Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sábado, 9 de maio de 2015

Brasil é tudo que não devia ser !


Hoje, vou apresentar número de alguns dos países do mundo para efeito de comparação com o do Brasil sobre o desempenho da economia. 


Reino Unido

Inflação: 0%
Crescimento: 0%
Taxa de juros BC: 0,5% aa





Estados Unidos

Inflação: 0%
Crescimento: 2,4%
Taxa de juros BC: 0,25% aa



Alemanha

Inflação: 0,4%
Crescimento: 0,7%
Taxa de juros BC: 0,25% aa


Japão

Inflação: 2,4%
Crescimento 0,6%
Taxa de juros BC: 0,1% aa





China

Inflação: 1,4%
Crescimento: 7,4%
Taxa de juros BC: 5,35% aa





India

Inflação: 8,0%
Crescimento: 7,50%
Taxa de juros BC: 8,0% aa



Espanha

Inflação: (-) 0,6%
Crescimento: 1,40 %
Taxa de juros BC: 0,02% aa



México

Inflação: 3,0%
Crescimento: 2,60%
Taxa de juros BC: 3,0% aa




Brasil

Inflação: 8,17%
Crescimento: 0 %
Taxa de juros BC: 13,25% aa




Rússia

Inflação: 16,4%
Crescimento: 0,40%
Taxa de juros BC: 12,5% aa



Preciso explicar quais países estão sólidos e quais estão em dificuldades? Sim, Brasil é Espanha ontem e Rússia amanhã. Veja os número do México. Dilma diz que culpados são os países desenvolvidos. Será?

O Brasil é tudo que não devia ser. 

Ossami Sakamori

5 comentários:

  1. Se todos seus comentadores fossem todos politicos de alto escalão, essa vaca já há muito tempo andaria pedindo esmola pelas calçadas, psaseios, becos sujos e ruas sem saida.
    O meu desprezo por essa vaca é imensurável.

    ResponderExcluir
  2. A revista FORBES não brinca...

    "ALERTA TOTAL: O FMI PROPÕE O “CONFISCO GLOBAL DA RIQUEZA”. A APROPRIAÇÃO DA POUPANÇA DAS FAMÍLIAS

    De acordo com o relatado pela Forbes, o Fundo Monetário Internacional (FMI)lançou uma bomba no seu relatório fiscal de outubro. O relatório pinta um quadro sombrio para os países altamente endividados que não conseguem de forma agressiva “mobilizar receitas internas”, que é um código para “tributar de forma agressiva seus cidadãos.” Ele passa a construir um caso de medidas drásticas e recomenda uma série de escalada de renda e aumentos de impostos de consumo – que culminam com a apreensão direta de ativos.

    Por que o FMI propõe isso?

    Porque os governos e bancos centrais globais bombearam trilhões de dólares de seu dinheiro para os bancos e o mercado de ações ao longo dos últimos anos, catapultando dívidas públicas para dezenas de trilhões de dólares. Mas agora, os governos e os bancos centrais não podem mais sustentar esses níveis de dívida, e o confisco da riqueza global é a única forma de manter o esquema Ponzi. Portanto, é mais aparente do que nunca, se você quiser manter sua poupança e aposentadoria fora das mãos de governos desesperados, só há uma coisa que você pode fazer.

    Os lobos estão morrendo de fome pelo seu dinheiro

    Em primeiro lugar, aqui é o trecho em que o FMI defende claramente um imposto sobre as suas poupanças privadas para pagar a dívida do governo:

    (...)

    Você leu certo: o FMI quer ter 10% de suas economias privadas, além dos impostos que você já está pagando. Mas isso é apenas o começo do confisco da riqueza proposto? O aspecto mais arrepiante do relatório é a forma clínica em que se discute como todos os governos podem trabalhar juntos para controlar e taxar suas economias:

    (...)

    Como a Forbes aponta, existem três pontos-chave para tirar deste relatório

    Economistas do FMI sabem que não há número suficiente de pessoas ricas para financiar os governos de hoje, mesmo que 100 por cento dos ativos do 1 por cento fossem expropriados. Isso significa que todas as famílias com riqueza líquida positiva em poupança terão seus bens saqueados pela formulação do FMI.

    Tal repúdio da propriedade privada não vai pagar as dívidas dos governos ocidentais ou orçamentos de fundos para ir em frente. Ele vai apenas “restaurar a sustentabilidade da dívida”, permitindo os gastos livres soberanos para manter tocando nos mercados de bônus até a próxima crise, para as quais serão necessárias medidas mais fortes, é claro.

    Se os políticos devem deixar de se envolver neste tipo de roubo por atacado, o único cenário alternativo que o FMI coloca é a falência do governo e a hiperinflação. O FMI não propõe a renúncia dos programas de benefícios do esquema Ponzi que nos arruína.

    Forbes afirma que este é o lugar onde a falência do estado do direito moderno nos atinge – controle de capital e restrições de saída “para que os proverbiais quatro lobos e um cordeiro possam votar no que terá para o jantar.”

    (...)"

    http://illuminatielitemaldita.blogspot.com.br/2015/05/alerta-total-o-fmi-propoe-o-confisco.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+IlluminatiAEliteMaldita+(ILLUMINATI:+A+ELITE+MALDITA)


    ResponderExcluir
  3. Só de pensar que se tivéssemos políticos sinceros estaríamos agora entre os primeiros dessa lista, dá vontade de torcer o pescoço de toda essa gentalha.

    ResponderExcluir
  4. O Brasil faliu,o governo fez que não viu e o povo foi para PQP...

    ResponderExcluir

  5. Brasil, mais quebrado que arroz de terceira...

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.