Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Brasil está quebrado!


Os ministros da área econômica Joaquim Levy da Fazenda e Nelson Barbosa do Planejamento entregou hoje à tarde a proposta do Orçamento de 2016 para o presidente do Congresso Nacional Renan Calheiros. Conforme já estava sendo anunciado pelo Palácio do Planalto, a peça orçamentária prevê "déficit primário" de R$ 30,5 bilhões. É a primeira vez que acontece previsão de "déficit primário" no Orçamento da União, após a vigência da Lei de Responsabilidade Fiscal. 

Ainda a peça orçamentária prevê um crescimento de 0,2% no ano de 2016, com previsão de inflação de 5,4% e salário mínimo de R$ 865,50. Só para leigo poder entender, o crescimento, a inflação e o valor do salário mínimo são pressupostos para elaboração do Orçamento do ano seguinte.

Da peça orçamentária com "déficit primário" podemos tirar várias leituras. A primeira leitura, a mais vil, é uma espécie de troco que a Dilma quer dar ao Congresso Nacional, diante da evidente recusa na aprovação da nova CPMF. Para uma presidente psicopata tudo é possível.  A provável derrota ficou evidente com declaração explícita do presidente do Senado Renan Calheiro e do presidente da Câmara Eduardo Cunha. A remessa do Orçamento com "déficit primário" seria vingança contra o lado do Cunha em relação à não aceitação da nova contribuição.

A segunda leitura é que em Congresso Nacional aprovando o Orçamento de 2016 com "déficit primário", anula a possibilidade de impeachment por motivo de "pedalada fiscal" que nada mais é do que gambiarra para esconder o "déficit primário" em 2014. Esta parece ser a leitura mais provável e correta.

A terceira leitura é que, em Congresso Nacional não querendo aprovar o Orçamento de 2016 com "déficit primário" obrigaria os parlamentares a fazerem cortes para haver equilíbrio fiscal e ao mesmo tempo dificultar a inserção de "emendas parlamentares". Não creio nesta possibilidade. Creio que a Comissão Mista de Orçamento, deverá devolver a peça orçamentária ao Poder Executivo para fazer os ajustes necessários para que haja equilíbrio entre receitas e despesas, previstos na Lei da Responsabilidade Fiscal. 

A consequência dessa "pirraça" da Dilma para com o Congresso Nacional, está colocando a situação econômica real do País perante a comunidade econômica mundial. O resultado já se fez sentir na queda da Bolsa e alta do dólar. No médio prazo poderá vir o rebaixamento da classificação de riscos pelas agências de rating para o "grau de especulação". A previsão de "déficit primário" significa que o País não possui dinheiro para pagar nem parte dos juros da sua dívida pública. Guardada as proporções, é como se o Brasil estivesse no mesmo caminho da Grécia, gastar o que não tem.

Infelizmente, o diagnóstico é cruel: Brasil está quebrado!

Ossami Sakamori







7 comentários:

  1. O problema todo dessas "pirraçinhas" é que quem paga a conta somos nós. E para os que geram o problema, simplesmente nada acontece. Precisamos passar o Brasil a LIMPO URGENTE!!!

    ResponderExcluir
  2. O que seria o sonho de crescimento se transforma em pesadelo. Fica difícil o Brasil sair do prejuízo, já que o que se arrecada é menor do os juros cobrados.

    ResponderExcluir
  3. Lamento pelos jovens, que estão com seu futuro comprometido... cortes na saúde, Educação, Segurança: quantas crianças e jovens não sobreviverão ao roubo do que é seu por direito??

    ResponderExcluir
  4. Mas vamos nos conformar assim, tão fácil? Temos que cobrar da oposição e sairmos as ruas, de novo. Que o PT devolva ao Brasil o dinheiro gasto em Cuba, Venezuela, e o dinheiro da divida que lula perdoou dos países africanos(autoritários). Que o governo do PT devolva todos os cargos comissionados e diminua os salários dos apadrinhados políticos. Sem falar dos funcionários fantasmas. O Congresso não pode fazer o trabalho do Executivo, ainda mais esse executivo que se gabava em dizer que o PT deixou o Brasil na 7ª potência mundial. Concluindo, se o Congresso deseja arrumar a casa que primeiro retire a "governanta" do Planalto. .

    ResponderExcluir
  5. Foro de São Paulo. Leiam abaixo um trecho:

    "Si cayera el gobierno de Dilma, no cabe ninguna posibilidad de que por la vía democrática, sea reemplazada por un gobierno más radical que emprendiera un definido camino al socialismo y a un mejoramiento de las condiciones sociales, por el contrario, la única alternativa que se vislumbra es la imposición de un gobierno de extrema derecha por medio de un golpe de estado, tal como lo denunció hace unos días Evo Morales, lo que significa una gravísima amenaza a la democracia en Brasil y por extensión a toda Nuestra América.

    Por lo tanto, la defensa de la democracia en Brasil implica la defensa de los procesos autonómicos emprendidos en los países de Nuestra América por su integración y hacia una verdadera independencia y justicia social.

    MOVIMIENTO DE SOLIDARIDAD NUESTRA AMÉRICA
    MOVIMIENTO MEXICANO DE SOLIDARIDAD CON CUBA
    COORDINADORA MEXICANA DE SOLIDARIDAD CON VENEZUELA
    COMITÉ DE SOLIDARIDAD CON BOLIVIA
    FRENTE PARA LA VICTORIA DE ARGENTINA EN MÉXICO
    GRUPO DE FRENTEAMPLISTAS DE URUGUAY EN MÉXICO POR LA IZQUIERDA"

    Link do do foro de São Paulo:
    http://forodesaopaulo.org/brasil-defender-la-democracia-ante-la-amenaza-de-golpe-de-estado/

    ResponderExcluir
  6. "...anula a possibilidade de impeachment..."

    Agora acredito mesmo sem qualquer margem para dúvidas que o Brasil se tornou uma Cuba, Venezuela, Argentina, Bolivia e por aí adiante e, que nos vamos tornar numa republiqueta dee bolivariana ou marxista de merda. O PT e o PC do B ganharam com essa terrorista tresloucada á frente dos destinos de mais de 200 milhões de brasileiros. Não temos alguma hipoteses de não sermos comunistas á força com ajuda asquersosa e covarde dos militares que temos e não deveriamos ter.

    ResponderExcluir
  7. Culpado é o MULA, que colocou essa aí, mas nem ele sabe o que faria, pegou o País organizado, e ficou só fazendo seus interesses, não cuidou dá economia, e a outra também fez que sabia, mas não sabe nada,...Um não estudou e não sabe nada, a outra estudou e não sabe aplicar nada..

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.