Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Estou Cunha malvadeza!


Está nojento ver a imprensa cair de pau no Eduardo Cunha sobre denúncia no STF pelo Procurador Geral da República Rodrigo Janot. Não, não sou a favor da eventual corrupção passiva e lavagem de dinheiro que Cunha teria cometido. Eu acho muito estranho que apenas o Cunha e Collor tenham merecido atenção do Rodrigo Janot. Há nítida orquestração contra o único parlamentar que está "peitando" a presidente Dilma e quadrilha de corruptos que se instalou no Palácio do Planalto. 

A Operação Lava Jato, já revelou os possíveis e prováveis envolvimentos das pessoas ligadas à presidente Dilma Rousseff. Os nomes já citados várias vezes pela Operação Lava Jato envolvem, o ministro da Comunicação Social Edinho Silva, o senador e líder do governo no Senado Humberto Costa, a ex-chefe da Casa Civil Gleisi Hoffmann e o presidente do Senado Renan Calheiros. Além dos nomes de expressão nos Poderes da Republica, há dezenas de outros parlamentares que já foram citados na Operação Lava Jato.

Muito estranho que apenas um senador e um deputado tenha sido denunciado pelo Procurador Geral da República e o nome tenha recaído justamente no nome do presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha. O outro senador parece ter sido escolhido para o nome do Cunha não ser o "único" denunciado. Isto se chama "denúncia seletiva". Como não foi denunciado os nomes de pessoas próximas da presidente Dilma, fica muito claro que houve um "acordão" para para tentar derrubar o deputado Eduardo Cunha da presidência da Câmara dos Deputados. 

Este blog, em matéria Tchau, Dilma! enumerou participação ativa e passiva da presidente Dilma no episódio da ladroagem da Petrobras. Lembrando que a ladroagem da Petrobras foi contabilizado (oficializado) pela Companhia em seu balanço anual de 2014, nada menos que R$ 6 bilhões. Os maiores beneficiados foram os empreiteiros que já estão sendo condenados pelo juiz Sérgio Moro, mas pela legislação em vigor, os parlamentares e ministros que tem foro privilegiado, só serão investigados pelo STF. Há indício suficiente da participação das pessoas ligadas à presidente Dilma na ladroagem da Petrobras, mas estes não foram denunciados pelo Procurador Geral da República. 

A evidência da orquestração para derrubada do Eduardo Cunha do cargo de presidente da Câmara. O movimento da tentativa de derrubado do Eduardo Cunha não se restringe ao ato do Procurador Geral da República, mas sobretudo da grande mídia, que cerrou fileiras contra o Eduardo Cunha. Dá-se impressão de que o noticiário contra o deputado, tem como finalidade de tirar do foco da denúncia contra a própria Dilma e dos que parlamentares e ministros que sustentam a permanência da Dilma no poder. Cadê Gleisi, Edinho, Renan e demais personagens próximo Planalto, Doutor Rodrigo Janot? Ou isto é uma tremenda armação contra o deputado Eduardo Cunha?





Vale lembrar que as pressões exercidas pela população através de movimento das ruas, três só neste ano, tem "legitimidade", uma vez que está previsto na Constituição da República, no seu Artigo 15º, a cassação de direitos políticos pelo crime de "improbidade administrativo". Portanto, não é "golpe" e nem atitude "anti-democrático" o pedido de impeachment da Dilma, como querem fazer crer os apoiadores da presidente Dilma. Curiosamente o presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha tem os votos necessários, 342 votos, para cassar mandato da presidente Dilma. Será este o motivo do "acordão" para derrubada do Eduardo Cunha? 

Está faltando, neste momento, parlamentar como Ulysses Guimarães, para impor respeito e autoridade. O vídeo abaixo expressa exatamente a nossa indignação sobre a permanência da Dilma no comando do Palácio do Planalto. Querendo ou não querendo, o Eduardo Cunha é cunha para colocar o impeachment na pauta de votação do Congresso Nacional. No momento, é único parlamentar com "culhões" e liderança para fazê-lo. 

video

Sem Cunha e aguentar Dilma até 2018. No momento Cunha é única alternativa para liderar oposição ao governo Dilma. Sendo assim: "Estou Cunha malvadeza".

Ossami Sakamori

















7 comentários:

  1. Estarei sempre com Cunha haja o que houver. Inimigo do meu inimigo, meu amigo é.

    ResponderExcluir
  2. Se o Pt e contra o cunha sou a favor como diz inimigo do meu inimigo é meu amigo.

    ResponderExcluir
  3. Que texto sábio! Quanto ao vídeo do maravilhoso Ulisses Guimarães dando entrevista a um gordo, é só mudar a data e o nome dos personagens que ele é atualíssimo! Obrigada por nos presentear com belíssimo material.

