Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Dilma dá calote à empresa de limusines!


Circulam em redes sociais de que o governo brasileiro está devendo US$ 100 mil à empresa de locação de veículos, utilizados pela presidente Dilma, durante a visita ao estado de Califórnia, por ocasião da visita da Dilma ao presidente Obama em junho desse ano. 

A notícia sobre a inadimplência com os fornecedores pelo governo brasileiro, já é rotina no Brasil. Segundo informações da imprensa brasileira, o governo Dilma deve aos empreiteiros das obras do PAC e do DNIT em volume expressivo, que está levando os fornecedores do governo federal em estado de pré-insolvência. O governo brasileiro é caloteiro por natureza.

No entanto, o que nos espanta, é o episódio em si, mais do que o assunto do calote. Refiro-me à locação de veículos para a comitiva da presidente da República ao estado de Califórnia. A frota de veículos foi de 25 carros, sendo 19 limusines, 3 vans, 2 ônibus e 1 caminhão baú, para deslocamento dos visitantes e transporte de bagagens da ilustre comitiva.

O estranho é apesar de visita ser de apenas 1 dia, os veículos com motoristas foram alugados por 16 dias. Sabe lá o que ficou fazendo os veículos e a equipe no restante dos 15 dias. Como não nasci ontem, quero dar meu palpite sobre a locação por tempo mais extenso. Creio que foi uma forma de Secretaria Geral da presidência de conseguir Nota Fiscal em valores mais expressivos para lavar o dinheiro. Normalmente, estas despesas são pagas com cartões corporativos da Presidência da República que é coberto pelo sigilo de Estado por 25 anos. Portanto, sobre a maracutaia se houve ou não, o contribuinte brasileiro com minha idade nunca ficaremos sabendo o que realmente aconteceu.

É assim que agem os gestores públicos do governo PT, comandada pelo presidente Dilma. Como houve leniência no esquema de ladroagem na Petrobras, em escala R$ bilionário, os agentes públicos de segundo escalão se acham no "direito" de fazer as suas ladroagens.  Além de tudo, o alto escalão do Poder da República, não mandam apurar as irregularidades, por absoluta falta de moral para exigir probidade. 

Do aluguel de limusine da presidente ao aluguel de sondas da Petrobras, o Brasil vai transferindo o dinheiro arrecadado dos contribuintes para engordar os bolsos privados dos agentes do governo, entre os quais o da própria presidente Dilma. Isto tudo, só vai mudar com mudança de postura do próprio contribuinte em exigir probidade aos ocupantes dos cargos públicos, a começar pelo presidente da República.

Ossami Sakamori





9 comentários:

  1. Mais uma vez ela mancha o nome do Brasil , na maior cara de pau!
    A inda de maracutaia e ladroagem é interminável pois a cada dia novos descalabros são descobertos . Um só dia de viagem e foi esse desperdício e gasto enorme ; imagine quanto não teria sido gasto se tivesse sido mais dias .e para que levar tanta gente ?
    Já é hora do povo deixar de ser "pacífico e passivo " e revindicar os seus direitos.

    ResponderExcluir
  2. Vaca sem vergonha e quer continuar na presidência. Só mesmo com apoio do PT, PC do B, dos corruptos e com a brandura dos militares.

    ResponderExcluir
  3. Não sei o que mulher sapiens quer com limusine.

    ResponderExcluir
  4. A ajuda de custo para pagamento do aluguel dos funcionários que trabalham nas embaixadas e consulados está três meses atrasada.

    Servidores do Itamaraty no exterior estão recebendo constrangedores avisos de despejo.
    Passados os tempos do embaixador Sergio Vieira de Mello , agora so temos anões (sem ofender e uma metafora ) e caloteiros

    ResponderExcluir
  5. Quando penso que já vi de tudo, vem mais essa.

    ResponderExcluir
  6. "Explicando a Intervenção Constitucional

    Por Antônio Ribas Paiva"

    http://www.alertatotal.net/2015/08/explicando-intervencao-constitucional.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+AlertaTotal+%28Alerta+Total%29

    As Forças Patrióticas, civis e militares, estão obrigadas a INTERVIR CONSTITUCIONALMENTE , no processo político, na forma prevista pelo art. 142 da CONSTITUIÇÃO FEDERAL, para garantir os poderes constitucionais, restabelecendo a LEGITIMIDADE do governo.

