tempo de escola, já atravessamos a pré-história, a idade antiga, a idade média, a moderna e a contemporânea. Historiadores de plantão podem hoje afirmar que o Brasil é o pioneiro no surgimento de uma nova era – Trevas – que só foi percebida agora e, por isso, só foi classificada agora como a era das trevas. Essa era surgiu há 12 anos quando se deu a invasão petista liderada pelo molusco de barba e nove dedos, Luis Inácio Lula da Silva, que dizem as más línguas seria o filho do Brasil, e sua trupe – no caso quadrilha mesmo – que saquearam, corromperam, se deixaram corromper e fizeram a festa em Brasília. Pesquisadores do Instituto de Catástrofes dizem que essa nova era ainda vai durar outros três anos e que eles veem que há grandes chances – infelizmente – de que essa nova era ganhe ainda mais uma Copa do Mundo em sua existência.

    Aí eu pergunto: Alguém realmente consegue ver alguma luz no fim do túnel, que pelo visto ainda nem foi construído pelo PAC 171 do governo petista?

    Ao mesmo tempo em que o governo, em seu ajuste fiscal, procura artifícios para não aquebrantar as promessas de Dilma para a sua campanha de 2014, onde não haveria ajuste e sim redução da energia de tarifa elétrica, onde o trabalhador não seria penalizado, a diminuição de certos impostos, como a desoneração da folha salarial, fora outras tantas, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, aparece para perguntar: “Quem é que não precisa pagar o supermercado?” Ah, tá, e quando é que o seu lobo não vem?

    Chega a ser patético um ministro reclamar da vida dura, do salário corroído. Ao mesmo tempo é bom ver que ele concorda e faz coro com os trabalhadores – esses sim – assalariados e maiores prejudicados no pandemônio em que se encontra a nossa economia. Se ele sente, imagina os outros!

    (...)"

    http://opiniaoenoticia.com.br/brasil/surge-uma-nova-era-trevas/

    ResponderExcluir
  11. Patifaria Brasil é o nome correto da republiqueta onde vivemos...

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.