    ResponderExcluir
  4. Sou Cunha, o melhor presidente da Câmara.Durante algum tempo, ele ainda vai acunhar a gerentona de 1,99.Cadê Renan,Juca,Gleisi,Humberto Costa,etc.

    ResponderExcluir
  5. Pimenta no Cunha dos outros é refresco!!!

    Me permito aqui parafrasear o filósofo Marins da CBF, no momento que foi preso lá na Europa:


    " Mas só eu? E os outros?"

    ResponderExcluir
  6. Acontece que nós estamos sempre na defensiva, esperando a ação dos outros. Esperando um "salvador da Pátria". O Juiz Sérgio Moro disse que a lava Jato não será a salvação do Brasil. Ele espera que o povo reaja. A Min Carmem Lúcia também entre meias palavras, advertiu par que a população reivindicasse seus direitos. Devemos nos organizar e sair às ruas em grupos em todo o Brasil. Irmos ao Congresso Nacional e pressionar os políticos. Pressionar o STF, TCU, STE, enfim, se ficarmos a depender das iniciativas dos outros(como o Eduardo Cunha, Renam Calheiros, Michel Temer "todos do PMDB") iremos sempre ficar na mesmice. Sai o PT roubando e fica o PMDB roubando e a população tomando no cunha. Eduardo Cunha pode pedir o impeachment da Dilma e se conseguir a conta sairá cara para nós. O PT é aloprado e rouba na cara mas o PMDB faz o mesmo e ninguém fica sabendo. O correto é anular essas eleições e convocar novas com candidatos isentos dessa politicagem. Mas como fazer isso se os velhos caciques (donos dos partidos) não deixam! Que se apresente os empresários e os notáveis que existem por esse Brasil afora e candidate e vamos ver no que dá.

    ResponderExcluir
  7. dilma é traidora! Como comadante-chefe das FFAA, deve ser julgada em Tribunal de Guerra por crime lesa-patria. E os imensos generais de 4 e 3 estrelas, também pela sua imensurável covardia perante a traição e conivência com a sua chefe traidora.

    "Urgente: Exército da Venezuela invadiu território de Roraima

    Invasão do território de Roraima é fato ocultado pelo governo da população brasileira.

    Cidade de Roraima invadida pelos venezuelanos

    Um fato de extrema gravidade esta acontecendo em nosso país. Segundo informações repassadas por militares do Exército Brasileiro, de modo extra oficial, "O território brasileiro está sendo invadido pelo exército venezuelano." afirma, um militar do nível S2. "O exército venezuelano invadiu o nosso território brasileiro e ninguém foi informado", completou o militar. Isto constitui um fato da mais alta gravidade e que o senhor Lula e a presidente Dilma Rousseff tem conhecimento deste grave fato.

    A invasão de um território de um país, por outro país constitui um fato grave e é fator determinante para que se acione as forças armadas para reagirem prontamente a este crime. O fato já vem acontecendo há algum tempo, porém, nunca foi noticiado na imprensa principal como deveria ser. A primeira vez que isto ocorre é neste espaço. As informações obtidas são extra oficiais, pois nunca foi autorizado pelas autoridades oficias, a divulgação deste fato grave, o que seria suficiente para provocar uma reação em cadeia por parte de toda a sociedade.

    Talvez, por simpatia ao presidente Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, da parte do governo petista que se sustenta no poder atualmente, os fatos não cheguem ao conhecimento do povo brasileiro. Lula e a presidente Dilma Rousseff tem conhecimento do que está acontecendo e não irão tomar nenhuma providência, declara o militar brasileiro. "O PT acabou com o Brasil nestes últimos anos e agora quer dar o golpe de misericórdia, destruindo de vez com a nossa soberania nacional". " As forças armadas ainda não reagiram, por causa da presidente, que segundo as Leis, é a comandante do Estado Maior das Forças Armadas".

    (...)

    O fato é que, enquanto a imprensa de peso neste país, mantém a opinião pública voltada para os assuntos da crise econômica, as denúncias de corrupção e a brigas entre os políticos por poder e influência, o nosso país está sendo prejudicado, violentado e agredido em sua autonomia e soberania nacional, denuncia os militares. O exército venezuelano tem expulsado agricultores e indígenas de suas terras, em território brasileiro, com a desculpa de se promover a demarcação de território indígena e anexado as mesmas ao seu território. Segundo este grupo, a reação virá com certeza."

    http://www.militar.com.br/blog33130-Urgente:-Ex%C3%A9rcito-da-Venezuela-invadiu-territ%C3%B3rio-de-Roraima

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.