    Cumprindo esse DEVER PATRIÓTICO, deverão nomear um GOVERNO DE TRANSIÇÃO, que poderá ser uma junta governativa, a qual RESTABELECERÁ as INSTITUIÇÕES , dotando-as de mecanismos de proteção contra a usurpação e, convocará ELEIÇÕES GERAIS, em todos os níveis. Portanto, a Intervenção Constitucional não pode ser confundida e nem qualificada como "golpe".

    Só as Forças Patrióticas têm legitimidade para o EXERCÍCIO do PODER INSTITUINTE, que lhes faculta CRIAR, MODIFICAR OU REVOGAR INSTITUIÇÕES, diante da usurpação do poder do Estado, pela classe política, para a prática sistemática de crimes. Esta é a tese básica que justifica a Intervenção Constitucional, já, pedida por milhares de pessoas nas redes sociais e nas grandes manifestações de rua pelo Brasil afora.

    A classe política perdeu a legitimidade, porque foi pega roubando e traindo a Nação. Esse processo é irreversível. Tudo o que fizerem para salvar a pele suja será inócuo. Nós, cidadãos de bem, como segmentos esclarecidos da sociedade, é que temos o dever de lutar pela Intervenção Constitucional, a fim de salvar o Brasil dos corruptos e desqualificados políticos eleitos de forma absolutamente ilegítima por um processo eletrônico de votação tão digno de confiabilidade quanto as máquinas caça níqueis do Cassino do Al Capone.

    Por isso, só nos resta: Intervenção Constitucional, já!


    Antônio José Ribas Paiva é Jurista.

    ResponderExcluir
  7. "As seis teses de agosto

    Por Milton Pires

    1. Não é possível derrubar o PT do Governo através de meios respaldados pelo devido processo legal

    O Supremo Tribunal Federal, Supremo Tribunal de Justiça e Ministério Público Federal tem dentro si elementos trabalhando permanentemente a favor do Partido. O trabalho do Dr. Sérgio Moro e de todos os integrantes da Operação Lava Jato não será suficiente para derrubada do PT em virtude de aspectos políticos.

    2. Não é possível derrubar o PT do Governo contando com o apoio da classe política.

    A corrupção dentro da classe política brasileira não é acidente; é substância. Mesmo aqueles integrantes da classe política que não são petistas, estão (na sua maioria) envolvidos com a corrupção do Partido. Quem não é petista nem corrupto não tem representação partidária. Quem tem representação partidária não produzirá resultado prático em virtude da fragilidade dos aspectos legais.

    3. A primeira e a segunda tese determinam que a classe política e o ordenamento jurídico não encontram, um no outro, coincidência nem de forças nem de interesses.

    4. Não é possível derrubar o PT do Governo contando com a INICIATIVA das Forças Armadas.

    Os comandantes das três forças não são de confiança da tropa nem da reserva: são de confiança do Partido. As Forças Armadas já deixaram claro que não vão agir; vão REAGIR uma vez confrontadas com a violência urbana o caos e a desintegração total da ordem pública.

    5. Não é possível derrubar o PT do Governo sem o recurso à Desobediência Civil generalizada.

    A desobediência civil na situação atual há de se apresentar de forma pacífica através da ocupação dos espaços públicos e da greve geral sem respaldo nem permissão dos sindicatos controlados pelo Partido.

    6. Não será possível permanecer em Desobediência Civil e Resistência Pacífica num país governado pelo PT

    A desobediência civil deverá, obrigatoriamente e espontaneamente, degenerar na violência urbana, no caos e na interrupção completa de todos os serviços públicos com confrontos entre a gigantesca maioria da população do Brasil e as forças que se apresentam como “movimentos sociais” (que nada mais são do o próprio Partido). A violência contra a população na sua forma “oficial” vai acontecer através da Força Nacional de Segurança.

    Confrontadas com a desordem total e o caos, as Forças Armadas, aí sim, serão obrigadas a agir.

    Milton Simon Pires é Médico."

    http://www.alertatotal.net/2015/08/as-seis-teses-de-agosto.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+AlertaTotal+%28Alerta+Total%29

    ResponderExcluir
  8. Por lapso não mencionei onde tinha ido buscar o texto das 18:20, que poderá ser lido e confirmado aqui:

    http://www.alertatotal.net/2015/08/explicando-intervencao-constitucional.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+AlertaTotal+%28Alerta+Total%29

    ResponderExcluir
  9. Obrigada, Professor!!
    Divulgarei ao máximo este artigo, pois, não é possível que os cidadãos de bem deste País fechem os olhos aos descalabros deste desgoverno de mentiras e corrupções sem fim.
    Paz e bem!!

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.